SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue51Discussing Divorce between literature, journalism and ethics: a case beyond the literary“A true purgatory”: Leite derramado in dialogue with A divina comédia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea

On-line version ISSN 2316-4018

Abstract

SANTANA, Jorge Alves. Filosofia cínica contemporânea e dispositivos éticos de resistência em Mula de Deus, de Hilda Hilst. Estud. Lit. Bras. Contemp. [online]. 2017, n.51, pp.98-123. ISSN 2316-4018.  https://doi.org/10.1590/2316-4018516.

“Quem há de ouvir umas canções de mula?” é uma das perguntas feitas pelo eu lírico do poema Mula de Deus, que finaliza a narrativa Estar sendo: ter sido (2006), de Hilda Hilst. Último livro da produção literária da escritora, esta obra trata de modo filosófico de temas como: a instalação da velhice, a finitude humana e as tensões cínicas entre a pragmática animista da vida humana, entre outros, frente às supostas consolações e redenções produzidas pela metafísica tradicional. Este estudo focará predominantemente essas tensões, no poema referido, entre o animismo ecocrítico, animado pela corrente da Filosofia Cínica através do conceito de parresía, e certo viés religioso conservador. Contexto temático que também é refletido na modalidade de gênero textual híbrido, poesia e prosa, na qual a escritora expressa um dos possíveis balanços de sua estética.

Keywords : Mula de Deus/Estar sendo: ter sido; ética cínica; parresía; Hilda Hilst.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )