SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue1Carbohydrate reserves on postharvest of lisianthus cut flowersIn vitro conservation of ornamental plants (1) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ornamental Horticulture

On-line version ISSN 2447-536X

Abstract

ALVES, Guilherme Augusto Cito et al. Substratos e fertilizações no crescimento inicial de rosa do deserto. Ornam. Hortic. [online]. 2018, vol.24, n.1, pp.19-27. ISSN 2447-536X.  https://doi.org/10.14295/oh.v24i1.998.

A rosa do deserto (Adenium obesum) tem se destacado no mercado interno, no entanto não existem muitos estudos relacionados às suas exigências quanto à nutrição e substratos. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes fertilizações e suas interações com diferentes substratos no crescimento inicial de rosa do deserto. As mudas de rosa do deserto com 60 dias foram transplantadas para vasos com capacidade de 0,415 L, preenchidos com dois tipos de substrato: areia + fibra de coco e areia + pó de pinus compostado. Foram realizados quatro diferentes manejos de fertilização: sem fertilização, solução nutritiva de Hoagland e Arnon; aplicação de NH3NO4 na concentração de 590 mg L-1 de nitrogênio (N); e aplicação da solução nutritiva de Hoagland & Arnon modificada pela adição de NH3NO4, elevando a concentração de N para 800 mg L-1. As soluções foram aplicadas quinzenalmente adicionando 50 mL por vaso. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x4, com 10 repetições. Após 150 dias do início das fertilizações foram avaliados as seguintes variáveis fitométricas: altura da parte aérea; diâmetro basal do cáudice; número dos ramos; massa seca de raízes, cáudice e folhas; e determinação dos teores e acúmulo de macronutrientes da parte aérea, dos substratos foram avaliados o pH e condutividade elétrica. Os dados foram submetidos à análise de variância com posterior comparação de médias pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade de erro. Para todas as variáveis fitométricas avaliadas os tratamentos contendo a mistura de areia + pó de pinus compostado, apresentaram maior desenvolvimento de mudas comparado a utilização de areia + fibra de coco. As mudas apresentaram melhor desempenho com a solução de Hoagland modificada para a altura, número de brotos, diâmetro de cáudice, e massa seca de folha em amos os substratos. O uso do substrato areia + pó de pinus e a fertilização com solução de Hoagland e Arnon combinada com solução de NH3NO4 proporcionou melhor crescimento inicial em rosa do deserto.

Keywords : Adenium obesum; nutrição; ornamental.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )