SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue9Evolution of Ultrasound Characteristics of Placenta and Fetal Position and Presentation in Normal Pregnancies. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Print version ISSN 0100-7203On-line version ISSN 1806-9339

Rev. Bras. Ginecol. Obstet. vol.21 no.9 Rio de Janeiro Oct. 1999

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72031999000900001 

Editorial

A FEBRASGO, os Sócios e a Ética

 

 

Entende-se por ética o conjunto de princípios norteados de condutas que proporcionem a convivência harmônica e respeitosa entre os seres humanos. Existem diversos tipos de relacionamentos éticos, e um deles diz respeito às entidades associativas. Associações são formadas por grupos de pessoas embuídas de propósitos semelhantes, intuitos comuns e atividades laboriosas afins. Da média dos pensamentos e das intenções de seu corpo associativo surge o perfil do associativismo.

Qual o papel ético dos membros de uma Sociedade? O primeiro é integrar-se, fazendo parte de seu corpo associativo. O segundo é sensibilizar seus pares para também "vestir a camiseta", cooptando-os também a se associarem. O terceiro diz respeito a manter em dia nossas contribuições, isto é, as anuidades, para que a Sociedade possa continuar atuante. Igualmente, devemos prestigiar os eventos científicos e aceitar incumbências sempre que solicitados.

Existe um aspecto que não pode ser relevado a plano secundário, ou seja, a contribuição que precisamos dar para atingir o bem coletivo. Entidades não têm vida própria, elas dependem das pessoas que as compõem, e nada será feito sem o trabalho de seus associados e de seus dirigentes. Os associados devem ter em mente que a Sociedade é deles e por isso devem protegê-la e colaborar sempre para o seu crescimento. Queixar-se ou denegrir publicamente a entidade que nos une, não traz progresso ou modificação na mesma, nem contribui para os seu crescimento e poucos ficam sabendo de nosso descontentamento. É como se estivéssemos falando mal de nossa própria casa. E quando as coisas não estão andando como gostaríamos é lá dentro que devemos trabalhar para melhorá-las. Os dirigentes querem e precisam saber o que pensam seus associados, para que suas ações e atuações representem o que deseja a sua maioria.

Sua opinião é fundamental. Procure-nos sempre, queremos ouví-lo.

 

A Diretoria

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License