SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número2Desempenho de cultivares de alface tipo americana em cultivo de outono no sul de Minas GeraisEfeito de extratos orgânicos, associados ao surfactante tween 80, na germinação e crescimento de plântulas de alface índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Ciênc. agrotec. vol.28 no.2 Lavras mar./abr. 2004

https://doi.org/10.1590/S1413-70542004000200006 

a06

Efeito da densidade de mudas por célula e do volume da célula na produção de mudas e cultivo da rúcula

Effect of seedlings density per cells and cells volume  on seedlings production and yield of rocket press

 

 

Marie Yamamoto ReghinI; Rosana Fernandes OttoI; Jhony Van Der VinneII

IDoutoras, Professoras Adjunto de Olericultura. Departamento de Fototecnia e Fitossanidade. Universidade Estadual de Ponta Grossa, Av. Carlos Cavalcanti, 4748 – Ponta Grossa, PR. Campus de Uvaranas
IIBolsista de IC/CNPq, acadêmico do 50 ano do curso de Agronomia. Universidade Estadual de Ponta Grossa, PR. Campus de Uvaranas

 

 


RESUMO

O experimento foi conduzido em Ponta Grossa (PR) com o objetivo de avaliar o efeito da densidade de mudas por célula em diferentes bandejas na produção de mudas e no cultivo da rúcula. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições; os tratamentos foram distribuídos conforme esquema fatorial 4 x 2, sendo densidades de mudas por célula (uma, duas, três e quatro), e dois tipos de bandejas de poliestireno expandido (200 e 288 células). A semeadura foi realizada em 28/03/2003, com sementes da cultivar Cultivada, em células preenchidas com o substrato Plantmax, sob cultivo protegido. Antes do transplante, avaliaram-se as características de número de folhas definitivas, comprimento da parte aérea e da raiz, matéria fresca e seca da parte aérea e da raiz. O transplante foi realizado aos 17 dias da semeadura, em parcelas com 40 plantas dispostas no espaçamento 0,20 x 0,10 m. Na colheita, aos 20 dias do transplante, foram avaliadas as características de comprimento da parte aérea, número de folhas, matéria fresca e seca por planta. No estádio de mudas, observou-se efeito significativo de interação para algumas características avaliadas. O volume da célula foi um fator importante na produção de mudas e dependente da densidade. A melhor qualidade de muda foi proveniente de bandejas com 200 células (16 cm3), quando comparada com as de 288 células (12 cm3). À medida que houve aumento da densidade de mudas por célula, observou-se maior efeito de competição, principalmente nas bandejas com 288 células. No entanto, o comportamento diferenciado das mudas provenientes das bandejas de 200 e 288 células não se manifestou durante o cultivo. Na época de colheita, somente a característica de comprimento da parte aérea diferiu estatisticamente, sendo superior nas plantas provenientes da bandeja com 200 células. Por outro lado, a densidade de mudas promoveu respostas diferentes na produção da rúcula. Houve diminuição no comprimento da parte aérea, número de folhas, peso da matéria fresca e seca produzida por planta, em resposta à pressão de competição promovida pelo aumento da densidade. Considerando o rendimento de matéria fresca, a densidade contribuiu diretamente para o incremento dessa característica. Observou-se a média de 1,4 kg m-2, quando se usou a densidade de uma muda e de 6,4 kg m-2 com quatro mudas. Para os dois tipos de bandejas, à medida que houve aumento da densidade de mudas, houve resposta linear crescente na matéria fresca por área.  Como a forma de comercialização predominante para a rúcula é em maços, o rendimento promovido pela densidade de quatro mudas, tanto na bandeja de 200 como na de 288 células, apresentou-se como a alternativa mais adequada.

Termos para indexação: Eruca sativa L., produção de mudas, densidade de mudas, tamanho da célula.


ABSTRACT

The experiment was realized in Ponta Grossa (PR) aiming at avaluating seedlings density/cells using different trays and its effects on seedlings production and yield of rocket press. The experimental design was a randomised blocks with four replications; the treatments followed a factorial arrangement 4 x 2, being 1, 2 , 3 and 4 seedlings/cell on trays with 200 and 288 cells. Seeds were sowed on 28/03/2003, with the cultivar Cultivada on trays with commercial substrate Plantmax under protected cultivation. Before seedlings transplanting it was avaluated the characteristics of leaves number, lenght of upper part and root, fresh and dry weight of up ground material and root. The seedlings transplanting was carried out through with seventeen days in plots containing 40 plants in 0,20 x 0,10 m arrangement. At harvesting, 20 days of the seedlings transplanting, it was avaluated the following characteristics: lenght of upper part, leaves number, fresh and dry weight of up ground material. On the seedlings stage it was observed a significative effect of the interaction. The cell size was an important factor on seedlings production and it depended also on seedlings densities/cell. The best seedlings quality was obtained using trays with 200 cells, compared to 288 cells. Increasing the seedlings density/cell it was observed higher effect of  seedlings  competition,  mainly  on trays of 288 cells on the characteristics of leaves number, fresh weight of up ground material and lenght of upper part and root. However these differences were diluted during plants development on the field, being at the harvesting only the characteristic of leaves number still superior on trays of 200 cells (volume of 16 cm3) compared to 288 cells (12 cm3). On the other hand the seedlings density/cell promoted yield response on rocket press. It was observed linear response on yield. It was observed decreasing on lenght of upper part, leaves number, fresh and dry weight of up ground material, in response of competition pressure among plants promoted by density increasing. However it was observed linear increment on yield/area with the increasing of the seedlings/density. The increment on fresh weight was significative considering yield average of 1,4 kg m-2 on density of single seedling and 6,4 kg m-2 when it was used four seedlings/cell. It was observed that when density was increased, higher was the yield on fresh weight to both trays. Considering the commercialization of rocket press mainly on bunch, it seems more interesting a higher density with four seedlings, on trays with 200 or 288 cells.

Index terms: Eruca sativa L., seedlings production, seedlings densitiy, cell size.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BARNABÉ, J.; GIORGETTE, J. R.; GOTO, R. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 12, n. 1, 1994. Resumo.         [ Links ]

BARROS, S. B. M. de. Avaliação de diferentes recipientes na produção de mudas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.) e pepino (Cucumis sativus L.). 1997. 70 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997.         [ Links ]

CAMARGO FILHO, W. P.; MAZZEI, A. R. Mercado de verduras: planejamento, estratégia e comercialização. Informações Econômicas, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 45-54, 2001.         [ Links ]

FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de Olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa: UFV, 2000. 402 p.         [ Links ]

FISHER, K. J.;  BENSON, B. L. K.  The  effect of nitrogen, volume of media, plant density, and module shape on the growth of asparagus seedlings. Scientia Horticulturae, Amsterdam, v. 24, p. 45-51, 1984.         [ Links ]

GUIMARÃES, V. F.; ECHER, M. M.; MINAMI, K. Métodos de produção de mudas, distribuição de matéria seca e produtividade de plantas de beterraba. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 3, p. 505-509, 2002.         [ Links ]

LATIMER, J. G. Container size and shape influence growth and landscape performance of marigold seedling. Hortscience, Alexandria, v. 26, p. 124-126, 1991.         [ Links ]

MINAMI, K. Produção de mudas de alta qualidade em Horticultura. São Paulo: Agronômica Ceres, 1995. 357 p.         [ Links ]

MINAMI, K.; TESSARIOLI NETO, J. A cultura da rúcula. Piracicaba: ESALQ, 1998. 19 p.         [ Links ]

MODOLO, V. A.; TESSARIOLI NETO, J. Avaliação  do  desenvolvimento  de  mudas  de  quiabeiro (Abelmoschus esculentus (L.) Moench) em diferentes tipos de bandeja e substrato. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 1998, Petrolina, PE. Anais... Petrolina, PE: [s.n.], 1998. CD-ROM.         [ Links ]

SANTOS, H. S.; ZATARIM, M.; GOTO, R. Influência da densidade e do sistema de semeadura na produção de rúcula. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 2, 2002. Suplemento 2.         [ Links ]

TAVEIRA, J. A. M. Produção de mudas. Curitiba: SENAR, 1996. 86 p.         [ Links ]

 

 

(Recebido para publicação em 28 de julho de 2003 e aprovado em 3 de setembro de 2003)

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons