SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número2-3Do corpo histérico ao "corpus" teóricoA utilização da solução natural de eucalipto nas nebulizações, como auxiliar nos tratamentos das infecções respiratórias agudas: (IRA) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Enfermagem

versão impressa ISSN 0034-7167versão On-line ISSN 1984-0446

Rev. bras. enferm. vol.45 no.2-3 Brasília abr./set. 1992

https://doi.org/10.1590/S0034-71671992000200015 

Ao olhar-se no espelho, a enfermeira não tem gostado da imagem que aí vê refletida...

 

 

Dagmar E. Estermann Meyer

Enfermeira, Professora Assistente do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Mato Grosso

 

 


RESUMO

A partir de uma pesquisa realizada com docentes de um Curso de Graduação de Enfermagem, procuro situar e analisar os principais problemas que permeiam o ensino e a prática profissional da enfermeira (na percepção das depoentes), no sentido de contribuir para a reflexão acerca do papel da escola e de sua relação com o contexto social onde essa prática se inscreve.


ABSTRACT

This article uses data from a research of a faculty for an undergraduation Nursing School. I've tried to prove and analyse the main problems which in the teaching and professional practice of the nurse (as perceived by the professors interviewed), with the objective of contributing for the thinking about the role of social context on which this practice is situated.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 ALMEIDA, M.C. e ROCHA, J. O saber de enfermagem e sua dimensão prática, São Paulo: Cortez, 1986.         [ Links ]

2 CUNHA, L.A. Educação e desenvolvimento social no Brasil. 6 ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1980.         [ Links ]

3 FORQUIN, J.C. "El enfoque sociológico del éxito y del fracasso escolares: desigualdades de êxito escolar y origem social. Educacion y Sociedade, Madrid, (3): 177-224, 1985.         [ Links ]

4 GERMANO, R. Educação e ideologia da Enfermagem no Brasil. 2 ed. São Paulo: Cortez, 1985.         [ Links ]

5 MELO, C. Divisão social do trabalho e Enfermagem. São Paulo: Cortez, 1986.         [ Links ]

6 MELLO, G.N. Magistério de 1º Grau - da competência ao compromisso político. 7 ed. São Paulo: Cortez, 1987.         [ Links ]

7 NAKAMAE, D. Novos caminhos da Enfermagem. São Paulo: Cortez, 1987.         [ Links ]

8 SILVA, G.B. Enfermagem profissional - análise crítica. São Paulo: Cortez, 1986.         [ Links ]

 

 

** Pesquisa qualitativa em moldes que se aproximam da História Oral. Foi desenvolvida no Curso de Graduação em Enfermagem da UFMT e os dados foram coletados em Jan./Fev. de 1990. As fontes de investigação envolveram a consulta a documentos do curso e entrevistas semi -estruturadas com 15 docentes do mesmo. Para maiores detalhes ver: MEYER, D. "Reproduzindo relações de poder de gênero classe no ensino de enfermagem". Porto Alegre, Faculdade de Educação da UFRGS , 1991. Dissertação Mestrado.
*** Almeida1
* GASTALDO, D., MEYER, D., BORDAS, M. "Ensino integrado: uma revisão histórico-crítica do modelo implantado no ensino superior da área de saúde no Brasil". 1964/1978 . Porto Alegre, 1990, mimeo

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons