SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue3Production and dissemination of technological information: the performance of Inova - Agency of Innovation of the UNICAMP author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Transinformação

Print version ISSN 0103-3786

Transinformação vol.19 no.3 Campinas Sept./Dec. 2007

https://doi.org/10.1590/S0103-37862007000300007 

ARTIGO/ARTIGO

 

A promessa do audiovisual interativo

 

The promise of interactive audiovisual

 

 

João Baptista Winck

Docente, Departamento de Comunicação Social, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, Universidade Estadual Paulista. Engenheiro Luiz Edmundo Carrijo Coube, s/n, Vargem Limpa, 17033-360, Bauru, SP, Brasil. E-mail: <winck@uol.com.br>

 

 


RESUMO

A cadeia produtiva do audiovisual utiliza o capital cultural, especialmente a criatividade, como sua principal fonte de recursos, inaugurando o que se vem chamando de economia criativa. Essa cadeia de valor manufatura a inventividade como matéria-prima, transformado idéias em objetos de consumo de larga escala. A indústria da televisão está inserida num conglomerado maior de indústrias, como a da moda, das artes, da música etc. Esse gigantesco parque tecnológico reúne as atividades que têm a criação como valor, sua produção em escala como meio e o incremento da propriedade intelectual como fim em si mesmo. A industrialização da criatividade, aos poucos, está alterando o corpo teórico acerca do que se pensa sobre as relações de trabalho, as ferramentas e, acima de tudo, o conceito de bens como produto da inteligência.

Palavras-chave: indústrias criativas; audiovisual digital; televisão interativa; cadeia produtiva.


ABSTRACT

The productive chain of audiovisual uses the cultural capital, especially the creativity, as its main source of resources, inaugurating what is being called creative economy. This chain of value manufactures the inventivety as raw material, transforming ideas into objects of consumption of wide scale. The television industry is inserted in a bigger conglomerate of industries, such as fashion, arts, music, etc. This gigantic technological park congregates the activities that hold the creation as a value, its production in scale as a means, and the increment of the intellectual property as an end in itself. Little by little the industrialization of the creativity is modifying the theoretical body regarding what's thought about work relations, the tools and, above all, the concept of properties as product of intelligence.

Keywords: creative industries; digital audiovisual; interactive television; productive chain.


 

 

Texto completo disponivel apenas em PDF.

Full text avaliable only in PDF.

 

 

REFERÊNCIAS

BEY, H. TAZ: zona autônoma temporária. São Paulo: Conrad, 2001.         [ Links ]

BERENGUER, X. Promesas digitales. Disponível em:: <http://www.iua.upf.es/~berenguer/textos/promessas.html>. Acesso em: 20 out. 2006.         [ Links ]

CASTELLS, M. A sociedade em rede: a era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 1999.         [ Links ]

CATTANI, A. (Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz, 2003.         [ Links ]

GUERRA, P. A. Socioeconomía de la solidaridad. Montevideo: Nordan, 2002.         [ Links ]

MACHADO, A. A televisão levada a sério. São Paulo: SENAC, 2000.         [ Links ]

PAULO, A. (ed.). Tecnologia social: uma estratégia para o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil, 2004.         [ Links ]

RAZETO, L. Las empresas alternativas. Montevideo: Nordan, 2002.         [ Links ]

TIRIBA, L. (org.) Trabalho e educação: arquitetos, abelhas e outros tecelões da economia popular e solidária. Aparecida: Idéias e Letras, 2004.         [ Links ]

WINCK, J. B. Quem conta um ponto aumenta um ponto. o design do audiovisual interativo. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.         [ Links ]

WINCK, J. B.; LEMOS, M. A.; DIMANTAS, H. Os intelectuais e a cibercultura: além de apocalípticos e integrados. Revista do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (IBASE), p.6-11, 2003.         [ Links ]

 

 

Recebido em 8/11/2006
Aceito em 27/7/2007

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License