SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número1Efeitos de métodos e épocas de controle das plantas daninhas na cultura do milhoOcorrência de Commelina villosa como planta daninha em áreas agrícolas no estado do Paraná-PR, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Planta Daninha

versão impressa ISSN 0100-8358

Planta daninha vol.18 no.1 Viçosa  2000

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582000000100015 

Manejo mecânico e químico da aveia preta e sua influência sobre a taxa de decomposição e o controle de plantas daninhas em semeadura direta de milho

 

Mechanical and chemical management of black oat and its influence on decomposition rate and weed control in no-till of maize

 

 

Augusto G. de AraújoI; Benedito N. RodriguesII

IPesquisador da Área de Engenharia Agrícola do Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR - Rodovia Celso Garcia Cid km 375 - C.P. 481. CEP: 86001970, Londrina/PR
IIPesquisador da Área de Fitotecnia do Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR

 

 


RESUMO

A formação da cobertura vegetal morta sobre a superfície do solo constitui um dos principais requisitos da semeadura direta devido a seus efeitos alelopáticos e físicos, os quais proporcionam maior eficiência no controle de plantas daninhas. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de seis manejos da aveia preta sobre a taxa de decomposição do vegetal e a incidência de plantas daninhas, visando a formação de cobertura morta para semeadura direta de milho. Os sistemas avaliados foram: dessecação com sulfosate; dessecação seguida da rolagem; rolagem seguida da dessecação; rolagem exclusiva; trituração exclusiva e trituração seguida da dessecação. A eficiência no controle foi avaliada através da cobertura do solo por plantas daninhas aos 35 dias após a semeadura e pelo peso de plantas daninhas na colheita do milho. Houve diferenças significativas entre os manejos quanto à taxa de decomposição da aveia e o controle de plantas daninhas. Entretanto, os tratamentos com taxas diferenciadas de decomposição foram semelhantes em relação à eficiência do controle. Os tratamentos que se diferenciaram quanto ao controle de plantas daninhas foram a dessecação seguida do rolo-faca e o rolo-faca seguida da dessecação. A combinação dos manejos mecânico e químico não trouxe nenhum benefício em relação aos manejos exclusivos e os manejos mecânicos exclusivos foram iguais entre si.

Palavras chave: Cobertura morta, rolofaca, persistência da cobertura, Avena strigosa.


ABSTRACT

A good soil coverture is one of the most important direct seeding requirements because, among others factors, it improves the weed control due to the allelopathical and physical effects. The objective was to evaluate the influence of six management systems of black oat on it's decomposition rate and weed control under direct seeding of maize. The management systems evaluated were herbicide (sulfosate); herbicide before knife roller; knife roller before herbicide; knife roller; rotary shredders and rotary shredders before herbicide. The weed control efficiency was evaluated through the percentage of soil coverture 35 days after seeding and by the weight of weeds at maize harvesting. The management systems had a significative effect on decomposition rate and weed control. But treatments with different decomposition rates had the same weed control efficiency. The weed control was different between the herbicide before knife roller and knife roller before herbicide. The mechanical and chemical combined treatments didn´t result in benefits compared with the same but not combined management systems. The mechanical management systems evaluated had the same performance.

Key words: Knife roller; rotary shredders; crop persistence; conservation tillage, Avena strigosa.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

ALMEIDA, F.S. A alelopatia e as plantas. Londrina, IAPAR, 1988. 60p. (IAPAR, Circular 53).         [ Links ]

ALMEIDA, F.S. &. RODRIGUES, B.N. Guia de herbicidas. Contribuição para o uso adequado em plantio direto e convencional. Londrina, IAPAR, 1985. 468p.         [ Links ]

BERTOL, I.; CIPRANDI, O.; KURTZ, C.; BAPTISTA, A.S. Persistência dos resíduos culturais de aveia e milho sobre a superfície do solo em semeadura direta. Rev. Bras. Ciênc. Solo, 22:705-712, 1998.         [ Links ]

CREUS, C.J.; STUDDERT, G.A.; ECHEVERRIA, H.E.; SANCHEZ,S.R. Descomposicion de residuos de cosecha de maiz y dinamica de nitrogeno en el suelo. Cienc. Suelo, 16:2, 51-57, 1998.         [ Links ]

DENARDIN, J.E.&. KOCHHANN, R.A. Requisitos para a implantação e a manutenção do sistema plantio direto. In: Plantio direto no Brasil. Passo Fundo, Aldeia Norte, 1993. p.19-27.         [ Links ]

DERPSCH, R; ROTH, C.H.; SIDIRAS, N.; KÖPEK, U. Controle de erosão no Paraná, Brasil: sistemas de cobertura do solo, plantio direto e preparo conservacionista do solo. Eschborn, GTZ, 1991. 222p.         [ Links ]

DOUGLAS Jr., C.L.; ALLMARAS, R.R.; RASMUSSEN, P.E.; RAMIG, R.E.; ROAGER Jr., N.C. Wheat straw composition and placement effects on decomposition in dryland agriculture of the Pacific northwest. Soil Sci. Soc. Am. J., 44:833-837, 1980.         [ Links ]

GAMERO, C.A., SIQUEIRA, R., LEVIEN, R., SILVA., S.L. Decomposição da aveia preta (Avena strigosa Schieb.) manejada com rolo faca e triturador de palhas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 26, 1997, Campina Grande-PB. Anais...Campina Grande, Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola / UFPB, 1997. (Arquivo Mag 027, editado em cd-rom).         [ Links ]

PECHE FILHO, A.; STORINO, M.; LINO, A.C.L. Roteiro metodológico para avaliação da fragmentação realizada por picadoras, rolos-facas, roçadoras e grades de discos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, XXIV. Viçosa, MG, 1995. Resumos. Viçosa, Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, 1995. p. 347.         [ Links ]

RODRIGUES, B.N. & ALMEIDA, F.S. Guia de herbicidas. 3a edição, Londrina, Edição dos autores, 1995. 675 p.         [ Links ]

ROMAN, E.S.& VELLOSO, J.A.R.O. Controle cultural, coberturas mortas e alelopatia em sistemas conservacionistas. Plantio direto no Brasil. Passo Fundo, Aldeia Norte, 1993. p.77-84.         [ Links ]

RUEDELL, J. Plantio direto na região de Cruz Alta. Convênio FUNDACEP/BASF. FUNDACEP FECOTRIGO, Cruz Alta, RS, 1995.         [ Links ]

SCHOMBERG, H.H. & STEINER, J.L. Comparison of residue decomposition models used in erosion prediction. Agron. J., 89:911-918, 1997.         [ Links ]

SMITH, J.H. & PECKENPAUGH, R.E. Straw decomposition in irrigated soil: comparison of twenty-three cereal straws. Soil Sci. Soc. Am. J., 50: 928-932, 1986.         [ Links ]

STROO, H.F.; BRISTOW, K.L.; ELLIOT, L.F.; PAPENDICK, R.I.; CAMPBELL, G.S. Predicting rates of wheat residue decomposition. Soil Sci. Soc. Am. J., 53:91-99, 1989.         [ Links ]

WAGNER-RIDDLE, C.; GILLESPIE, T.J.; SWANTON, C.J. Rye cover crop management impact on soil water content, soil temperature and soybean growth. Can. J. Plant Sci., 74:485-495, 1994.         [ Links ]

WILSON, D.O. & RAYMER, P.L. Decomposition of sorghum residue in a double crop sorghum and wheat system. Soil Biol-Biochem., 24: 789-93, 1992.         [ Links ]

ZHIGUO, Z.; QI, X.; BLEVINS, R.L. Effects of tillage management systems on residue cover and decomposition. Pedosphere, 8:193-200, 1998.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 21/07/98 e na forma revisada em 21/12/99.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons