SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue2The performance of health professionals in a custody and psychiatric treatment hospital: the perspective of the psychosocial rehabilitationInvolvement in sustainable occupations: changes on life habits from spaces of educational practice author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional

On-line version ISSN 2526-8910

Abstract

SILVA, Jaqueline Ferreira da; CID, Maria Fernanda Barboza  and  MATSUKURA, Thelma Simões. Atenção psicossocial de adolescentes: a percepção de profissionais de um CAPSij. Cad. Bras. Ter. Ocup. [online]. 2018, vol.26, n.2, pp.329-343. ISSN 2526-8910.  https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoao1081.

Introdução:

Estudos apontam que a adolescência tem sido considerada uma faixa etária mais vulnerável para o sofrimento psíquico em todas as categorias, como depressão, dificuldades comportamentais, transtornos alimentares e uso abusivo de drogas, no entanto, no que diz respeito à inserção e à assistência para adolescentes nos serviços públicos de saúde mental, a literatura aponta uma escassez de trabalhos relacionados.

Objetivo:

Esta pesquisa objetivou identificar como tem se dado a atenção psicossocial de adolescentes sob a ótica de profissionais de um CAPS infantojuvenil (CAPSij) de um município de médio porte do interior do Estado de São Paulo.

Método:

Trata-se de pesquisa qualitativa que contou com a participação de 7 profissionais do CAPSij. Para a coleta de dados foi utilizado um roteiro de entrevista semiestruturado, e os dados obtidos foram tratados por meio da técnica de Análise Temática.

Resultados:

Os principais resultados indicaram que o CAPSij em questão atua como único responsável pelo acolhimento, triagem e cuidado a adolescentes em sofrimento psíquico. Além disso, os participantes apontaram dificuldades quanto à adesão dos adolescentes e a efetivação do trabalho. Por outro lado, revelou-se o empenho dos participantes nas ações de cuidado com os adolescentes, sob a luz das políticas e a busca de articulação em rede, em especial com a Atenção Básica em Saúde.

Conclusão:

Assim, observa-se que a atenção à saúde mental de adolescentes está em construção e demanda avanços que considerem as peculiaridades dessa população e as políticas de saúde mental vigentes.

Keywords : Saúde Mental Infantojuvenil; Adolescentes; Atenção Psicossocial.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )