SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue7Brown J. Influenza: The Hundred Year Hunt to Cure the Deadliest Disease in History. Nova York: Atria Books; 2018.Errata author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123On-line version ISSN 1678-4561

Ciênc. saúde coletiva vol.25 no.7 Rio de Janeiro July 2020  Epub July 08, 2020

http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232020257.14382020 

CARTAS

Resposta ao artigo: Abordagem dietética para controle da hipertensão: reflexões sobre adesão e possíveis impactos para a saúde coletiva

Response to the article: Dietary approach to control hypertension: reflections on adherence and possible impacts on public health

Matheus Henrique da Silva Saloti1 
http://orcid.org/0000-0002-1723-7069

Leonardo Kfouri Medeiros1 
http://orcid.org/0000-0002-8789-4515

Eliane Mazzuco dos Santos1 
http://orcid.org/0000-0001-6496-2602

1Universidade do Sul de Santa Catarina. Tubarão SC Brasil.


Definida como uma doença crônica, a hipertensão arterial (HA) é caracterizada pelos níveis de pressão sanguínea nas artérias iguais ou acima de 140/90 mmHg1. A partir dela, diversas doenças podem surgir, como enfarte, insuficiência renal e cardíaca1, ressaltando a necessidade de seu controle a nível nacional, já que 32.3% de brasileiros possui HA diagnosticada através de medição por instrumento e em uso de medicações anti-hipertensivas2.

De acordo com o presente estudo3, o uso da dieta DASH tem grande valor para controle da hipertensão, já que ela prevê ingestão elevada de frutas, vegetais e cálcio, e consumo reduzido de gorduras saturadas4. De fato, tal dieta traz grandes benefícios à população, mas apenas sua sugestão não é suficiente para um impacto verdadeiro na saúde coletiva, sendo esperada uma postura mais abrangente dos autores no combate a este mal. Neste sentido, é indiscutível o papel ímpar das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e seus agentes no controle e prevenção desta doença, uma vez que a Atenção Básica cobre mais de 155 milhões brasileiros5.

Assim, é através dos trabalhos locais e direcionados das equipes multiprofissionais das UBSs que hipertensos poderão ser acompanhados na sua reeducação alimentar, além de aplicação de atividades físicas, apresentação de palestras educativas, formação de grupos de caminhada e de auto-ajuda. Não obstante, sua prevenção ajudaria o Sistema Único de Saúde, uma vez que, em 2018, os gastos relacionados à diabetes, hipertensão e obesidade alcançaram 3,45 bilhões de reais, sendo mais da metade deste valor (59%) gasto com o tratamento da hipertensão6.

De modo geral, ao analisarmos de modo crítico o artigo, podemos compreender que a hipertensão arterial está em crescimento, e que dietas estão atuando contra este aumento, embora o fator de contribuição local e individual das UBSs não tenha sido abordado de modo necessário. Além disso, debater e propor estratégias na Atenção Básica que sejam mais efetivas na rotina da população hipertensa é indispensável na redução de desenvolvimento de doenças secundárias, que exigem maiores gastos por parte do SUS em média e alta complexidade.

Referências

1 Brasil. Ministério da Saúde (MS). Hipertensão (pressão alta): o que é, causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção [página na Internet]. 2020 [acessado 2020 Abr 26]. Disponível em: Disponível em: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/hipertensaoLinks ]

2 Malta DC, Gonçalves RPF, Machado ÍE, Freitas MIF, Azeredo C, Szwarcwald CL. Prevalência da hipertensão arterial segundo diferentes critérios diagnósticos, Pesquisa Nacional de Saúde. Rev Bras Epidemiol 2018; 21(Supl. 1):E180021. [ Links ]

3 Bricarello LP, Retondario A, Poltronieri F, Souza AM, Vasconcelos FAG. Abordagem dietética para controle da hipertensão: reflexões sobre adesão e possíveis impactos para a saúde coletiva. Cien Saude Colet 2020; 25(4):1421-1432. [ Links ]

4 Gowdak M. Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Hipertensão. 10 aspectos relevantes da dieta Dash [página na Internet]. 2019 [acessado 2020 Abr 26]. Disponível em: Disponível em: http://www.sbh.org.br/arquivos/artigos/10-aspectos-relevantes-da-dieta-dashLinks ]

5 Brasil. E-Gestor Atenção Básica. Cobertura da Atenção Básica [Internet]. 2019 [acessado 2020 Mar 6]. Disponível em: Disponível em: https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/relatorios/relHistoricoCoberturaAB.xhtml;jsessionid=9rEqTXufnRk9BtfhFU10qwXpLinks ]

6 Nilson EAF, Andrade RCS, Brito DA, Oliveira ML. Custos atribuíveis a obesidade, hipertensão e diabetes no Sistema Único de Saúde, Brasil, 2018. Rev Panam Salud Publica 2020; 44:e32. [ Links ]

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que o trabalho original seja corretamente citado.