SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue1SOCIAL ORDER, INTERACTION AND SOCIETY IN LUHMANN. METHODOLOGICAL APPROACHES TO THE INTEGRATION OF SOCIOLOGICAL KNOWLEDGETHE MEANINGS OF MOTHERHOOD IN CHILDBIRTH NARRATIVES IN RIO DE JANEIRO author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sociologia & Antropologia

Print version ISSN 2236-7527On-line version ISSN 2238-3875

Abstract

JOSIOWICZ, Alejandra  and  MAIO, Marcos Chor. STEFAN ZWEIG E O EXÍLIO: INTERPRETAÇÕES DO BRASIL DE UM CIDADÃO COSMOPOLITA. Sociol. Antropol. [online]. 2020, vol.10, n.1, pp.179-200.  Epub May 18, 2020. ISSN 2238-3875.  http://dx.doi.org/10.1590/2238-38752019v1016.

Este artigo tem por objetivo analisar Brasil, país do futuro, de Stefan Zweig, destacando os nexos que ligam essa obra, a um só tempo, aos contextos intelectuais brasileiro, norte-americano e europeu, assim como à escrita sobre o exílio, sobre a viagem e sobre o cosmopolitismo. O livro diz respeito a um diálogo tenso e cheio de desencontros entre Zweig e o meio brasileiro: entre o horizonte cosmopolita e multilíngue do autor, sua impossibilidade de pertencer e seu permanente desajustamento. Concebemos ainda Brasil, país do futuro como mais um manifesto da agenda antirracista dos anos 1930 e 1940, fruto dos diálogos cruzados que não se limitam ao pensamento sobre o Brasil, mas a uma pauta intelectual e política internacional em permanente discussão e circulação nos Estados Unidos e na Europa, e que tinha no Brasil uma espécie de campo de experimentação, de certificação, de positivação das relações humanas.

Keywords : Stefan Zweig; pensamento social no Brasil; identidade judaica; exílio; cosmopolitismo.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )