SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue3Differences among Timbo (Derris spp. Fabaceae) species from different Amazonian regions in the control of Musca domestical L. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.29 no.3 Manaus Sept. 1999

https://doi.org/10.1590/1809-43921999293348 

AGRONOMIA

Morfologia, germinação e teor de água das sementes De Araçá-boi (Eugenia Stipitata Ssp. Sororia)

Morphology, germination and water content of seeds of Araçá-boi (Eugenia stipitata ssp. Sororia)

Antônio Mauro G dos ANJOS 1  

Isolde D. Kossmann FERRAZ 2  

1Programa de Pós-Graduação em Biologia Tropical e Recursos Naturais (PPG-BTRN). Mestrado em Botânica. INPA - Coordenação de Pós-Graduação, Cx. Postal 478, CEP 69.011-970, Manaus-AM, Brasil.

2Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia-INPA, Coordenação de Pesquisas em Silvicultura Tropical, Cx. Postal 478, CEP 69.011-970, Manaus-AM, Brasil.


RESUMO

O araçá-boi (Eugenia stipitata ssp. sororia McVaugh - Myrtaceae) é uma espécie frutífera originária da Amazônia Ocidental que apresenta grande potencial para a indústria de sucos e sorvetes. A morfologia das sementes é complexa e sua fisiologia pouco compreendida. Sabe-se que elas são resistentes a injúrias mecânicas e sensíveis ao dessecamento. Objetivou-se caracterizar a morfologia das sementes através da biometria, determinar o grau de umidade das sementes e descrever os eventos do processo germinativo, visando dar subsídios para o manejo das sementes e a produção de mudas. As médias de comprimento, peso fresco e peso seco das sementes foram de 1,06 cm, 0,49 g c 0,17 g, respectivamente. O teor de água encontrado nas sementes foi de 62%. A germinação das sementes é hipógea c criptocotiledonar, mostrando-se lenta e desuniforme. A germinação iniciou-se por volta de 50 dias e estendeu-se até mais de 280 dias. A plântula, com 60 dias, apresentou altura média de 13 cm e 18 folhas. As sementes apresentam alto poder de regeneração pois, mesmo quando cortadas ao meio ou na zona meristemática, foram capazes de formar plântulas.

Palavras-Chave: Eugenia Stipitata; Germinação de Sementes; Morfologia de Sementes; Sementes Recalcitrantes; Sementes Pseudomonocotiledonares; Frutífera da Amazônia

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.