SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número2Crescimento diferencial de linhagens de milho em solução nutritiva com baixo nível de potássioResistência de soja a insetos: VI. Comportamento de genótipos em relação a percevejos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Bragantia

versão impressa ISSN 0006-8705versão On-line ISSN 1678-4499

Bragantia v.45 n.2 Campinas  1986

https://doi.org/10.1590/S0006-87051986000200010 

ARTIGOS

 

Seca da mangueira: VIII. Resistência de porta-enxertos de mangueira ao fungo Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst.1

 

Mango wilt. VIII. Resistance of mango rootstocks to Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst.

 

 

Ivan José Antunes RibeiroI, 2; Carlos Jorge RossettoII, 2;José Carlos SabinoIII, 2; Paulo Boller GalloIV, 2

ISeção de Microbiologia Fitotécnica, Instituto Agronômico (IAC), Caixa Postal 28, 13001 Campinas (SP)
IISeção de Entomologia Fitotécnica, IAC
III
Estação Experimental de Tietê, IAC
IV
Estação Experimental de Mococa, IAC

 

 


RESUMO

Foram testados em casa de vegetação para resistência à Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst. as variedades de mangueira Jasmim, Espada, Coquinho e, como controle suscetível, a Haden. As mudas, originadas de sementes com três meses de idade e plantadas em vasos, foram inoculadas sem ferimentos por infestação do solo ou através de ferimentos na parte aérea Os índices de plantas mortas por infestação do solo foram: 'Haden' 100%; 'Coquinho' 100%; 'Jasmim' 10% e 'Espada' 0%. As inoculações por ferimentos mostraram os seguintes dados de mortalidade: 'Coquinho' 100%; 'Haden' 80%; 'Espada' 70% e 'Jasmim' 0%.

Termos de indexação: mangueira, Mangifera indica L., porta-enxertos, Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst., resistência, seca da mangueira.


SUMMARY

Three mango varieties used as rootstocks - Coquinho, Jasmim and Espada - were grown from seeds and planted in pots under greenhouse conditions in order to evaluate their resistance to the fungus Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst. The cultivar Haden was used as a susceptible control. The plants were inoculated either by irrigating the soil with a suspension of the pathogen or by taking out a leaf and placing the pathogen on the scar. When inoculated via soil 'Coquinho' and 'Haden' presented 100% mortality, 'Jasmim' 10% and 'Espada' 0%. When inoculated in the aerial part 'Haden' presented 80% mortality, 'Coquinho' 100%, 'Espada' 80% and 'Jasmim' 0%. The Espada variety which showed good resistance when inoculated via soil was susceptible when inoculated through a scar in the aerial part of the plant.

Index terms: mango, Mangifera indica L., mango wilt, Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst., mango rootstocks, wilt resistance.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ABRAHÃO, J.; ROSSETTI, C. & ELIAS, R. Controle da murcha ou seca da mangueira, causada por Ceratocystis fimbriata. In: SIMPÓSIO SOBRE A SECA DA MANGUEIRA, Campinas, 1966. Anais. Campinas, DATE, 1966. p.4-10.        [ Links ]

CASTRO, R. da S. Contribuição ao estudo de Hypocryphalus mangiferae Stebling, 1914. Coleoptera, Scolytidae. Ciclo biológico e etiologia. Recife, Escola Superior de Agricultura da Universidade Rural de Pernambuco, 1960. 54p. Tese (Livre-Docência) Entomologia e parasitologia agrícolas.        [ Links ]

MARTINS, E.M.J.; SANTOS R.R. & MORAES, W.B.C. Aspectos bioquímicos de mecanismo de resistência de mangueira (Mangifera indica L.) a Ceratocystis fimbriata Ell. & Halst. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, 41(4): 175-183, 1974.        [ Links ]

MEDEIROS, J.W.A. & ROSSETTO, C.J. Seca da mangueira: observações preliminares. In: SIMPÓSIO SOBRE A SECA DA MANGUEIRA, Campinas, 1966. Campinas, DATE, 1966. p.30-38.        [ Links ]

MORAES, L.G. Algumas observações sobre a "seca da mangueira". In: SIMPÓSIO SOBRE A SECA DA MANGUEIRA, Campinas, 1966. Campinas, DATE, 1966. p.15-16.        [ Links ]

RIBEIRO, I.J.A. Seca da mangueira: agentes causais e estudo da moléstia. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A CULTURA DA MANGUEIRA, 1., Jaboticabal, 1980. Anais. Jaboticabal, UNESP, 1980. p.123-130.        [ Links ]

__________; LOURENÇÃO, A.L.; PARADELA FILHO, O. & SOARES, N.B. Seca da mangueira. VII. Resistência de cultivares de mangueira ao fungo Ceratocystis fimbriata Ell & Halst. Bragantia, Campinas, 43(1):237-243, 1984.        [ Links ]

ROSSETTO, C.J. & MEDEIROS, J.W.A. Seca da mangueira. II. Existência do complexo artrópodos do solo, Ceratocystis fimbriata Scolytidae, no Estado de São Paulo. Revista da Sociedade Brasileira de Fitopatologia, Piracicaba, 1:19-32, 1967.        [ Links ]

ROSSETTO, C.J. & RIBEIRO, I.J.A. Seca da mangueira. VI. Uma revisão do problema. Ciência e Cultura, São Paulo, 35(10):1411-1415, 1983.        [ Links ]

__________;__________ & IGUE, T. Seca da mangueira. III. Comportamento de variedades de mangueira, espécies de coleobrocas e comportamento de Hypocryphalus mangiferae. Campinas, Instituto Agronômico, 1980. 44p. (Circular, 106)        [ Links ]

__________;__________ & SANTOS, R.R. dos. Seca da mangueira. IV. Sumário de observações já realizadas. O Agronômico, Campinas, 21:39-43, 1969.        [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 28 de fevereiro de 1986.

 

 

1 Trabalho apresentado no IX Congresso Paulista de Fitopatologia, realizado em Campinas (SP), em 24-26 de fevereiro de 1986.
2 Com bolsa de suplementação do CNPq.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons