SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Aspectos socioeconômicos e conhecimento de puérperas sobre o aleitamento maternoCaracterização miofuncional orofacial na síndrome de Parry-Romberg índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

SALES, André Vinicius Marcondes Natel et al. Análise quantitativa do tempo de trânsito oral e faríngeo em síndromes genéticas. Audiol., Commun. Res. [online]. 2015, vol.20, n.2, pp.146-151. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312015000200001562.

Objetivo

Analisar, de forma quantitativa, o tempo de trânsito oral e faríngeo da deglutição em indivíduos com síndrome genética.

Métodos

Participaram 14 indivíduos com diagnósticos genéticos distintos, confirmados por exame clínico ou laboratorial, idade variando de 4 meses a 7 anos. Foi realizada análise de imagens videofluoroscópicas, por meio desoftware específico, dos tempos de trânsito oral e faríngeo. Após, realizou-se análise estatística descritiva e inferencial.

Resultados

Na análise do tempo de trânsito oral (TTO) com líquido constatou-se que dos 11 indivíduos avaliados, 7 apresentaram TTO normal, com média de tempo de 0,75 s e 4 apresentaram TTO alterado, com média de tempo de 5,42 s. Com a consistência pastosa, constatou-se 4 normais, com média de 1,12 s e 8 alterados, com média de 9,54 s. Quanto à análise do tempo de trânsito faríngeo (TTF) com líquido, 7 apresentaram seus valores normais, com média de 0,68 s, e 4 alterados, média de 3,74 s. Com a consistência pastosa, constatou-se 4 normais, média de 0,75 s e 8 apresentaram valores alterados, com média de 3,98 s.

Conclusão

Os tempos de trânsito oral e faríngeo nas síndromes genéticas estudadas podem ser normais ou alterados, sendo que, neste estudo, encontrou-se significância estatística nos tempos de trânsito apenas na consistência líquida.

Palavras-chave : Análise quantitativa; Genética; Transtorno de deglutição; Avaliação; Deglutição.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )