SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número11Avaliação dos efeitos do óxido nítrico no desenvolvimento de embriões de camundongos in vitro e in vivoQuantificação dos volumes do líquido amniótico e do embrião obtidos pela ultra-sonografia bidimensional e tridimensional no primeiro trimestre da gestação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

versão impressa ISSN 0100-7203versão On-line ISSN 1806-9339

Rev. Bras. Ginecol. Obstet. v.27 n.11 Rio de Janeiro nov. 2005

https://doi.org/10.1590/S0100-72032005001100013 

RESUMO DE TESE

 

Incidência de lesão cervical em mulheres com citologia de rastreamento normal segundo a detecção do papilomavírus humano

 

Incidence of cervical lesions in women with baseline normal cytology according to human papillomavirus detection

 

 

Autora: Renata Clementino Gontijo
Orientadora: Prof.Dra. Sophie Françoise Mauricette Derchain
Co-orientadora: Prof Dra. Cecilia Roteli-Martins

Tese de Doutorado em Tocoginecologia, apresentada à Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em 14 de outubro de 2005

 

 

INTRODUÇÃO: muitas mulheres com resultado de citologia negativa e colo uterino normal são infectadas pelo papilomavírus humano, e o significado clínico desta infecção em relação ao risco de apresentar anormalidades futuras não está totalmente esclarecido.
OBJETIVO: investigar a incidência e o risco relativo de alterações citológicas e histológicas cervicais segundo a detecção do HPV, em mulheres com citologia inicial normal.
MÉTODOS: um grupo de 365 mulheres com resultado de citologia normal e de captura híbrida II (CHII) positivo e negativo, seguidas por 24 meses. Aquelas com pelo menos um exame positivo e uma amostra aleatória de 10% com ambos testes negativos foram convocadas para seguimento semestral com citologia e colposcopia. Foram calculados a incidência e o risco relativo (RR) com intervalo de confiança a 95% de desenvolver anormalidades citológicas ou histológicas durante o seguimento.
RESULTADOS: a incidência de lesões citológicas foi maior entre as mulheres com resultado de CHII positivo. Até 12 meses, mulheres com CHII positivo apresentaram um RR maior de lesão de baixo (1,4; 1,1-1,7) e alto (1,5; 1,4-1,7) grau na citologia. O RR para lesão de alto grau aumentou para 1,7 (1,5-1,9) naquelas acompanhadas por 24 meses. A incidência de NIC 2/3 também foi maior entre as mulheres inicialmente infectadas pelo HPV. Mulheres com CHII positivo apresentaram um RR de 1,5(1,4-1,6) para NIC 2/3 até 12 meses e este RR aumentou para 1,7 (1,5-1,9) naquelas seguidas até 24 meses.
CONCLUSÃO: o teste para detecção do HPV associado à citologia pode selecionar entre as mulheres com citologia normal aquelas com maior risco de lesão cervical subseqüente.

Palavras-chave: Citologia; Papilomavirus humano; Neoplasia intra-epitelial cervical; Seguimento

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons