SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número4Superagudos: análise perceptivo-auditiva da voz e autorrelato em sopranos profissionais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


CoDAS

versão On-line ISSN 2317-1782

Resumo

GOUVEIA, Amanda Santiago de et al. Desenvolvimento de linguagem e das habilidades auditivas em prematuros adequados e pequenos para a idade gestacional: idade cronológica entre 18 e 36 meses. CoDAS [online]. 2020, vol.32, n.4, e20180275.  Epub 10-Fev-2020. ISSN 2317-1782.  https://doi.org/10.1590/2317-1782/20192018275.

Objetivo

O estudo teve por objetivo identificar se o desenvolvimento das habilidades auditivas no primeiro ano de vida relaciona-se com o desenvolvimento de linguagem em neonatos pré-termo com idade cronológica entre 18 e 36 meses verificando se o desempenho de linguagem varia em função da relação peso/idade gestacional.

Método

Estudo retrospectivo e longitudinal aprovado pelo Comitê de Ética da Instituição. Amostra composta por 66 neonatos prematuros de ambos os sexos de 18 a 36 meses de idade, distribuídos conforme a adequação peso/idade gestacional em dois grupos: (a) GAIG: 39 neonatos com peso adequado à idade gestacional, sendo 26 com desenvolvimento auditivo normal e 13 com alterado; (b) GPIG: 27 neonatos pequenos para a idade gestacional, 18 com desenvolvimento auditivo normal e 9 com alterado. A partir das consultas aos prontuários do serviço de acompanhamento dos neonatos, verificaram-se os resultados do desenvolvimento das habilidades auditivas no primeiro ano de vida e avaliação da recepção, expressão e total de Linguagem (Menezes, 2003). Adotados como procedimentos estatísticos o ANOVA e o teste de Igualdade de Duas Proporções.

Resultados

O desempenho de linguagem não diferiu nos grupos GAIG e GPIG. Quando considerados o desenvolvimento auditivo normal e o alterado, em GAIG e GPIG, observou-se diferença significante na Recepção e Total de linguagem. As crianças com desenvolvimento auditivo normal apresentaram um maior percentual de adequação de linguagem.

Conclusão

A alteração das habilidades auditivas no primeiro ano de vida interferiu mais no desenvolvimento da linguagem do que a relação peso/idade gestacional.

Palavras-chave : Desenvolvimento da Linguagem; Prematuridade; Baixo Peso; Audição; Linguagem.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )