SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue1Knowledge about voice and the importance of voice as an educational resource in the perspective of university professors author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846On-line version ISSN 1982-0216

Rev. CEFAC vol.17 no.1 São Paulo Jan./Feb. 2015

http://dx.doi.org/10.1590/1982-02162015171 

Editorial

EDITORIAL

Simone Aparecida Capellini


Com satisfação entrego o primeiro volume de 2015 composto por 35 contribuições científicas, sendo 25 artigos originais, 4 artigos de revisão de literatura e 6 relatos de casos nas áreas da audiologia, linguagem, saúde coletiva, motricidade orofacial, disfagia e voz.

Quanto aos artigos originais, Servilha e Costa apresentam a primeira contribuição sobre o Conhecimento Vocal e a Importância da Voz como Recurso Pedagógico na perspectiva de Professores Universitários. A segunda contribuição é de Fernandes, Abramides e Teles sobre as Habilidades sociais em estudantes de jornalismo. Cielo, Ribeiro e Hoffmann escrevem a terceira contribuição sobre os Sintomas vocais de futuros profissionais da voz. A quarta contribuição é de Leite, Carnevale, Rocha, Pereira e Filho sobre a Relação entre autoavaliação vocal e dados da avaliação clínica em indivíduos disfônicos.

Anhaia, Klahr e Cassol apresentam a quinta contribuição sobre a Associação entre o tempo de magistério e a autoavaliação vocal em professores universitários: estudo observacional transversal. Qualidade de vida em laringectomizados totais: uma análise sobre diferentes instrumentos de avaliação é a sexta contribuição de autoria de Algave e Mourão. Miranda, Mendes, Silva e Rodrigues apresentam a sétima contribuição sobre Assistência fonoaudiológica no SUS: a ampliação do acesso e o desafio de superação das desigualdades. O tema Percepção da família em relação à atuaçãoo fonoaudiológica em um ambulatório é a oitava contribuição apresentado por Souza e Lopes.

O estudo intitulado Desenvolvimento da Comunicação de crianças de 1 a 3 anos e sua relação com o ambiente familiar e escolar é a nona contribuição das autoras Dourado, Carvalho e Lemos. Silva, Santos e Rezende apresentam a décima contribuição intitulada Avaliação da motricidade orofacial em indivíduos com neurofibromatose tipo 1. A décima primeira contribuição Motta, Silva, Godoy, Bortoletto, Silva e Bussadori sobre a Avaliação dos ruídos da articulação temporomandibular em crianças com bruxismo.

A décima segunda contribuição de Chiodelli, Pacheco, Missau, Silva e Corrêa discorre sobre a Associação entre funções estomatognáticas, oclusão dentária e sinais de disfunção temporomandibular em mulheres assintomáticas. Medidas faciais em indivíduos adultos sem queixas orofaciais: compatibilidade entre medidas antropométricas e percepção facial é a décima terceira contribuição de Santos e Vidor. O estudo intitulado Desvio fonológico e alterações práxicas orofaciais e do sistema estomatognático é a décima quarta contribuição de Gubiani, Carli e Keske-Soares. Lamônica, Gejão e Anastácio-Pessan apresentam o décimo quinto estudo sobre a Fenilcetonúria e habilidades de leitura e escrita.

A décima sexta contribuição de Fiorin, Ugarte, Capellini e Oliveira é sobre a Fluência da leitura e da fala espontânea de escolares: estudo comparativo entre gagos e não gagos. O estudo intitulado Elaboração e avaliação de um website sobre o desenvolvimento da linguagem infantil: portal dos bebês - desenvolvimento da linguagem é a décima sétima contribuição de autoria de Martins, Franco e Caldana. Crestani, Moraes e Souza apresentam a décima oitava contribuição Análise da associação entre Índices de risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala entre 13 e 16 meses.

Os atores Pereira e Oliveira apresentam a décima nona contribuição sobre a Influência do entorno familiar no desempenho comunicativo de crianças com síndrome de Down. A vigésima contribuição é sobre a Influência da escolaridade em habilidades linguístico-cognitivas de autoria de Cárnio, Licas e Soares. O tema Sobrecarga familiar e crianças com transtornos do espectro do autismo: perspectiva dos cuidadores de autoria de Misquiatti, Brito, Ferreira e Assumpção Junior é a vigésima primeira contribuição.

A vigésima segunda contribuição é sobre os Fatores associados à amamentação em crianças com deficiência e fenotipicamente normais dos autores Frota, Gavião e Aguiar. O artigo A influência do ruído na habilidade auditiva de ordenação temporal para sons verbais dos autores Guimarães, Santos, Rabelo e Magalhães é a vigésima terceira contribuição. Vasconcelos e Pereira apresentam a vigésima quarta contribuição intitulada Importância da educação formal e renda familiar no processo de adesão ao uso de próteses auditivas em menores de 12 anos. Compressão de frequências no reconhecimento de fala de idosos com possíveis zonas mortas na cóclea é a vigésima quinta contribuição dos autores Gresele, Costa e Garcia.

O artigo de revisão de literatura é a vigésima sexta contribuição de Oliveira, Filho, Melo, Lima, Filho e Silva intitulada Evidências de medidas de normalidade para a espessura do músculo masseter avaliadas com ultrassonografia: estudo de revisão. Ganthous, Rossi e Giacheti apresentam o tema Linguagem no Transtorno do Espectro Alcoólico Fetal: uma revisão. A vigésima oitava contribuição é sobre as Comunicação Aumentativa e Alternativa: panorama dos periódicos brasileiros de autoria de Cesa e Mota. O Papel do Fonoaudiólogo Frente a Alterações Fonoaudiológicas do Idoso: Uma Revisão de Literatura é a vigésima nona contribuição dos autores Reis, Costa, Carneiro, Vieira.

Avaliação da deglutição em lactentes portadores de cardiopatia congênita e síndrome de Down: estudo de casos de autoria de Fraga, Pereira, Dornelles, Olchik e Levy é a trigésima contribuição. Intervenção fonoaudiológica e anuência familiar em caso de criança com encefalopatia crônica não progressiva é a trigésima primeira contribuição de autoria de Oliveira, Valarelli, Caldas, Nascimento e Dantas. A trigésima segunda contribuição é de Zerbeto, Lopes, Montilha e Gasparetto intitulada Atuação de equipe interdisciplinar com escolar que apresenta baixa visão por hipótese diagnóstica de Doença de Stargardt.

A trigésima terceira contribuição intitulada A saúde fonoaudiológica a partir do discurso do idoso institucionalizado é de Souza e Massi. A trigésima quarta contribuição é de autoria de Sobreira, Capo, Santos e Gil intitulada Desenvolvimento de fala e linguagem na deficiência auditiva: relato de dois casos. A trigésima quinta e última contribuição é de autoria Bergamini, Englert, Ribeiro e Azevedo sobre Estudo de Caso: Disfonia Psicogênica.

Finalizo este editorial desejando uma boa leitura para todos!

Profa. Dra. Simone Aparecida Capellini

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License