SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2Characterization of residues from plant biomass for use in energy generationBiomass in monospecific and mixed stands of eucalyptus and black wattle and corn in an agroforestry system author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • Portuguese (pdf)
  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


CERNE

Print version ISSN 0104-7760

CERNE vol.17 no.2 Lavras Apr./June 2011

https://doi.org/10.1590/S0104-77602011000200013 

Estrutura e florística de um remanescente de Caatinga arbórea em Juvenília, norte de Minas Gerais, Brasil

 

Structure and floristics of a remnant of arboreous Caatinga in Juvenília, northern Minas Gerais, Brazil

 

 

Rubens Manoel dos SantosI; Ana Carolina Maioli Campos BarbosaII; Hisaias de Souza AlmeidaIII; Fábio de Almeida VieiraIV; Paola Ferreira SantosV; Douglas Antônio de CarvalhoVI; Ary Teixeira de Oliveira-FilhoVII

IBiólogo, Professor Dr. em Engenharia Florestal - Departamento de Ciências Florestais/DCF - Universidade Federal de Lavras/UFLA - Cx. P. 3037 - 37200-000 - Lavras, MG - rubensmanoel@dcf.ufla.br
IIEngenheira Florestal, Professora Dra. em Engenharia Florestal - Departamento de Ciências Florestais/DCF - Universidade Federal de Lavras/UFLA - Cx. P. 3037 - 37200-000 - Lavras, MG - accampo@gmail.com
IIIBiólogo, Doutorando em Engenharia Florestal - Departamento de Ciências Florestais/DCF - Universidade Federal de Lavras/UFLA - Cx. P. 3037 - 37200-000 - Lavras, MG - hisaias37@gmail.com
IVBiólogo, Professor Dr. em Engenharia Florestal - Departamento de Engenharia Florestal - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Unidade de Ciências Agrárias - RN 160, Km 03 - Cx. P. 7 - 59280-000 - Macaiba, RN - vieirafa@yahoo.com.br
VBióloga - Faculdade de Saúde Ibituruna-Santa Casa - Avenida Nice, N 99, Ibituruna - 39400-089 - Montes Claros, MG
VIAgrônomo, Professor Dr. em Biologia Vegetal - Departamento de Biologia - Universidade Federal de Lavras/UFLA - Cx. P. 3037 - 37200-000 - Lavras, MG - douglasc@dcf.ufla.br
VIIEngenheiro Florestal, Professor Dr. em Ecologia e Fitogeografia - Departamento de Botânica - Instituto de Ciências Biológicas - Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG - Cx. P. 486 - 31270-910 - Belo Horizonte, MG - ary.oliveira.filho@gmail.com

 

 


RESUMO

Devido à heterogeneidade fitofisionômica da vegetação na região Norte Mineira, a estrutura e riqueza de seus remanescentes são consideravelmente variáveis, e, embora pouco conhecida, trata-se de uma região amplamente explorada economicamente. Objetivou-se, com este estudo, caracterizar a estrutura e florística de uma área de caatinga arbórea, localizada em Juvenília, Minas Gerais. Foram alocadas 20 parcelas de 20 × 20 m (400 m2) totalizando 0,8 há. Nelas foram mensurados todos os indivíduos com CAP (circunferência à altura do peito) > 10 cm. Para complementar a listagem florística do componente arbustivoarbóreo, foram realizadas quatro visitas para coleta de material botânico entre janeiro e dezembro de 2003. A composição florística foi representada por 64 espécies arbóreas, destas, 47 foram amostradas no levantamento fitossociológico. A diversidade da área foi de H' = 2,90 e J' = 0,76, com dominância das espécies Anadenanthera colubrina, Poincianella pluviosa e Myracrodruon urundeuva que apresentaram os maiores valores de Dominância: 26,3, 13,1 e 20,3%; Densidade: 11,2, 16,6 e 10,1%; Frequência: 6,2, 6,5 e 5,5% e Valor de Importância: 14,6, 12,1 e 12,0%, respectivamente. A distribuição diamétrica da comunidade tendeu à normalidade, com menor quantidade de indivíduos nas classes diamétricas menores e maiores. A comunidade estudada mostra padrões estruturais e florísticos semelhantes a outros remanescentes de florestas deciduais em bom estado de conservação, dentro e fora do bioma Caatinga, embora tenha sido evidenciada a presença de interferências antrópicas na área.

Palavras-chave: Distribuição diamétrica, diversidade, dominância ecológica.


ABSTRACT

Due to the phytophysiognomic heterogeneity of the northern Minas Gerais region, the structure and richness of local vegetation remnants vary considerably, and regardless of the fact that the region is yet little known, it has been widely explored economically. The objective of this study is to characterize the structure and floristics of a fragment of Arboreous Caatinga located in Juvenília, Minas Gerais. Twenty 20 × 20m plots (400 m2) were allocated, to a total of 0.8 ha, and all individuals in them with a CAP (circumference at breast height) > 10 cm were recorded. To complement the floristic listing of shrub and tree components, four visits were undertaken to collect botanical material, between January and December 2003. The floristic composition was represented by 64 arboreous species, out of which 47 were sampled in the phytosociological survey. The local diversity was H' = 2.90 and J' = 0.76, with a dominance of species Anadenanthera colubrina, Poincianella pluviosa and Myracrodruon urundeuva, respectively with Dominance: 26.3%, 13.1% and 20.3%; Density: 11.2%, 16.6% and 10.1%; Frequency: 6.2%, 6.5% and 5.5% and Importance Value: 14.6%, 12.1% and 12.0%. The diameter distribution of the community tended to normality, with less individuals in smaller and larger diameter classes. The structural and floristic patterns of the community in question were found to be similar to other reasonably preserved remnants of deciduous forest, inside and outside the Caatinga biome, despite the evidence of local anthropic intervention.

Key words: Diameter distribution, diversity, ecological dominance.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

4 REFERÊNCIAS

AB'SABER, A. Os domínios de natureza no Brasil. 3. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2005. 159p.         [ Links ]

ALCOFORADO-FILHO, F. G.; SAMPAIO, E. V. S. B.; RODAL, M. J. N. Florística e fitossociologia de um remanescente de vegetação caducifólia espinhosa arbórea em Caruaru, Pernambuco. Acta Botanica Brasílica, São Paulo, v. 17, n. 2, p. 287-303, jun. 2003.         [ Links ]

ALMEIDA, H. S.; MACHADO, E. L. M. Espécies indicadoras do componente arbóreo em comunidades de Floresta Estacional Decídua. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 5, n. 1, p. 654-656, jul. 2007.         [ Links ]

ANGIOSPERM PHYLOGENY GROUP, THE. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG II. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 141, p. 399-436, 2003. Disponível em: <http://www.blackwell-synergy.com/links/doi/10.1046/j.1095-8339.2003.t01-1-00158.x/pdf>. Acesso em: 14 jan. 2008.         [ Links ]

ARAÚJO, F. S.; SAMPAIO, E. V. S. B.; FIGUEIREDO, M. A.; RODAL, M. J. N.; FERNANDES, A. G. Composição florística da vegetação de carrasco, Novo Oriente, CE. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 21, n. 2, p. 105-116, abr. 1998a.         [ Links ]

ARAÚJO, E. L.; SAMPAIO, E. V. S. B.; RODAL, M. J. N. Composição florística e fitossociológica de três áreas de Caatinga de Pernambuco. Revista Brasileira de Biologia, São Carlos, v. 55, n. 4, p. 595-607, out. 1995.         [ Links ]

ARAÚJO, F. S.; SAMPAIO, E. V. S. B.; RODAL, M. J. N.; FIGUEIREDO, M. A. Organização comunitária do componente lenhoso de três áreas de carrasco em Novo Oriente, CE. Revista Brasileira de Biologia, São Carlos, v. 58, n. 1, p. 85-95, jan. 1998b.         [ Links ]

ARAÚJO, G. M.; HARIDASAN, M. Estrutura fitossociológica de duas matas mesófilas semidecíduas em Uberlândia, Triângulo Mineiro. Naturalia, Rio Claro, v. 22, p. 115-129, jan. 1997.         [ Links ]

BOTREL, R. T.; OLIVEIRA-FILHO, A. T.; RODRIGUES, L. A.; CURI, N. Composição florística e estrutura da comunidade arbórea de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual em Ingaí-MG, e a influência de variáveis ambientais na distribuição das espécies. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 25, n. 2, p. 195-213, jun. 2002.         [ Links ]

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Manual de métodos de análises de solo. 2. ed. Rio de Janeiro, 1997. 412 p.         [ Links ]

FAGUNDES, L. M.; CARVALHO, D. A.; BERG, E. van den; MARQUES, J. J. G. S. M.; MACHADO, E. L. M. Florística e estrutura do estrato arbóreo de dois fragmentos de florestas deciduais às margens do rio Grande, em Alpinópolis e Passos, MG, Brasil. Acta Botanica Brasilica, São Paulo, v. 21, n. 1, p. 65-78, jan. 2007.         [ Links ]

FELFILI, J. M. Diversity, structure and dynamics of a gallery forest in central Brazil. Vegetatio, v. 117, n. 1, p. 1-15, Jan. 1995.         [ Links ]

FERNANDES, A. Conexões florísticas do Brasil. Fortaleza: Banco do Nordeste, 2003. 135 p.         [ Links ]

FERRAZ, E. M. N.; RODAL, M. J. N.; SAMPAIO, E. V. S. B.; PEREIRA, R. C. A. Composição florística em trechos de vegetação de caatinga e brejo de altitude na região do Vale do Pajeú, Pernambuco. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 21, n. 1, p. 7-15, jan. 1998.         [ Links ]

IVANAUSKAS, N. M.; RODRIGUES, R. R. Florística e fitossociologia de remanescentes de floresta estacional decidual em Piracicaba, São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 23, n. 3, p. 291-304, jul. 2000.         [ Links ]

KENT, M.; COKER, P. Vegetation description and analysis: a practical approach. London: Belhaven, 1992. 363 p.         [ Links ]

MARTINS, F. R. Estrutura de uma floresta mesófila. 2. ed. Campinas: Unicamp, 1993. 246 p.         [ Links ]

MEYER, H. A.; RECKNAGEL, A. B.; STEVENSON, D. D.; BARTOO, R. A. Forest management. 2. ed. New York: Ronald, 1961. 282 p.         [ Links ]

MUELLER-DOMBOIS, D.; ELLEMBERG, H. Aims and methods of vegetation ecology. New York: J. Wiley, 1974. 547 p.         [ Links ]

NASCIMENTO, A. R. T.; FELFILI, J. M.; MEIRELLES, E. M. Florística e estrutura da comunidade arbórea de um remanescente de floresta estacional decidual de encosta, Monte Alegre, GO, Brasil. Acta Botanica Brasílica, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 659-669, jul. 2004.         [ Links ]

OBA, G. Effects of excluding goat herbivory on Acacia tortilis woodland around pastoralist settlements in northwest Kenya. Acta Oecologica, v. 19, n. 4, p. 395-404, 1998. Disponível em: <http http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleListURL&_method=list&_ArticleListID=1001189596&_sort=r&view
=c&_acct=C000037521&_version=1&_urlVersion=0&_userid=686380&md5=985c76a0bad46e1c18d346de926edd6
>. Acesso em: 4 set. 2009.

OLIVEIRA-FILHO, A. T.; CURI, N.; VILELA, E. A.; CARVALHO, D. A. Effects of canopy gaps, topography and soils on the distribution of woody species in a central brasilian deciduous dry forest. Biotropica, v. 30, p. 362-375, 1998. Disponível em: <http://www.icb.ufmg.br/treeatlan/>. Acesso em: 4 set. 2009.         [ Links ]

OLIVEIRA-FILHO, A. T.; FONTES, M. A. Patterns of floristic differentiation among Atlantic Forests in southeastern Brazil and the influence of climate. Biotropica, v. 32, n. 4b, p. 793-810, Sept. 2000. Disponível em: <http://www.icb.ufmg.br/treeatlan>. Acesso em: 1 mar. 2011.         [ Links ]

OLIVEIRA-FILHO, A. T.; RATTER, J. A. Padrões florísticos das matas ciliares da região dos cerrados e a evolução das paisagens do Brasil Central durante o quaternário tardio. In: RODRIGUES, R. R.; LEITãO-FILHO, H. F. Matas ciliares: conservação e recuperação. São Paulo: Edusp, 2000. p. 73-89.         [ Links ]

PEREIRA, I. M.; ANDRADE, L. A.; BARBOSA, M. R. V.; SAMPAIO, E. V. S. B. Composição florística e análise fitossociológica do componente arbustivo-arbóreo de um remanescente florestal no agreste Paraibano. Acta Botânica Brasílica, São Paulo, v. 16, n. 3, p. 357-369, jul. 2002.         [ Links ]

PEREVOLOTSKY, A.; HAIMOV, Y. The effect of thinning and goat browsing on the structure and development of mediterranean woodland in Israel. Forest Ecology and Management, Madison, v. 49, p. 61-74, May 1992. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleURL&_udi=B6T6X-49159C3-CF&_user=686380&_coverDate=05%2F31%2F1992&_rdoc=5&_fmt=high&_orig=browse&_srch=docinfo(%23toc%235042%231992%23999509998%23439939%23FLP%23display%23
Volume)&_cdi=5042&_sort=d&_docanchor=&_ct=20&_acct=C000037521&_version=1&_urlVersion=0&_userid=686380&md5=b003bb697d97378d89787a848b53c598
>. Acesso em: 4 set. 2009.         [ Links ]

PRADO, D. E. As caatingas da América do Sul. In: LEAL, I. L.; TABARELLI, M.; SILVA, J. M. C. Ecologia e conservação da Caatinga. Recife: UFPE, 2003. p. 3-74.         [ Links ]

PRADO, D. E.; GIBBS, P. E. Patterns of species distributions in the dry seasonal forest of South America. Annual of the Missouri Botanical Garden, Saint Louis, v. 80, p. 902-927, 1993.         [ Links ]

QUEIROZ, L. P. The Brazilian Caatinga: phytogeographical patterns inferred from distribution data of the Leguminosae. In: PENNINGTON, R. T.; RATTER, J. A.; LEWIS, G. P. Neotropical savannas and dry forests: plant diversity, biogeography and conservation. Boca Raton: CRC, 2006. p. 113-149. (The Systematics Association Special volume Series, 69).         [ Links ]

RICHARDS, P. W. The tropical rain forest. Cambridge: Cambridge University, 1952. 450 p.         [ Links ]

RODAL, M. J. N.; ANDRADE, K. V. de S. A.; SALES, M. F. de; GOMES, A. P. S. Fitossociologia do componente lenhoso de um refúgio vegetacional no município de Buíque, Pernambuco. Revista Brasileira de Biologia, São Paulo, v. 58, n. 3, p. 517-526, jul. 1998.         [ Links ]

RODAL, M. J. N.; BARBOSA, R. V.; THOMAS, W. W. Do the seasonal forests in northeastern Brazil represent a single floristic unit? Brazilian Journal of Biology, São Carlos, v. 68, n. 3, p. 467-475, Aug. 2008.         [ Links ]

RODAL, M. J. N.; NASCIMENTO, L. M.; MELO, A. L. Composição florística de um trecho de vegetação arbustiva caducifólia, no município de Ibimirim, PE, Brasil. Acta Botânica Brasílica, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 15-28, jan. 1999.         [ Links ]

SALES, M. F.; MAYO, S. J.; RODAL, M. J. N. Plantas vasculares das florestas serranas de Pernambuco: um checklist da flora ameaçada dos brejos de altitude. Recife: UFPE, 1998. 130 p.         [ Links ]

SALIS, S. M.; SILVA, M. P.; MATTOS, P. V.; SILVA, J. S. V.; POTT, V. J.; POTT, A. Fitossociologia de remanescentes de Floresta Estacional Decidual em Corumbá, estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 27, n. 4, p. 671-684, out. 2004.         [ Links ]

SAMPAIO, E. V. S. B. Fitossociologia. In: SAMPAIO, E. V. S. B.; MAYO, S. J.; BARBOSA, M. R. V. Pesquisa botânica nordestina: progresso e perspectivas. Recife: Sociedade Botânica do Brasil, 1996. p. 203-230.         [ Links ]

SAMPAIO, E. V. S. B. Overview of the Brazilian Caatinga. In: BULLOCK, S. H.; MOONEY, H. A.; MEDINA, E. Seasonally dry tropical forests. Cambridge: Cambridge University, 1995. p. 35-63.         [ Links ]

SANO, S. M.; ALMEIDA, S. P. Cerrado: ambiente e flora. Planaltina: Embrapa-CPAC, 1998. 556 p.         [ Links ]

SANTOS, R. M. Identidade e relações florísticas da caatinga arbórea do norte de Minas Gerais e sudeste da Bahia. 2009. 85 p. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.         [ Links ]

SANTOS, R. M.; VIEIRA, F. A. Análise estrutural do componente arbóreo de três áreas de cerrado em diferentes estádios de conservação no município de Três Marias, Minas gerais, Brasil. Cerne, Lavras, v. 11, n. 4, p. 399-408, dez. 2005.         [ Links ]

SANTOS, R. M.; VIEIRA, F. A.; FAGUNDES, M.; NUNES, Y. R. F.; GUSMÃO, E. Riqueza e similaridade florística de oito remanescentes florestais no norte de Minas Gerais, Brasil. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 1, p. 135-144, jan. 2007.         [ Links ]

SCOLFORO, J. R. S.; MELLO, J. M. Inventário florestal. Lavras: UFLA/FAEPE, 1997. 341 p.         [ Links ]

SEVERSON, K. E.; DEBANO, L. F. Influence of spanish goats on vegetation and soils in Arizona chaparral. Journal of Range Management, Tucson, v. 44, n. 2, p. 111-117, Apr. 1991.         [ Links ]

SILVA, L. A.; SCARIOT, A. Composição florística e estrutura da comunidade arbórea em uma floresta estacional decidual em afloramento calcário: fazenda São José, São Domingos, GO, Bacia do Rio Paranã. Acta Botanica Brasilica, São Paulo, v. 17, n. 2, p. 305-313, abr. 2003.         [ Links ]

SOUZA, M. J. N.; MARTINS, M. L. R.; SOARES, Z. M. L.; FREITAS-FILHO, M. R.; ALMEIDA, M. A. G.; PINHEIRO, F. S. A.; SAMPAIO, M. A. B.; CARVALHO, G. M. B. S.; SOARES, A. M. L.; GOMES, E. C. B.; SILVA, R. A. Redimensionamento da região semi-árida do Nordeste do Brasil. In: CONFERÊNCIA NACIONAL E SEMINÁRIO LATINO-AMERICANO DE DESERTIFICAÇÃO, 1994, Fortaleza. Anais... Fortaleza: Fundação Esquel do Brasil, 1994.         [ Links ]

TABARELLI, T.; SILVA, J. M. C. Áreas e ações prioritárias para a conservação da biodiversidade da caatinga. In: LEAL, I. R.; TABARELLI, M.; SILVA, J. M. C.; BARROS, M. L. B. Ecologia e conservação da caatinga. Recife: UFPE, 2003. p. 777-796.         [ Links ]

 

 

(recebido: 9 de fevereiro de 2009; aceito: 29 de março de 2011)

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License