SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue4Occurrence of pain in cancer patients in palliative careAlterations in the physiological parameters of newborns using oxygen therapy in the collection of blood gases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Paulista de Enfermagem

On-line version ISSN 1982-0194

Acta paul. enferm. vol.27 no.4 São Paulo Aug. 2014

https://doi.org/10.1590/1982-0194201400060 

Artigos Originais

Contribuição do curso especialização, modalidade de residência para o saber profissional

Rosana Maria de Oliveira Silva1 

Ana Lúcia Arcanjo Oliveira Cordeiro1 

Josicélia Dumêt Fernandes1 

Lázaro Souza da Silva1 

Giselle Alves da Silva Teixeira1 

1Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil


RESUMO

Objetivo:

Analisar a contribuição do curso de especialização em Enfermagem, sob a modalidade de residência, para o saber profissional de egressos.

Métodos:

Pesquisa qualitativa realizada com 40 enfermeiros egressos do curso de especialização sob a modalidade de residência. As entrevistas foram realizadas, transcritas e analisadas conforme análise de conteúdo temático.

Resultados:

As informações foram agrupadas por similaridade em duas categorias: (1) desenvolvimento do saber profissional e (2) formação dedutiva/indutiva. A primeira permitiu identificar as seguintes contribuições proporcionadas pelo curso: embasamento teórico na realização das práticas, segurança no desenvolvimento do trabalho e identidade profissional. Já a segunda expôs contribuições proporcionadas pelo curso como visão ampliada da assistência para além do biológico e formação de um profissional capacitado.

Conclusão:

O curso contribuiu para o desenvolvimento do saber profissional dos egressos ao aprofundar o conhecimento técnico-científico de forma racional, crítica e reflexiva, com base na formação dedutiva/indutiva.

Palavras-Chave: Especialização; Educação de pós-graduação em enfermagem; Educação em enfermagem; Internato e Residência; Educação profissionalizante

ABSTRACT

Objective:

Analyze the contribution of a Nurse residency specialization program to the graduates’ professional know-how.

Methods:

Qualitative research, involving 40 nurses graduated from a residency specialization program. Interviews were held, transcribed and analyzed using thematic content analysis.

Results:

The information was grouped according to similarity in two categories: (1) development of professional know-how and (2) deductive/inductive education. Based on the first, it was identified that the course provided the following contributions: theoretical foundations in the accomplishment of the practices, safety in the development of work and professional identity. The second showed the course’s contributions as an expanded view on care beyond the biological and the preparation of a trained professional.

Conclusion:

The course contributed to the development of the graduates’ professional knowledge by deepening the technical-scientific knowledge in a rational, critical and reflexive manner, based on deductive/inductive education.

Key words: Specialization; Education, nursing, graduate; Education, nursing; Intership and residenct; Education, professional

Introdução

Na era do conhecimento, o saber profissional e as novas abordagens acerca de competências no mundo do trabalho, marcado pela crescente demanda de profissionais que competem por uma vaga no mercado, têm modificado as políticas e as práticas de gestão dos recursos humanos nas organizações, além de ampliar as exigências para o perfil profissional no processo de seleção e contratação.

Essa visão direciona para a necessidade de um perfil de profissionais capazes de assumir responsabilidades e tomar decisões, buscando resolutividades em situações complexas, e construindo e reconstruindo saberes.

Torna-se importante compreender que “saber” e “conhecer” são termos distintos. O saber é um produto objetivo e comunicável, sendo transmissível e compartilhável, ao passo que o conhecimento é subjetivo, pessoal e intransmissível, resultante das experiências vividas no âmbito da cognição. Para o saber profissional, deve haver uma relação do indivíduo com o outro, com profissionais, equipe e com o conhecimento, pois o aprender envolve a história pessoal, as referências, as concepções de vida, suas imagens, fantasias, ilusões, objetivos e significações.(1)

Teoricamente, há dois fatores significativos na aquisição e no desenvolvimento de conhecimentos para o exercício profissional do enfermeiro. O primeiro fator se refere à aprendizagem experiencial e o segundo representa a aprendizagem formal, com implicações para a prática e a política organizacional.(2) Nessa política, o profissional capaz de resolver problemas, partilhar ideias e visões torna-se essencial na organização.(3)

Dessa forma, ele precisa adquirir competências essenciais no âmbito do contexto de trabalho, que envolvem conhecimentos específicos, habilidades e atitudes compatíveis com as situações que surgem para a tomada de decisão, no âmbito individual e coletivo.

Para atender essa realidade, cursos de especialização em enfermagem sob a modalidade residência, estimulam a continuidade de estudos para recém-graduados; oferecem oportunidade para aprofundar o conhecimento técnico-científico; possibilitam o treinamento aos cargos de chefia e liderança; ampliam as oportunidades no mundo do trabalho; e acompanham as inovações tecnológicas.(4,5) Com o intuito de viabilizar a modalidade do curso, foram constituídos convênios e parcerias com organizações hospitalares, públicas e privadas, que assumiram as bolsas para os residentes e o campo de estágio com preceptoria. Esses convênios produzem vantagens diretas e bilaterais ao possibilitar o amadurecimento profissional sistematizado alem de facilitar a inserção de recém-graduados no mercado reduzindo o turnover das organizações.(6,7)

O curso enriquece a passagem do enfermeiro recém-graduado para especialista.(6) Além de proporcionar qualificação técnica, gerencial e de ensino em áreas específicas,(4,8) o curso estimula o aluno, dedicado integralmente, a ser sujeito de seu aprendizado, realizando a integração teoria e prática, promovendo a participação em seminários e eventos científicos, e desenvolvendo atividades grupais, de pesquisas, estudos de casos sob a orientação de docentes e/ou preceptores. O estágio é desenvolvido sob a forma de rodízio em instituição pública e privada, sob a supervisão de uma enfermeira para cada três residentes.(8,9) Dessa forma, a capacitação nesse curso é considerada ideal ao recém-graduado, por proporcionar treinamento em cenário real de trabalho, ampliando as oportunidades de empregabilidade.Vale ressaltar que, nessa modalidade de curso, o aprendizado é coletivo, baseado em processos de vivências, relações interpessoais e compartilhamento do conhecimento individual enriquecendo. Estas ideias permitem inferir que os saberes da experiência supõem continuidade entre a cultura adquirida e os novos saberes.(10)

O conhecimento produzido e apreendido durante o curso possibilita ao enfermeiro egresso a aplicação de seu saber, que pode resultar em mudanças essenciais no desenvolvimento organizacional, ao assegurar, na prestação de serviço, competências em uma determinada área do saber. Consequentemente, sabe-se que os serviços de Enfermagem com pessoal qualificado proporcionam elevado padrão de qualidade no atendimento ao cliente.(11)

Este estudo teve como objetivo analisar a contribuição do curso de especialização em enfermagem, modalidade residência para o saber profissional dos egressos.

Métodos

Pesquisa qualitativa, desenvolvida em uma Universidade Pública da cidade de Salvador, estado da Bahia, região nordeste do Brasil.

A população do estudo foi composta por 40 enfermeiros egressos do curso de especialização sob a modalidade residência no período de 1996 a dezembro de 2009. Dentre os enfermeiros da amostra, 38 eram mulheres e todos eles estavam inseridos no mercado de trabalho na área da Enfermagem.

Foram adotados como critérios de inclusão a conclusão do curso no período de 1996 a 2009 e residir na cidade de Salvador. O número de participantes foi determinado pelo critério da exaustividade de novas informações.

O instrumento para a coleta das informações foi um roteiro para entrevista semiestruturada constituído por dois blocos: um com a caracterização dos participantes e outro com as questões norteadoras.

As entrevistas foram realizadas em locais privativos, definidos pelos participantes e duraram cerca de 40 minutos. As entrevistas foram transcritas na íntegra, para realização da análise de conteúdo temática.

O desenvolvimento do estudo atendeu as normas nacionais e internacionais de ética em pesquisa envolvendo seres humanos.

Resultados

As informações foram agrupadas por similaridade em duas categorias: (1) desenvolvimento do saber profissional e (2) formação dedutiva/indutiva.

A categoria “desenvolvimento do saber profissional” permitiu identificar as seguintes contribuições proporcionadas pelo curso: embasamento teórico na realização das práticas, segurança no desenvolvimento do trabalho e identidade profissional.

Em relação à segunda categoria, foi possível extrair contribuições proporcionadas pelo curso, como visão ampliada da assistência para além do biológico e formação de profissional capacitado.

Discussão

As limitações dos resultados obtidos foram inerentes ao método, considerando que o material empírico demandou de relatos dos participantes de um curso específico e pertencentes ao contexto hospitalar.

A aplicabilidade deste estudo ocorreu no âmbito do próprio curso, estendendo-se para outras Instituições de ensino superior de Enfermagem, estimulando novos projetos e dando visibilidade de sua qualidade por meio dos relatos dos egressos sobre as contribuições do curso para sua vida profissional.

Nos relatos apresentados, a categoria “desenvolvimento do saber profissional” emergiu quando os participantes relataram as contribuições do curso.

Os conhecimentos profissionais são essencialmente pragmáticos porque são modelados e voltados para solucionar problemas que requerem, do profissional, reflexão, discernimento e compreensão para organizar a tomada de decisão.(12) Nesse sentido, para realizar procedimentos e agir com segurança em situações de intercorrências, o enfermeiro precisa ter conhecimentos, habilidades e atitudes coerentes com as necessidades da situação, momento em que se evidencia sua competência. No âmbito da Enfermagem, as questões gerenciais e assistenciais ao cliente e à família nas organizações de saúde.

Nesse sentido, o enfermeiro egresso do curso teve a oportunidade de desenvolver os saberes teórico e prático − esse último definido como aquele adquirido no trabalho e que permite ao profissional resolver problemas respaldados no saber teórico e nas suas experiências. Tal saber profissional envolve a compreensão do que fazer e a articulação dos saberes para planejar e executar um trabalho, com base em princípios técnico-científicos socialmente compartilhados.

Ao desenvolver o saber específico na área, o profissional aplica seu conhecimento nas suas ações, de forma racional, reflexiva e crítica, e transforma os cenários de sua prática profissional, elevando sua autoestima, sua satisfação e sua segurança ao desenvolver seu trabalho.(12,13)

Os egressos afirmaram ter reconstruído sua identidade profissional, ao oportunizar o trabalho como uma das formas de aquisição de conhecimentos. Essa identidade é importante para o bom desempenho no trabalho e para a ascensão da imagem profissional.(14)

O curso melhorou a socialização e aumentou o sentimento de valorização e de reconstrução identitária do profissional, razões importantes para o bom desempenho no trabalho, e consequentemente, para um perfil profissional diferenciado.

Na categoria “formação dedutiva/indutiva”, os enfermeiros referiram que o curso proporcionou visão ampliada da assistência para além do biológico, refletida pela ampla visão contextual na qual é possível direcionar o olhar para além da questão física e da doença que acomete o cliente, contribuindo para o desenvolvimento do saber prático que lhe permitiu resolver problemas, refletir sobre atitudes, ideias e sentimentos, e redefinir relações a partir dos cenários de sua prática. Assim, é nítido que esse “saber ser profissional” desenvolvido durante o curso, com a mobilização dos repertórios individuais em diferentes contextos, tornou-se efetiva em sua ação.

Nesse contexto, utilizar argumentos lógicos, dedutivos e indutivos, na compreensão e aplicação do conhecimento permitiu que o enfermeiro desenvolvesse seu saber profissional. Esses saberes, mobilizados e construídos na prática, copertencem, coevoluem e se transformam.(13)

O enfermeiro, ao utilizar métodos de pensar lógico, construir, projetar, testar, descrever e explicar seu processo de trabalho, que precedem à análise, ao julgamento e à decisão, após observações sistemáticas e/ou assistemáticas, amplia seu conhecimento e desenvolve seu saber profissional.

Na atuação profissional a atividade produtiva depende do conhecimento e da capacidade de pensar de forma crítica, reflexiva,(15,16) criativa e do agir e adaptar-se às mudanças rápidas da sociedade, nas quais a empregabilidade está associada às competências técnicas, à capacidade de decisão, à comunicação oral e escrita, e ao trabalho em equipe. Há ainda a valorização, principalmente, quando existe habilidade para estabelecer relações e assumir lideranças.(14)

Durante o curso de especialização em Enfermagem sob a forma de residência, o enfermeiro egresso teve a oportunidade de ampliar seu conhecimento para o desenvolvimento de saberes essenciais e atuar com competência em sua profissão, transformando o seu modo de pensar e fazer no ambiente de trabalho.

Conclusão

O curso de especialização em Enfermagem sob a forma de residência contribuiu para o desenvolvimento do saber profissional dos egressos, tendo como base a formação dedutiva/indutiva, ao proporcionar embasamento teórico na realização das práticas, na segurança no desenvolvimento do trabalho, na identidade profissional e na visão ampliada da assistência para além do biológico, qualificando o desenvolvimento de sua atuação nos cenários de prática.

Agradecimentos

Pesquisa realizada com o apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) processo de numero 303875/2013-5.

Referências

. Laburú CE, Barros MA, Kanbach BG. [The relationship with the professional knowledge of the high school physics teacher and the failure of implementation of experimental activities]. Invest Ensino Ciênc. 2007;12(3):305-20. Portuguese. [ Links ]

. Covell CL, Sidani S. Nursing intellectual capital theory: operationalization and empirical validation of concepts. J Adv Nurs. 2013; 69(8):1785-96. [ Links ]

. Pérez MD, Contreras YL, Amador SR. [The human factor as catalyst for the enterprises process in the information and knowledge management]. ACIMED. 2009; 20(5):42-55. Spanish. [ Links ]

. Almeida MH, Oliveira C. [Specialization course in medical-surgical nursing in the form of residence: report of the experience of 1st year]. Rev Bras Enferm. 1975;28:88-97. Portuguese. [ Links ]

. Michel JL, Vieira CM, Gutiérrez MG. [Specialists in medical-surgical nursing: there is interest in this practice?]. Acta Paul Enferm. 1992;5(1/4):26-35. Portuguese. [ Links ]

. Poynton MR, Madden C, Bowers R, Keefe M. Nurse residency program implementation: the Utah experience. J Healthc Manag. 2007;52(6):385-96; discussion 396-7. [ Links ]

. Pine R, Tart K. Return on Investment: Benefits and Challenges of a Baccalaureate Nurse Residency Program. Nurs Econ. 2007;25(1):13-8,39. [ Links ]

. Azevedo ND. [Training of specialist nurses in intensive care]. Rev Baiana Enferm. 1995; 8(1/2):160-8. Portuguese. [ Links ]

. Cordeiro AL, Cruz EA. [Nursing specialization course in residency format at the Federal University of Bahia]. Rev Baiana Enferm. 2001;14(1):67-71. Portuguese. [ Links ]

. Fartes LB. [Professional training, professions and crisis of identity in the knowledge society]. Cad Pesqui. 2008;38(135):583-5. Portuguese. [ Links ]

. Covell CL, Sidani S. Nursing intellectual capital theory: testing selected propositions. J Adv Nurs. 2013; 69(11):2432-45. [ Links ]

. Tardif M. [Professional knowledge of teachers and university knowledge: elements for an epistemology of professional practice of teachers and their consequences in relation to training for teaching]. Rev Bras Educ. 2000;13:5-24. Portuguese. [ Links ]

. Silva EL, Cunha MV. [The professional education in the XXI century: challengs and dilemas]. Ci Inf. . 2002;31(3):77-82. Portuguese. [ Links ]

. Silva EV, Kirschbaum DI. [Elements that define the identity of nurses according to undergraduate students]. Rev Gaúcha Enferm. 2001;22(1):83-100. Portuguese. [ Links ]

. Hatlevik I, Katrine R. The theory-practice relationship: reflective skills and theoretical knowledge as key factors in bridging the gap between theory and practice in initial nursing education. J Adv Nurs. 2011;68(4):868-77. [ Links ]

. Lechasseur K, Lazure G, Guilbert L. Knowledge mobilized by a critical thinking process deployed by nursing students in practical care situations: a qualitative study.(Report). J Adv Nurs. 67(9):1930-40. [ Links ]

Recebido: 3 de Abril de 2014; Aceito: 2 de Junho de 2014

Autor correspondente Rosana Oliveira Silva Rua Auristides, 2, Salvador, BA, Brasil. CEP: 40210-340 rosanaosilva@hotmail.com

Conflitos de interesse: não há conflitos de interesse a declarar.

Colaborações

Silva RMO; Cordeiro ALAO; Fernandes JD e Teixeira GAS contribuíram com a concepção, elaboração do projeto, coleta e análise dos dados, redação do artigo, revisão para publicação e aprovação final da versão a ser publicada. Silva LS colaborou com a transcrição dos dados e a formatação para publicação.

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.