SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número45Bases para o estudo dos ecossistemas da Amazônia brasileira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Avançados

versão impressa ISSN 0103-4014versão On-line ISSN 1806-9592

Estud. av. v.16 n.45 São Paulo maio/ago. 2002

https://doi.org/10.1590/S0103-40142002000200001 

EDITORIAL

 

 

O DOSSIÊ sobre a amazônia brasileira, que abre este número 45 de ESTUDOS AVANÇADOS, será completado na edição a sair em dezembro deste ano. Trata-se de um conjunto de textos diferenciados que procuram dar ao leitor um retrato multifacetado e sem retoques de uma região cuja área e complexidade biológica e humana não encontra par no planeta.

Para compor o temário, a editoria valeu-se da orientação de estudiosos da envergadura de Aziz Ab'Saber, Pedro Leite da Silva Dias e Leopold Rodés, aos quais ESTUDOS AVANÇADOS agradece vivamente. Nesta edição são contemplados tópicos fundamentais para o conhecimento da Amazônia brasileira: os seus ecossistemas, o ordenamento territorial, os recursos minerais e florestais, as emissões e o sumidouro de carbono, a história da ocupação e da conquista; enfim, os desafios sociais e ecológicos que devem enfrentar os 20 milhões de brasileiros, incluindo as diversas etnias indígenas, que vivem na região.

Em seção à parte, considerando a conjuntura macroeconômica brasileira às vésperas da eleição presidencial, a revista entrevistou os quatro candidatos à chefia do poder executivo nacional. As respostas às questões centradas em nossa política econômica global abrem um leque de soluções que, enquanto cidadãos, não podemos ignorar.

No plano jurídico internacional publicamos um artigo sobre o papel do Tribunal Penal de Haia, cuja criação foi ratificada pelo Brasil: uma esperança de luz em meio à barbárie genocida praticada por alguns estados em pleno início do Terceiro Milênio.

Na intersecção de filosofia, ciências humanas e letras acham-se os textos sobre Benjamin e Melville, bem como uma reflexão sociológica em torno das dimensões da fotografia voltada para o universo da piedade popular.

Enfim, uma nota de luto para o IEA e para todos os que, na universidade brasileira, se preocupam com a pesquisa científica aliada a políticas públicas democráticas: a última página homenageia o inestimável colaborador e amigo que nos deixou, o Professor Alberto Carvalho da Silva.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons