SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número3Alinhamento estratégico da responsabilidade socioambiental corporativa em empresas que atuam em redes de relacionamento: resultados de pesquisa na Petrobras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração Pública

versão impressa ISSN 0034-7612versão On-line ISSN 1982-3134

Rev. Adm. Pública v.41 n.3 Rio de Janeiro maio/jun. 2007

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-76122007000300001 

Palavras da diretora

 

 

Alinhamento estratégico da responsabilidade socioambiental corporativa em empresas que atuam em redes de relacionamento: resultados de pesquisa na Petrobras aborda a questão da importância das configurações em redes para a performance e a conduta das empresas na maioria das indústrias. Constata que, apesar disso, as implicações estratégicas sob a ótica da responsabilidade social e ambiental têm sido pouco investigadas tanto no âmbito acadêmico quanto nas empresas. A proposta do artigo é justamente minimizar esta lacuna, focalizando a Petrobras, devido ao desafio de sustentar sua vantagem competitiva com uma postura socialmente responsável.

Economia de comunhão e organizações de aprendizagem: compatibilidades conceituais compara a prática das empresas do projeto de economia de comunhão com o conceito de organizações de aprendizagem e conclui pela existência de similaridade entre as duas organizações.

Os discursos e as metáforas na análise da propensão à participação: um estudo em um banco privatizado evidencia as contribuições da análise dos discursos e de suas metáforas como um caminho para investigar e compreender as articulações que envolvem os processos de participação nas organizações. O resultado da pesquisa utilizada no artigo sugere que a falta de propostas coletivas viáveis para enfrentar a privatização levou a alternativas individuais, gerando falta de espaços adequados para a participação em torno de outras questões.

Consórcio de medicamentos no Paraná: análise de cobertura e custos preocupa-se com a questão da redução de custos na compra de medicamentos na esfera pública. Os autores analisam o caso do Consórcio Paraná Saúde (CPS) e constatam ser esta uma boa estratégia administrativa de farmacoeconomia, propiciando agilidade e racionalidade no uso dos recursos financeiros, bem como a ampliação do acesso da população aos medicamentos.

Planejamento estratégico e gestão pública por resultados no processo de reforma administrativa do estado de Minas Gerais defende que a reforma do Estado em Minas Gerais foi possível graças ao desenvolvimento do planejamento estratégico e à política de gestão pública por resultados. Mostra, ainda, que, apesar da ampliação do papel regulador do Estado e da redução de seu papel de provedor, como aconteceu em Minas Gerais, é possível aumentar os graus de accountability e responsiveness, bem como fortalecer a sociedade civil.

Planejamento de informações públicas municipais: sistemas de informação e de conhecimento, informática e governo eletrônico integrados aos planejamentos das prefeituras e municípios descreve fases, subfases e produtos de uma metodologia para planejamento de informação, conhecimento e informática nas prefeituras e municípios. A metodologia constitui uma abordagem de natureza aplicada numa realidade circunstancial, aproveitando experiências vivenciadas pelo autor. A conclusão reitera a importância da participação dos munícipes na gestão municipal e na condução cotidiana dos municípios.

Boa leitura!

 

Deborah Moraes Zouain
Diretora e editora da RAP

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons