SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número111Crise do capital e consequências societárias índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Serviço Social & Sociedade

versão impressa ISSN 0101-6628

Serv. Soc. Soc.  no.111 São Paulo jul./set. 2012

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-66282012000300001 

Editorial1

-

 

A Revista Serviço Social & Sociedade traz neste número relevantes contribuições para o desvendamento crítico dos processos de trabalho e das respostas públicas no âmbito da crise do capital.

São apresentados três importantes artigos - dos professores José Paulo Netto, Josiane Soares Santos e Marcelo Braz - expostos na mesa de abertura do 5º Seminário Anual de Serviço Social: Crise do capital, particularidades da questão social no Brasil e a organização dos trabalhadores em seu estágio atual, promovido pela Cortez Editora, em comemoração ao dia do assistente social. Esses artigos destacam o complexo e contraditório cenário do capitalismo contemporâneo e suas crises, as particularidades da formação social brasileira e o modo como se expressa a "questão social" no Brasil, bem como as polêmicas para compreender as lutas de classes contemporâneas.

Esses temas, a partir de distintas abordagens, são também tratados em outros seis artigos, nos quais são discutidas particularidades da questão social e as contradições expressas pelas respostas do Estado a questões como: acolhimento familiar e as leis protetivas; política de emprego no Brasil no contexto da flexibilização de direitos e relações de trabalho; desemprego, precarização e informalidade do trabalho dos negros no Brasil; relações de gênero no trabalho da agroindústria; a judicialização do benefício de prestação continuada da política de assistência social e o campo de trabalho profissional nos governos municipais.

Nesse mesmo contexto da crise, considerando os questionamentos ao modelo de desenvolvimento e as novas demandas da sociedade civil organizada, apresentamos também um artigo que problematiza a produção de indicadores sociais alternativos e as exigências de novas formas de quantificação diante do aprofundamento das desigualdades sociais em dimensão global.

Completa este número a resenha do livro de Marcelo Braz, Partido e Revolução - 1848‑1989, destacando‑se a contribuição do autor para "a revitalização teórica e política da possibilidade de revolução como emancipação humana".

Finalizando este editorial, prestamos homenagem à assistente social Egli Muniz, que faleceu dia 23/6/2012, vítima de um aneurisma cerebral. Egli era professora titular da Instituição Toledo de Ensino (Bauru) e foi Secretária Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Bauru na gestão 2005‑2008. A Cortez Editora publicou sua tese de doutorado, com o título Serviços de Proteção Social: um estudo comparado Brasil‑Portugal. Atuou também como consultora especialista da Secretaria Nacional de Assistência Social do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome‑MDS. Comprometida com a formação e o exercício profissional, Egli foi uma pessoa com grande capacidade de trabalho, elegante e gentil em suas relações pessoais e profissionais, que nos deixa saudades.

 


1 Por ocasião do fechamento deste número, recebemos a notícia do falecimento do professor Aloísio Teixeira, a quem prestamos nossa homenagem por meio do texto do professor José Paulo Netto. (N.E.)

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons