SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue1Comparative demography of the exotic Harmonia axyridis with other aphidophagous coccinellids reared on artificial diet author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Agropecuária Brasileira

Print version ISSN 0100-204XOn-line version ISSN 1678-3921

Pesq. agropec. bras. vol.49 no.1 Brasília Jan. 2014

https://doi.org/10.1590/S0100-204X201400010000i 

Editorial

Editorial

Emilson França de Queiroz


Estamos iniciando o ano de 2014 com as alvissareiras notícias da expansão do Conselho Editorial da revista Pesquisa Agropecuária Brasileira (PAB) e a adoção e implantação da nova DTD (Document Type Definition) da coleção SciELO, com a marcação dos textos completos na linguagem de marcação extensível, XML (EXtensible MarkupLanguage).

O Conselho se deu conta da necessidade da presença de destacadas e competentes colegas em sua composição. Assim, coube-me a honra e a satisfação de proceder à prazerosa missão de, ouvindo, direta ou indiretamente, Coeditores, apoiadores e colaboradores da revista, identificar, selecionar e convidar um grupo dessas colegas para integrar o Conselho Editorial da PAB.

Além disso, tenho sido alertado para o fato de que o Conselho também carecia da presença de profissionais integrantes de outros grupos indispensáveis ao nível de excelência que se pretende atingir no periódico. Neste caso, foram identificadas a necessidade de se contar com profissionais da Região Norte do Brasil, de instituições tradicionalmente parceiras da Embrapa e da PAB, e de instituição de país europeu. Finalmente, foram identificadas áreas cuja expansão na revista se impõe, em função de sua evolução e da importância que atingiram no atual cenário técnico-científico e econômico do Brasil, quais sejam, a Aquacultura e a Geotecnologia. O Conselho Editorial, agora designado pelo Diretor-Presidente da Embrapa, constitui apenas uma "amostra", de tamanho insuficiente, entre várias outras igualmente possíveis e prestigiosas, mas que foi formada com a intenção de que todos os profissionais e instituições parceiras da PAB se sintam nela representados.

A marcação de textos em XML não interfere na estrutura e objetivos da comunicação científica, cuja linguagem natural é dirigida aos pares com base em textos rigidamente estruturados, compactos e com terminologia científica e especializada. Aestruturação dos textos utilizando a linguagem de dados XML facilita o armazenamento, processamento, recuperação e interoperabilidade, bem como, o acesso via internet e a partir de dispositivos móveis como

o telefones celulares, tablets e notebooks. O acesso por meio de redes sociais, como facebook, twitter e blogs, também será facilitado. Desse modo, a sua implantação propiciará maior facilidade de acesso aos conteúdos publicados não somente aos cientistas especializados, mas também aos técnicos e interessados de qualquer outro setor da Sociedade. Intensifica-se assim a política de acesso aberto adotada pela PAB e pelo Programa SciELO.

Boa leitura a todos. Editor-Chefe

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium provided the original work is properly cited.