SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issueUNICOFertilizer experiments with sugar cane: VII - Preliminary results with N, P, and K on "arenito de bauru" type of soilSeasonal influence of plant hormones on geranium cuttings author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Bragantia vol.22 no.unico Campinas  1963

https://doi.org/10.1590/S0006-87051963000100018 

Comportamento dos milhos H. 6999, asteca e catêto em três níveis de adubação e três espaçamentos, em São Paulo

 

Behavior of three corn varieties planted at three fertilizer levels and three spacings

 

 

G. P. ViégasI; J. de Andrade SobrinhoI; W. R. VenturiniII

IEngenheiros-agrônomos, Seção de Cereais
IIEngenheiro-agrônomo, Seção de Técnica Experimental, Instituto Agronômico

 

 


RESUMO

São discutidos neste trabalho os resultados de 32 ensaios de variedades x espaçamento x adubação realizados no ano agrícola 1959-60, em São Paolo, instalados com o propósito de estudar o comportamento do H. 6999, Asteca e Catêto, plantados nos espaçamentos de 20, 30 e 40 cm entre plantas, nos níveis 0, 1 e 2 de adubação. A dose 1 correspondeu a 25-68-22,5 kg/ha de N, P2O5 e K2O.
Feita a análise estatística de cada ensaio, foram reunidos de acôrdo com os grandes tipos de solos do Estado de São Paulo, efetuando-se a seguir a análise por grupos e de todo o conjunto.
A produção média dos 12 ensaios localizados em solos do arenito Bauru foi de 3557 kg/ha. O H. 6999 deu 452 kg/ha mais do que o Asteca e êstes, em média, 1091 kg/ha mais do que Catêto, a mais alta diferença assinalada nos quatro grupos estabelecidos. Entre espaçamentos, a diferença foi de 746 kg/ha, linear e altamente significativa. Houve efeito linear significativo da adubação correspondente a 1271 kg/ha.
A produção média nos 8 ensaios realizados em solos massapê e salmourão foi de 3154 kg/ha. O H. 6999 superou o Asteca de 683 kg/ha; a média dêstes ultrapassou a do Catêto em 676 kg/ha. O efeito linear para espaçamento foi de 400 kg/ha. A diferença entre dose 0 e 2 de adubos foi de 1 240 kg/ha.
A média de produção dos 8 ensaios efetuados em terra-roxa e roxa-misturada foi de 4 275 kg/ha, superando a de todos os outros grupos. O H. 6999 produziu 600 kg/ha mais que Asteca, e êstes em média, 824 kg/ha mais do que Catêto. O efeito linear para espaçamento foi de 726 kg/ha, significativo no nível de 0,1% de probabilidade. O efeito linear da adubação foi de 1448 kg/ha, também altamente significativo.
A média de produção para os 4 ensaios conduzidos em solos do Terciário e do Glacial foi de 3 086 kg/ha. O H. 6999 superou o Asteca em 534 kg/ha e, a média dêstes, a do Catêto em 468 kg/ha. O efeito do espaçamento foi de 370 kg/ha, linear e altamente significativo. Os tratamentos com a dose 2 de adubos superaram significativamente os sem adubo em 1 214 kg/ha.
A produção média geral dos 32 ensaios foi de 3577 kg/ha. No total, o H. 6999, com uma dose de adubos, produziu quase o dôbro da variedade Catêto não adubada.


SUMMARY

This paper reports the results of 32 yield trials carried out in different localities, covering - Massapê, Terra Roxa, Arenito Bauru, Glacial and Terciário - great types of soils in the State of São Panlo. The experimental design was a 33 with the following treatments: three varieties - Cateto, Asteca and H. 6999; three populations 50, 33 and 25 thousand plants per hectare; and three fertilizer levels - 0, 1 and 2. Dosis 1 corresponds to 25-68-22.5 kg/ha of NPK. Each plot was 30 m2.
Statistical analyses of each trial and also of the groups of experiments were made to test main effectB and interactions. According to the adopted model, Y = m + v + a + e + va + ve + ae + l+ lv-f-la + le + lev + lva + lea + b (1) + E. m was the general average, v, a, e, and l, i, e, variety, fertilization, spacing, location and their interactions; b(1), replication effect within localities and E the residual error including some high order interactions. Linear and quadratic components for a and e were orthogonally decomposed; V1 being Cateto against H. 6999 + Asteca and v2 being H. 6999 against Asteca.
The average variation coefficient was 15 per cent; only in 4 of the 32 trials was the variation coefficient larger than 20 per cent.
On the average the double cross hybrid H. 6999 outyielded significantly the variety Asteea by 572 kg/ha. Asteca + H. 6999 were 834 kg/ha better than Cateto. An increase of 843 kg/ha was obtained with a population of 50,000 plants over the treatment which corresponds to 25,000 plants per hectare.
The average response to fertilisation did not differ for the great types of soils. A significant linear effect of 1,300 kg/ha measured from level 0 to level 2 was recorded; also a quadratic significant response was verified, indicating that the maximum whould be obtained with 50-150-50 kg/ha of NPK.
The data obtained in this group of trials indicated that the highest average yield 5,395 kg/ha was attained with the hybrid H. 6999 that received the high level of fertilizers rated to a 50,000 plant population. For this treatment 1.07 ears per plant were recorded. The average weight per ear was 151 g.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

1. DUNGAN, G. H., LANG, A. L., & PENDLETON, J. W. Corn population in relation to soil productivity. Advances in Agronomy 10: [435]-473. 1958.         [ Links ]

2. KALCKMANN, R. & PEREIRA, FERNANDO COSTA. Trabalhos experimentais com milho. Rio de Janeiro, Ministério da Agricultura, 1953. 31 p. (Circ. 3).         [ Links ]

3. LAIRD, R. J,, GUILLEN O., MOISES & PEREGRINA R., RODOLFO. Fertilizantes comerciales y densidad optima de población para maiz de riego en Guanajuato, Querétaro y Michoacán. México, Sec. Agr. y Ganaderia, 1955- 63 p. (Folleto técnico n.° 16).         [ Links ]

4. ___________ & LIZARRAGA, H. Fertilizantes y población optima de plantas para maiz de temporal em Jalisco. México, Sec. Agr. y Ganaderia, 1959. 61 p. (Folleto técnico n.º 35).         [ Links ]

5. MARTINS, R. CRUZ, Cultura de milho. Experiência de espaçamento In Instituto Agronômico de Campinas. Relatório do ano agrícola 1929-30. São Paulo, Imprensa Oficial do Estado, 1935. p. 68-73.         [ Links ]

6. MILES, S. R. Rate and pattern of planting corn. Proc. Sixth Annual. Hybrid Corn Industry - Research Conference, Chicago, 1951. p. 68.79.         [ Links ]

7. PAIVA, J. E, (neto), CATANI, R. A., KÜPPEB, A. (e outros). Observações gerais sôbre os grandes tipos de solo do Estado de São Paulo. Bragantia 11: [227]-253. 1951.         [ Links ]

8. RAMIREZ, F. & LAIRD, R. J. Densidad optima de plantas de maiz para los valles de México y Toluca. México, Secr. Agr. y Ganaderia. 1960. 27 p.         [ Links ]

9. STRINGFIELD, G. H. Corn culture. In Corn and Corn Improvement. N. York, Academic Press Inc., 1955. p. 360-362.         [ Links ]

10. VIÉGAS, G. P. O milho Asteca. Agronômico 4:1-6. 1957.         [ Links ]

11. YATES, F. The design and analysis of factorial experiments. Imperial Bureau of Soil Science, England, 1937. 96 p. (Tech. Com. n.° 35).         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 19 de fevereiro de 1963.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License