SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número1Efeito da calagem e da adubação potássica sobre a área foliar de soja consumida por lagartas das folhasComposição química das folhas e dimensões das fibras lenhosas em rami índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Bragantia

versão impressa ISSN 0006-8705versão On-line ISSN 1678-4499

Bragantia v.43 n.1 Campinas  1984

https://doi.org/10.1590/S0006-87051984000100018 

ARTIGOS

 

Efeito do parcelamento da adubação potássica nas características agronômicas e propriedades tecnológicas da fibrado algodoeiro

 

Effects of splitting the potassic fertilization on the agronomic characteristics and technological properties of cotton fiber

 

 

Nelson Paulieri SabinoI, *; Nelson Machado da SilvaII, *; Jose Carlos SabinoIII, *; Julio Isao KondoIV, *

ISeção de Tecnologia de Fibras, IAC
IISeção de Algodão, IAC
IIIEstação Experimental de Tietê, IAC
IV
Seção de Tecnologia de Fibras, Instituto Agronômico, IAC

 

 


RESUMO

São apresentados resultados referentes a características agronômicas e propriedades tecnológicas da fibra do algodoeiro, obtidos em dez experimentos de campo, conduzidos no Estado de São Paulo no período compreendido entre os anos agrícolas de 1975/76 e 1980/81, nos quais se estudou o efeito do parcelamento da aplicação de cloreto de potássio nessa cultura. Para isso, o adubo potássico foi aplicado no sulco de semeadura nas doses de 0, 60 e 120kg/ha de K2O, sendo esta última dose aplicada total ou parcialmente (1/3, 1/2, 2/3) em cobertura, juntamente com o adubo nitrogenado, após o desbaste, procedendo-se a seguir a incorporação do adubo ao solo mediante a operação de "chegar terra" às plantas. Os ensaios foram reunidos em função dos resultados obtidos nos estudos de correlação linear entre a produção relativa e os índices analíticos do solo mais relacionados com a resposta das plantas à adubação potássica. No grupo de alta resposta esperada ao fertilizante, foram observados efeitos significativos da adubação potássica no índice Micronaire, na maturidade das fibras e no peso médio de cem sementes e de capulho. O parcelamento da adubação potássica aumentou significativamente os valores da uniformidade de comprimento das fibras, e, de modo geral, contribuiu para melhorar os valores médios de todas as outras características estudadas. O efeito do potássio foi significativo, ainda, para peso de capulho no grupo de média-baixa resposta esperada à adubação. Os resultados obtidos neste trabalho permitem reforçar a nova recomendação de que a aplicação de doses elevadas de cloreto de potássio na cultura do algodoeiro deve ser parcelada, com cerca de 1/2 a 2/3 da dose cedida no sulco de plantio, e o restante, em cobertura.


SUMMARY

Data on agronomic characteristics and technological properties of cotton fiber obtained during six years in ten field experiments where the effects of parcelling potassium application are discussed. Potassium fertilizer was applied at planting in furrows at the rates of 0, 60 and 120kg/ha of K2O in the form of potassium chloride highest, rate being parcelled by providing 1/3, 1/2, 2/3 as side-dressing, together with nitrogenous fertilizer and lightly incorporated by bringing soil to the plants. The experiments were grouped according to the results obtained by linear correlation between relative production and the analytic index of soil the most related to plants responses to potassic fertilization. In the group of high expected response to the fertilizer, significant effects of potassic fertilization were observed on Micronaire, maturity of the fibers and on the average weight of 100 seeds and of bolls. The parcelling of application increased significantly the values of uniformity of length of fibers and, in general, contributed to improve the average values of all the other charactristics studied. The effect of potassium was significant, furthermore, for weight of boll in the group of medium to low expected response to fertilization. The results obtained allow to emphasize the recent recommendation that application of high doses of potassium chloride to cotton should be parcelled, about 1/2 to 2/3 of total K2O being provided at the planting furrow and the remainder by side-dressing, specially when there is deficiency of potassium in the soil.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. BENNETT, O. L.; ROUSE, R. D.; ASHLEY, D. A.; ROSS, B. D. Yield fiber quality and potassium content of irrigated cotton plants as affected by rates of potassium. Agronomy Journal, 57:296-299, 1965.        [ Links ]

2. BROWN, H. B. A study of the effect of fertilization various characteres of the cotton fiber. Lousiana, Agricultural Experiment Station, 1946. (Bulletin 406)        [ Links ]

3. EATON, F. M. & ERGLE, D. R. Mineral nutrition of the cotton plant. Plant Physiology, 32:169-175, 1957.        [ Links ]

4. MENDES, H. C. Nutrição mineral. In: NEVES, Osvaldo da Silveira et alii. Cultura e adubação do algodoeiro. São Paulo, Instituto Brasileiro de Potassa, 1965. p. 461-474.        [ Links ]

5. NELSON, W. L. The effect of nitrogen, phosphorus and potash on certain lint seed properties of cotton. Journal of the American Society of Agronomy, 41:289-293, 1949.        [ Links ]

6. NEVES, O. S. & FREIRE, E. S. Adubação do algodoeiro. I. Influência dos adubos, quando aplicados em contacto com as sementes, sobre a germinação. Bragantia, Campinas, 15:301-304, 1956.        [ Links ]

7. __________ & __________. Adubação do algodoeiro. IV. Ensaios sobre época de aplicação de azoto e potássio. Bragantia, Campinas, 16:269-296, 1957.        [ Links ]

8. SABINO, N. P. Efeitos da aplicação de calcário, fósforo e potássio na qualidade da fibra do algodoeiro (Gossypium hirsutum L.) cultivado em Latossolo Roxo. Piracicaba, Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", 1972. 65f. (Tese de Doutoramento)        [ Links ]

9. __________; GRIDI-PAPP, I. L.; KONDO, J. I.; CARNEIRO, J. B. Maturidade da fibra de algodão determinada pelo Fibrógrafo modelo 430. Bragantia Campinas, 39(9):69-77, 1980.        [ Links ]

10. SABINO, N. P.; SILVA, N. M.; RODRIGUES FILHO, F. S. O. Efeitos da aplicação de nitrogênio e potássio na qualidade da fibra do algodoeiro cultivado em latossolos roxos do Estado de São Paulo. Bragantia, Campinas, 35:381-388, 1976.        [ Links ]

11. SCHMIDT, W.; NEVES, O. S.; FREIRE, E. S. Adubação do algodoeiro. V. Ensaios com azoto, fósforo e potássio em "campos de cooperação". Bragantia, 17(27):363-409, 1958.        [ Links ]

12. SILVA, N. M.; CARVALHO, L. H.; CIA, E.; CHIAVEGATO, E. J. Estudo do parcelamento da adubação potássica do algodoeiro. Bragantia, Campinas, 43:        [ Links ]

13. __________; FUZATTO, M. G.; GRIDI-PAPP, I. L.; FERRAZ, C. A. M.; CIA, E. Comportamento de duas variedades paulistas de algodoeiro em diferentes níveis de adubação P e K (2.ª série). Campinas, Instituto Agronômico, 1971. 15p. Projeto BNDE/ANDA/CIA. (Publicação, 9)        [ Links ]

14. __________; __________; SABINO, N. P. Adubação do algodoeiro em Latossolos Roxos altamente deficientes em potássio. Campinas, Instituto Agronômico, 1971. 15p. Projeto BNDE/ANDA/CIA. (Publicação, 6)        [ Links ]

15. WADLEIGH, C. H. Growth status of the cotton plant as influenced by the supply of nitrogen. Arkansas, Agricultural Experiment Station, 1944. 138p. (Bulletin, 446)        [ Links ]

 

 

Recebido para publicação a 2 de março de 1983.

 

 

* Com bolsa de suplementação do CNPq.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons