SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Concepções genderizadas na análise de deferimento das Medidas Protetivas de Urgência (MPUs) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Direito GV

versão On-line ISSN 2317-6172

Rev. direito GV vol.16 no.1 São Paulo  2020  Epub 27-Abr-2020

https://doi.org/10.1590/2317-6172201938 

EDITORIAL

Revista Direito GV em números: balanço de 2019 e perspectivas para 2020

Catarina Helena Cortada Barbieri1 
http://orcid.org/0000-0002-0332-7063

Leila Giovana Izidoro1 
http://orcid.org/0000-0002-5119-076X

Roberta Olivato Canheo1 
http://orcid.org/0000-0002-6849-2553

1Fundação Getulio Vargas, São Paulo - SP - Brasil


É com grande entusiasmo que apresentamos o primeiro número da Revista Direito GV de 2020 (v. 16, n. 1, jan./abr. 2020). Este número inaugural traz o dossiê especial “Direito e Tecnologia”, idealizado pelos editores convidados Marina Feferbaum, Emerson Ribeiro Fabiani e Alexandre Pacheco. Tivemos um número recorde de 105 submissões para este dossiê, o que explica o pico de submissões recebidas em janeiro de 2019 (ver Gráfico 1, a seguir). Desse total, 7 artigos chegaram à fase final e serão publicados neste número: 6 artigos nacionais e 1 artigo estrangeiro. O dossiê também conta com 3 artigos convidados de pesquisadores estrangeiros, uma resenha e uma tradução.

Fonte: ScholarOne Manuscripts. Elaboração própria.

GRÁFICO 1 NÚMERO DE SUBMISSÕES POR MÊS EM 2019 

Como fizemos nos últimos três anos (BARBIERI, 2017; BARBIERI, 2018; BARBIERI e IZIDORO, 2019), gostaríamos de aproveitar o primeiro editorial do ano para apresentar um balanço de 2019, bem como os objetivos para 2020.

Comecemos, então, pelo balanço da Revista Direito GV em 2019. Como se pode observar no Gráfico 2, a seguir, houve razoável aumento no número de submissões em 2019, se comparado ao ano de 2018. Considerando todos os anos registrados, tivemos o maior número de submissões em 2019.

Fonte: ScholarOne Manuscripts. Elaboração própria.

GRÁFICO 2 NÚMERO DE SUBMISSÕES POR ANO, DE 2010 A 2019 

Destacamos na Tabela 1 as informações sobre a origem dos autores que submeteram artigos para a avaliação da Revista Direito GV em 2019. São Paulo se manteve como o estado com maior número de autores em 2019 - com uma porcentagem de 22,4% - seguido pelos estados do Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, que, somados a São Paulo, representaram 61,65% do número total de artigos submetidos no período analisado.

TABELA 1 ORIGEM DOS AUTORES QUE SUBMETERAMARTIGOS PARA A AVALIAÇÃO DA REVISTA DIREITO GV, POR ESTADO BRASILEIRO, EM 2019 

ESTADO BRASILEIRO NÚMERO DE AUTORES PERCENTUAL DE AUTORES
ACRE 1 0,18%
ALAGOAS 1 0,18%
AMAZONAS 5 0,92%
BAHIA 12 2,22%
CEARÁ 21 3,89%
DISTRITO FEDERAL 28 5,18%
ESPÍRITO SANTO 23 4,26%
GOIÁS 5 0,92%
MARANHÃO 9 1,67%
MATO GROSSO 1 0,18%
MATO GROSSO DO SUL 3 0,55%
MINAS GERAIS 49 9,07%
PARÁ 9 1,67%
PARAÍBA 7 1,30%
PARANÁ 53 9,81%
PERNAMBUCO 10 1,85%
PIAUÍ 4 0,74%
RIO DE JANEIRO 61 11,30%
RIO GRANDE DO NORTE 12 2,22%
RIO GRANDE DO SUL 49 9,07%
RONDÔNIA 2 0,37%
SANTA CATARINA 21 3,89%
SÃO PAULO 121 22,40%
SERGIPE 4 0,74%
TOCANTINS 2 0,37%
ESTRANGEIROS 22 4,07%
TOTAL 540 100,00%

Fonte: ScholarOne Manuscripts. Elaboração própria.

Quanto aos artigos estrangeiros, houve uma queda no número de submissões em 2019, se comparado ao número de submissões dos anos anteriores. Em 2018, as submissões estrangeiras corresponderam a 9,06% do total de artigos recebidos (BARBIERI e IZIDORO, 2019). Já em 2019, conforme se observa na Tabela 2, passaram a representar uma porcentagem de 4,07% do total.

TABELA 2 NÚMERO DE ARTIGOS SUBMETIDOS PARA A AVALIAÇÃO DA REVISTA DIREITO GV, POR PAÍS, EM 2019 

PAÍS DO AUTOR QUE SUBMETEU
ARTIGO PARA A AVALIAÇÃO DA
REVISTA DIREITO GV
NÚMERO DE MANUSCRITOS PERCENTUAL
ÁFRICA DO SUL 1 0,25%
ARGENTINA 2 0,49%
BRASIL 389 95,81%
CHILE 3 0,74%
COLÔMBIA 1 0,25%
ESTADOS UNIDOS 3 0,74%
MÉXICO 1 0,25%
PORTO RICO 1 0,25%
PORTUGAL 3 0,74%
REINO UNIDO 2 0,49%
TOTAL 406 100,00%

Fonte: ScholarOne Manuscripts. Elaboração própria.

A Tabela 2 detalha a origem dos artigos submetidos para a avaliação da Revista Direito GV, por país, em 2019. Com relação à variedade da origem dos artigos estrangeiros, o número em 2019 se manteve o mesmo de 2018, sendo contabilizados 10 países no total.

Houve um aumento significativo de artigos brasileiros submetidos à Revista Direito GV em 2019, muito impulsionado pelo prazo final de submissões para a chamada especial “Direito e Tecnologia”. Apesar dos esforços de disseminação em redes internacionais de pesquisa, pouquíssimos artigos submetidos ao dossiê eram estrangeiros. Esse fenômeno nos mostra que é importante refletir sobre os desafios específicos para a área do Direito atingir as regras e parâmetros estabelecidos pela CAPES (CAPES, 2019) e as diretrizes de internacionalização do SciELO (SCIELO, 2017).

Conforme discutimos em outros editoriais (BARBIERI, 2016, 2017 e 2018; BARBIERI e IZIDORO, 2019), buscamos alinhar nosso interesse na publicação de artigos nacionais capazes de discutir de maneira inédita e inovadora especificidades e problemas do direito brasileiro à ampliação da internacionalização de nosso periódico, por meio da contribuição de artigos estrangeiros, em inglês e em espanhol, que agreguem reflexões relevantes para nossos eixos de publicação e para a comunidade acadêmica brasileira.

O que nossa experiência tem nos mostrado, no entanto, é que artigos estrangeiros dificilmente são submetidos de maneira espontânea a revistas brasileiras e, muitas vezes, as submissões estrangeiras que chegam têm qualidade muito inferior à qualidade média dos artigos nacionais. Uma das estratégias para minimizar o problema é contar com a participação ativa de membros do Conselho Editorial, sejam eles estrangeiros ou brasileiros com laços em instituições estrangeiras.

Observamos também que a relação entre o número de manuscritos publicados e o de recebidos em 2019 sofreu uma queda se comparado à 2018, dado que o número total de artigos publicados se mantém o mesmo ano a ano (em média 12 artigos por número). Ainda assim, o número de artigos recebidos versus o número de artigos publicados se manteve dentro da média dos últimos oito anos (Gráfico 3).

Fonte: ScholarOne Manuscripts. Elaboração própria.

GRÁFICO 3 NÚMERO DE ARTIGOS RECEBIDOS VERSUS NÚMERO DE ARTIGOS PUBLICADOS POR ANO, DE 2010 A 2019, EM% 

Esses dados reforçam a importância da seleção editorial feita na fase de desk review. Nessa fase, todos os artigos submetidos são avaliados e comparados entre si à luz das diretrizes temáticas da política editorial. São rejeitados tanto artigos com graves problemas metodológicos ou de conteúdo quanto artigos que fujam dos objetivos editoriais da revista. Nossa meta é chegar à fase de avaliação por pares com um conjunto variado, porém mais reduzido, de artigos com um bom potencial. Em 2019, chegaram à fase de pareceres cerca de 40% do total de submissões. Somente assim é possível avaliar todos os artigos com qualidade, dar conta das dificuldades de encontrar pareceristas disponíveis e alcançar as metas de chegar a uma decisão final (seja de aprovação ou rejeição) em até 180 dias e de publicar artigos aprovados em até 12 meses, conforme indicam os Critérios SciELO (SCIELO, 2017).

Quanto aos prazos de avaliação as notícias são positivas. Os já citados Critérios SciELO indicam que a duração média ideal entre a submissão e a decisão final de manuscritos deve ser de 180 dias (SCIELO, 2017). Descontados os artigos rejeitados em desk review, processo naturalmente mais rápido, em 2018 nossa média entre os artigos enviados para pareceristas foi de 170 dias, e, em 2019, conseguimos uma redução significativa, passando para 131 dias.

Por sua vez, o tempo médio de espera entre a aprovação e a publicação dos artigos diminuiu de cerca de 6 (seis) meses em 2018 para cerca de 4 (quatro) meses em 2019. Um dos grandes avanços para a Revista em 2019 e responsável por essa considerável redução foi a adoção do sistema de publicação continuada (rolling publication). Para a Revista Direito GV, a adoção da publicação continuada possibilitou o fim do acúmulo de artigos aprovados pendentes de publicação, em decorrência da necessidade de esperar outros artigos para fechar um número.

Tal implementação também possibilitou uma redução do tempo médio total entre a submissão e a publicação de todos os artigos publicados em um dado ano (incluindo-se aqueles submetidos em anos anteriores), de cerca de 16 (dezesseis) meses para os publicados em 2018 para cerca de 15 (quinze) meses para os publicados em 2019. A expectativa é que até 2021, no entanto, a Revista alcance o prazo ideal de 12 (doze) meses entre submissão e publicação (SCIELO, 2017).

O último ponto de destaque diz respeito aos pareceres emitidos ao longo de 2019. Foram realizados 325 convites na etapa de double blind peer review, dos quais resultaram o total de 182 pareceres emitidos, com a colaboração de 163 revisores, a quem somos imensamente gratas pelo esforço e comprometimento, sem os quais a Revista não seria possível.

A média de tempo de emissão de pareceres foi de cerca de 18 dias, uma diminuição da ordem de três dias em relação ao ano de 2018. Nosso maior gargalo, na etapa de double blind peer review, no entanto, é o alto número de convites não respondidos e de pareceres não emitidos após o aceite do convite, o que faz com que o processo de avaliação dos artigos seja também mais longo do que o ideal.

Na fase de avaliação por pares, é essencial também que sejam emitidos pareceres substanciais, capazes de apontar as qualidades e os defeitos do texto, a fim de subsidiar a decisão editorial de aprovação ou de rejeição (CAMPOS, 2019). Com o objetivo de atrair e incentivar bons avaliadores, em 2019, por meio da parceria com a coleção SciELO Brasil e Clarivate Analytics, a Revista Direito GV passou a contar com uma nova ferramenta, no sistema de avaliação ScholarOne, destinada ao reconhecimento de pareceristas. Trata-se da plataforma Publons, criada em 2012, que atua no registro das contribuições de pareceristas, dando visibilidade e reconhecimento à revisão por pares, que demanda tempo e compromisso por parte dos revisores e que é essencial ao processo de avaliação da Revista (NASSI-CALÒ, 2017).

Estamos muito felizes com os números positivos de 2019 e gostaríamos de começar este ano agradecendo mais uma vez à comunidade de autoras, autores, pareceristas, conselho editorial e equipe editorial da Revista Direito GV.

Excelente 2020 e boa leitura!

Referências

BARBIERI, Catarina Helena Cortada. Editorial. Revista Direito GV, São Paulo, v. 12, n. 1, p. 7-9, abr. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-24322016000100007&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 06 jan. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/2317-6172201601. [ Links ]

BARBIERI, Catarina Helena Cortada. Editorial. Revista Direito GV, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 7-13, abr. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-24322017000100007&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 06 jan. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/2317-6172201701. [ Links ]

BARBIERI, Catarina Helena Cortada. Revista Direito GV em números: balanço de 2017 e perspectivas para 2018. Revista Direito GV, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 7-16, abr. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rdgv/v14n1/1808-2432-rdgv-14-01-0007.pdf. Acesso em: 06 jan. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/2317-6172201801. [ Links ]

BARBIERI, Catarina Helena Cortada; IZIDORO, Leila Giovana. Revista Direito GV em números: balanço de 2018 e perspectivas para 2019. Revista Direito GV, v. 15, mai. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-24322019000100100&lng=pt&tlng=pt#B4. Acesso em: 06 jan. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/2317-6172201901. [ Links ]

CAMPOS, Luiz Augusto. Como redigir um parecer acadêmico? Blog DADOS, 2019. Disponível em: http://dados.iesp.uerj.br/como-redigir-um-parecer/. Acesso em: 06 jan. 2020. [ Links ]

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Relatório do Qualis Periódicos. Área 26. Direito. 2019. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/Relatorio_qualis_periodicos_referencia_2019/Relatorio_qualis_direito.pdf. Acesso em: 06 jan. 2020. [ Links ]

NASSI-CALÒ, Lilian. In time: Publons busca atrair pareceristas e aperfeiçoar a avaliação por pares. Revista Paulista de Pediatria, São Paulo, v. 35, n. 4, p. 367-368, dez 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-05822017000400367&lng=pt&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/1984-0462/;2017;35;4;00018. [ Links ]

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE (SCIELO). Critérios, política e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos científicos na Coleção SciELO Brasil. São Paulo, out. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/avaliacao/Criterios_SciELO_Brasil_versao_revisada_atualizada_out. Acesso em: 06 jan. 2020. [ Links ]

Catarina Helena Cortada Barbieri

Editora-Chefe da Revista Direito GV. Professora da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP). Mestre e Doutora em Direito pela Universidade de São Paulo (USP).

catarina.barbieri@fgv.br

Leila Giovana Izidoro

Assistente editorial da Revista Direito GV. Pesquisadora da área de publicações na Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP). Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos da Universidade de São Paulo (USP).

leila.izidoro@fgv.br

Roberta Olivato Canheo

Assistente editorial da Revista Direito GV. Pesquisadora da área de publicações na Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP). Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF).

roberta.canheo@fgv.br

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution NonCommercial, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que sem fins comerciais e que o trabalho original seja corretamente citado.