SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número5Interação entre diabetes mellitus e hipertensão arterial sobre a audição de idososAnálise ultrassonográfica qualitativa e quantitativa da deglutição orofaríngea índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


CoDAS

versão On-line ISSN 2317-1782

Resumo

ANDRADE, Adriana Neves de; SILVA, Mariane Richetto da; IORIO, Maria Cecilia Martinelli  e  GIL, Daniela. Influência do grau de escolaridade no teste de Identificação de Sentenças Dicóticas em Português Brasileiro. CoDAS [online]. 2015, vol.27, n.5, pp.433-436. ISSN 2317-1782.  http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/20152014205.

Objetivo:

Comparar o desempenho, na versão em português brasileiro, do teste de identificação de sentenças dicóticas (DSI) entre: as orelhas direita e esquerda e escolaridade em indivíduos audiologicamente normais.

Métodos:

Foram avaliados 200 indivíduos normouvintes, destros, separados em sete grupos de acordo com os anos de escolaridade.Todos os sujeitos foram submetidos à audiológica básica e comportamental do processamento auditivo (teste de localização sonora, teste de memória para sons verbais e não verbais em sequência, testedicótico de dígitos e DSI).

Resultados:

Os sujeitos avaliados apresentaram média de escolaridade de 13,1 anos e resultados adequados nos testes selecionados para a avaliação audiológica e do processamento auditivo. Em relação ao teste DSI, a escolaridade teve relação de dependência com as porcentagens de acertos em cada etapa do teste e com a orelha avaliada. Houve correlação positiva estatisticamente significante entre a escolaridade e a porcentagem de acertos para todas as etapas do teste DSI em ambas as orelhas. Também houve efeito do grau de escolaridade nos resultados obtidos em cada etapa do teste DSI, com exceção da etapa de escuta direcionada à direita.

Conclusões:

Na comparação do desempenho considerando as variáveis estudadas no teste DSI, concluiu-se que: há vantagem da orelha direita e quanto maior o nível educacional, melhor o desempenho dos indivíduos.

Palavras-chave : Testes Auditivos; Córtex Auditivo; Testes de Discriminação de Fala; Escolaridade; Percepção Auditiva.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )