SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue5Nongynecologic surgery in patients with ovarian cancerAmniotic infection in women held in public hospitals in Vitória-ES: prevalency, risc factors, diagnosis, histopathology and reproductive outcome author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Print version ISSN 0100-7203On-line version ISSN 1806-9339

Rev. Bras. Ginecol. Obstet. vol.26 no.5 Rio de Janeiro June 2004

https://doi.org/10.1590/S0100-72032004000500012 

RESUMOS DE TESES

 

Avaliação da densidade mamográfica e da captação cintimamográfica de sestamibi-99mTecnécio, em mulheres na pós-menopausa sob terapia hormonal

 

Evaluation of mammographic density and of scinti-mammographic uptake of sestamibi-99mTechnetium in postmenopausal women under hormonal treatment

 

 

Autor: Jorge Nahás Neto
Orientador: Prof. Dr. Paulo Traiman
Co-orientadora: Profa. Dra. Beatriz Griva Viterbo de Oliveira

Tese apresentada ao programa de Pós-Graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia - Área de Concentração em Ginecologia da Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP, para obtenção do título de Doutor, em 25 de setembro de 2003

 

 

OBJETIVO: analisar as alterações da densidade mamográfica e da captação cintimamográfica de sestamibi-99mTc, em mulheres na pós-menopausa, submetidas a diferentes esquemas de terapia hormonal (TH).
MÉTODOS: estudaram-se prospectivamente, 75 mulheres na pós-menopausa, sendo 50 randomizadas em dois grupos: G1, usuárias de 2 mg de 17b-estradiol e 1 mg de acetato de noretisterona (E2/NETA, Kliogest®), em esquema combinado contínuo (n=25) e G2 usuárias de tibolona (Livial®), 2,5 mg/dia, contínuo (n=25). O G3 foi composto de mulheres assintomáticas não usuárias de TH (controle, n=25). Cada paciente submeteu-se a mamografia e a cintimamografia, antes e após seis meses de seguimento. Para avaliação da densidade mamográfica utilizou-se a classificação BI-RADS (2003). Na interpretação da cintimamografia utilizou-se a classificação de Barros et al (1995). Para análise estatística empregou-se método do Qui-Quadrado, prova não-paramétrica de Kruskal-Wallis, ANOVA e teste t pareado.
RESULTADOS: na comparação estatística inicial, as pacientes do grupo controle eram mais velhas e com maior tempo de menopausa (p<0,05). Aos seis meses, encontrou-se aumento da densidade mamográfica em 48% no G1, 12% no G2 e 16% no G3 (p<0,001). O aumento da captação de sestamibi foi de 56% no G1, de 28% no G2 e 24% no G3 (p<0,001). O aumento na densidade e na captação foram significativamente superior no grupo com E2/NETA em comparação as usuárias de tibolona e ao controle (G1>G2=G3).
CONCLUSÃO: em mulheres na menopausa, a terapia hormonal com 2 mg de 17b-estradiol e 1 mg de acetato de noretisterona associou-se ao aumento na densidade mamográfica e na captação cintimamográfica de sestamibi-99mTc, sugerindo elevação da atividade mitocondrial das células dos ductos mamários. O mesmo não foi observado em usuárias de 2,5 mg de tibolona, que apresentou evolução semelhante ao do grupo controle.

Palavras-chave: Menopausa. Cintimamografia. Densidade mamográfica. Terapia hormonal.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License