SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue1Drilling, processing and first results for Mount Johns ice core in West Antarctica Ice Sheet author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Geology

Print version ISSN 2317-4889On-line version ISSN 2317-4692

Abstract

TAMURA, Larissa Natsumi et al. Arquitetura deposicional investigada por Radar de Penetração no Solo: Formações São Sebastião e Marizal das Sub-bacias do Tucano Sul e Central, Cretáceo (Nordeste do Brasil). Braz. J. Geol. [online]. 2016, vol.46, n.1, pp.15-27. ISSN 2317-4692.  https://doi.org/10.1590/2317-4889201620150031.

Um fator-chave para o avanço no estudo de depósitos fluviais é a aplicação de métodos geofísicos, e o Radar de Penetração no Solo é um método de especial valor. Embora amplamente aplicado em ambientes de rios ativos, em ambientes fluviais consolidados esse tipo de estudo é mais escasso, em contrapartida há uma grande importância em mais estudos de modelos análogos de hidrocarboneto. Por essa motivação, o presente trabalho aplicou o Radar de Penetração no Solo em afloramentos já estudados estratigraficamente nas Formações São Sebastião e Marizal e comparou ambos os resultados, além de definir se a resolução, a penetração e a frequência da antena foram adequadas na área de estudo. Por meio dos resultados, é possível identificar oito radar fácies diferentes, dos quais seis estão relacionadas a ambientes fluviais, uma a ambiente eólico, e a última a ambiente costeiro. Observou-se que houve compatibilidade entre os refletores encontrados nas seções Radar de Penetração no Solo e as estruturas sedimentares observadas em afloramento, como conjuntos de estratos cruzados preenchidos por estruturas planares ou acanaladas. Nota-se que a resolução do método foi muito eficiente e identificou estruturas decimétricas de até 0,3 m com uma antena de 100 MHz, porém com menor penetração de sinal em comparação com trabalhos de rios ativos. Dessa forma, o Radar de Penetração no Solo mostrou-se de grande potencial para estudos futuros sobre a arquitetura deposicional das unidades investigadas.

Keywords : radar fácies; Radar de Penetração no Solo; sistema fluvial; Formação São Sebastião; Formação Marizal..

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )