SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1Um Linux para os Periódicos Científicos. Como encontrar preços justos a pagar pelo acesso ao conhecimento científico? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery

versão impressa ISSN 0102-7638versão On-line ISSN 1678-9741

Rev Bras Cir Cardiovasc v.19 n.1 São José do Rio Preto jan./mar. 2004

https://doi.org/10.1590/S0102-76382004000100001 

EDITORIAL

 

Palavras do Prof. Dr. Domingo M. Braile

 

 

Iniciamos este ano com perspectivas muito estimulantes para a Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (RBCCV). Depois de cuidadosamente preparado, o dossiê com o pedido para a nossa inclusão no Medline foi encaminhado, em fevereiro, à National Library of Medicine, nos Estados Unidos. Estamos confiantes em uma resposta positiva, pois a nossa revista preenche os requisitos necessários para estar indexada nesta importante base de dados. A nossa expectativa aumentou após recebermos, no início de março, uma correspondência do coordenador do Comitê de Seleção, Richard Better, comunicando o recebimento do dossiê e solicitando que continuemos a enviar os exemplares até que haja uma decisão. A íntegra da carta está na página 90.

Nosso otimismo também é decorrente pelo fato de que recentemente outras publicações científicas brasileiras foram aceitas no Medline. Gostaríamos de agradecer a colaboração daqueles que se empenharam durante a preparação do dossiê - Scielo, Bireme, bibliotecárias e o corpo editorial da RBCCV -- e dedicaram-se com afinco ao trabalho.

Caso sejamos aceitos, a responsabilidade de todos - editor, editores associados, Conselho Editorial e autores - aumenta significativamente. O nível de exigência será ainda maior e precisaremos de artigos com conteúdo ainda mais denso e com acabamento mais elaborado, procurando seguir estritamente o determinado pelas Normas aos Autores. Será de extrema importância, também, a revisão de trabalhos antigos.

Os autores serão incentivados a citar artigos publicados na RBCCV anteriormente, no sentido de valorizar a publicação. Temos a certeza de que todos, como sempre tem acontecido, farão de tudo para solidificar a posição da revista, em nível nacional e internacional.

A publicação de Protocolos também será extremamente bem-vinda. As revistas internacionais estão abrindo espaços generosos para isso.

Estamos mantendo contato com a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) no sentido de aumentar a nossa integração e, por conseqüência, a troca de informações entre as nossas entidades. Solicitamos a colocação de um "banner" na Home-Page da SBC, que remeta o leitor diretamente à RBCCV e fomos atendidos. Vide carta ao editor à pág. 91. O acesso é feito pelo link (http://departamentos.cardiol.br/sbccv/). Isso representa um benefício a mais, para todos os sócios da SBC. Ainda sugerimos a divulgação, pelo Jornal da SBC, da existência da publicação no endereço eletrônico da Scielo e a comunicação, via e-mail, aos sócios da SBC de cada edição da revista que for disponibilizada on-line, como já acontece com os associados da SBCCV. Num futuro próximo, pretendemos estender esta divulgação por meio de e-mail aos membros da CTSNet.

Outra questão que merece a nossa atenção é a do peer-review (revisão pelos pares). Os revisores fazem um trabalho importantíssimo para a manutenção da credibilidade das revistas junto à comunidade científica e não "ganham" nada por isso. Os cientistas de países desenvolvidos e a WAME (World Association of Medical Editors), entidade que congrega os editores de revistas médicas em vários países, estão debatendo e criando alternativas para acabar com tal distorção. Cada Associação elaboraria normas que, para manter o título de especialista, o profissional deveria ter determinado número de créditos. Por exemplo, cada cinco artigos revisados valeriam como um artigo publicado. Assim, o voluntário trabalho de revisão renderia benefícios acadêmicos. Este procedimento poderá em breve ser adotado não somente pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV), mas também por outras entidades, como CAPES e SDBC.

Sabemos que o tema vai gerar muita controvérsia, na medida em que os revisores terão sua identidade revelada. Porém, acreditamos que a lisura do processo de avaliação não será comprometida, pois os profissionais envolvidos, além de gabaritados, primam pela ética e têm consciência do papel que representam. Ao editor, caberá atuar como moderador nas questões mais complexas, sempre comprometendo-se a manter a linha editorial da publicação e sua isenção. Convidamos os colegas a refletir e debater sobre o tema. A RBCCV está aberta a receber e publicar artigos sobre este novo paradigma.

Para prestar um serviço aos nossos leitores, estamos publicando, na página 95, a normativa de regulamentação para obtenção de título de especialista ou certificado de área de atuação da AMB (Associação Médica Brasileira), que estabelece novos critérios para o reconhecimento e denominação de especialidades e áreas de atuação na Medicina, bem como a forma de concessão de registros de títulos de especialista.

A partir desta edição, a versão on-line da nossa revista já deverá estar disponível em Português e em Inglês, graças ao esforço da equipe do Scielo, que está implementando a mudança. O título da versão eletrônica será Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery (BJCVS), para facilitar o acesso da comunidade internacional e, desta forma, aumentar o número de leitores potenciais mundo afora.

 

Recebam o meu abraço,

Domingo Braile - Editor RBCCV

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons