SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue3Mapping of Araucaria angustifolia trees using GPS receiversQuality of Schizolobium parahyba seeds and seedlings from Rio Grande do Sul, Santa Catarina and Paraná states author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


CERNE

Print version ISSN 0104-7760

CERNE vol.16 no.3 Lavras July/Sept. 2010

https://doi.org/10.1590/S0104-77602010000300016 

Different strategies to estimate the commercial volume of Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan

 

Diferentes estratégias para estimar o volume comercial de Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan

 

 

Samuel de Pádua Chaves e CarvalhoI; Adriano Ribeiro de MendonçaII; Mariana Peres de LimaIII; Natalino CalegarioIV

IForest Engineer, Ph.D. candidate by the Forest Resource Graduate Program of Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – Av. Pádua Dias, 11 – 13418-900 – Piracicaba, SP – samukajm@yahoo.com.br
IIForest Engineer, Dr. Professor of Forest Engineering – Universidade Estadual de Goiás – Unidade Universitária de Ipameri – Rodovia GO 330, Km 241 – Anel Viário – 75780-000 – Ipameri, GO – ribeiroflorestal@yahoo.com.br
IIIForest Engineer, Professor, M.Sc. in Forest Engineering – Universidade Federal do Mato Grosso – Campus Sinop – 78550-000 – Sinop, MT, Brasil – marianaperes@cpd.ufmt.br
IVForest Engineer, Dr. Professor of Forest Sciences – Departamento de Ciências Florestais – Universidade Federal de Lavras – 37200-000 – Lavras, MG – calegari@dcf.ufla.br

 

 


ABSTRACT

This work aimed to evaluate the use of traditional models, profile and relative height method, for estimating the commercial volume of Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan. Data were obtained from scaling of separate lengths of the stem of 22 trees, using Smalian's method. Tree stems were measured 0.1m, 0.30m, 0.70m, 1.0m, 1.30m above the ground and then every 1m. For purposes of method assessment and comparison, statistics were used that include percent standard error, bias, standard deviation of differences, in addition to graphic interpretation of residuals. Assessments showed that Stoate's model is the most accurate, followed by Schumacher's model. They also showed that the linearized Schumacher's model reduced accuracy by an average 0.32% and that the relative height method was biased in this study.

Key words: Volume equations, taper, relative height.


RESUMO

Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o uso de modelos tradicionais, de perfil e o método da altura relativa, na estimativa do volume comercial de Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan. Os dados foram obtidos da cubagem rigorosa de 22 árvores através do método de Smalian. Os fustes das árvores foram medidos a 0,1m; 0,30m; 0,70m; 1,0m; 1,30m e posteriormente de 1 em 1m. Para fins de avaliação e comparação dos métodos, foram aplicadas estatísticas de: Erro padrão percentual, Bias, Desvio Padrão das Diferenças, além da interpretação gráfica dos resíduos. Com base nestas avaliações pôde-se concluir que o modelo de Stoate é o mais preciso, seguido pelo modelo de Schumacher. Conclui-se também que a linearização do modelo de Schumacher reduziu sua precisão 0,32% em média e que o método da altura relativa foi tendencioso neste estudo.

Palavras-chave: Equações de volume, afilamento, altura relativa.


 

 

Full text available only in PDF format.

Texto completo disponível apenas em PDF.

 

5 BIBLIOGRAPHICAL REFERENCES

ANDRADE, V. C. L. Um método para descrever o perfil do tronco em árvores de eucalipto utilizando geometria analítica. 2001. 86 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2001.         [ Links ]

CHICHORRO, J. K.; RESENDE, J. L. P.; LEITE, H. G. Equações de volume e de taper para quantificar multiprodutos da madeira em floresta atlântica. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 6, p. 799809, 2003.         [ Links ]

COUTO, H. T. Z.; BASTOS, N. L. M. Modelos de equações de volume e relações hipsométricas para plantações de Eucalyptus no estado de São Paulo. IPEF, n. 37, p. 33-44, dez. 1987.         [ Links ]

COUTO, H. T. do; VETTORAZZO, S. C. Seleção de equações de volume e peso seco para Pinus taeda. Cerne, Lavras, v. 5, n. 1, p. 69-80, 1999.         [ Links ]

DEMAERSCHALK, J. P. Converting volume equations to compatible taper equations. Forest Science, Amsterdam, v. 18, n. 3, p. 241-245, 1972.         [ Links ]

LEITE, H. G.; ANDRADE, V. C. L. Um método para condução de inventários florestais sem o uso de equações volumétricas. Revista Árvore, Viçosa, v. 26, n. 3, p. 321-328, 2002.         [ Links ]

LIMA, F. S. Análise de funções de "taper" destinadas à avaliação de multiprodutos de árvores de Pinus elliiotti. 1986. 79 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1986.         [ Links ]

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil. 4. ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2002. v. 2.         [ Links ]

MACHADO, S. A.; TÉO, S. J.; URBANO, E.; FIGURA, M. A.; SILVA, L. C. R. Comparação de métodos de cubagem absolutos com o volume obtido pelo xilômetro para bracatinga (Mimosa scabrella). Cerne, Lavras, v. 12, n. 3, p. 239-253, 2006.         [ Links ]

MENDONÇA, A. R. de; SILVA, G. F. da; OLIVEIRA, J. T. da S.; NOGUEIRA, G. S. Avaliação de funções de afilamento visando a otimização de fustes de Eucalyptus sp. para multiprodutos. Cerne, Lavras, v. 13, n. 1, p. 71-82, 2007.         [ Links ]

NASCIMENTO, G. D.; PIFANO, D. S.; LIMA, M. P. de; CALEGARIO, N. Floristic aspects and diversity of regenerated arboreal species under a stand of Anadenanthera peregrina SPEG. Cerne, Lavras, v. 15, n. 2, p. 187-195, 2009.         [ Links ]

SCHÖEPFER, W. Automatisierung des Massen, Sorten und Wertberechnung stenender Waldbestande Schriftenreihe Bad. [S.l.]: Wurtt-Forstl, 1966. No page.         [ Links ]

SPATHELF, P.; NUTTO, L. Modelagem aplicada ao crescimento e produção florestal. Santa Maria: UFSM, 2000.         [ Links ]

VILELA, E. A.; RAMALHO, M. A. P. Análise das temperaturas e precipitações pluviométricas de Lavras, Minas Gerais. Ciência e Prática, Lavras, v. 3, n. 1, p. 71-79, 1979.         [ Links ]

 

 

Received: April 15, 2009
Accepted: June 30, 2010

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License