SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 número1ASPECTOS FITOSSOCIOLÓGICOS DOS “CAPÕES” NA REGIÃO DE CAROVI E TUPANTUBA, EM SANTIAGO - RSANATOMIA DA MADEIRA DE Acacia nitidifolia Speg. (Leguminosae Mimonoideae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Ciênc. Florest. vol.1 no.1 Santa Maria jan./dez. 1991

https://doi.org/10.5902/19805098255 

Artigos

OCORRÊNCIA DO AGENTE FÚNGICO Pestalotia dichaeta Speg. EM POVOAMENTOS DE Eucalyptus spp.

OCCORENCE OF THE FUNGAL AGENT Pestalotia dishaeta Speg. IN YOUNG POPULATIONS OF Eucalyptus spp.

Odilson dos Santos Oliveira1 

Zaida Inês Antoliolli2 

Ana Beatriz Zago de Moraes3 

1Engenheiro Florestal, MSc., Professor Adjunto do Departamento de Ciências Florestais, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS), Brasil.

2Engenheira Agrônoma, MSc., Professora Adjunto do Departamento de Solos, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS), Brasil.

3Engenheira Florestal, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS), Brasil. Bolsista.


RESUMO

No laboratório de Fitopatologia da UFSM, foi isolado e identificado o patógeno Pestalotia dichaeta Speg., oriundo de plantas atacadas das espécies Eucalyptus dunnii Malden., E. viminalis Labiil. e E. nitens Maiden., coletados em Canoinhas - SC. Para confirmação do agente causal, mudas sadias de E. viminalis Labiil., com 60 cm de altura, foram inoculadas com uma solução de esporos do agente isolado e, após algumas semanas, folhas e ramos destas foram isolados, confirmando-se a identificação do agente. Trata-se de um fungo não agressivo, pois o plantio atacado, após alguns meses, recuperava-se rapidamente.

Palavras-chave: esporo; isolamento; cultura; patógeno; fungo

ABSTRACT

The pathogen Pestalotia dichaeta Speg., was isolated in the Laboratory of Phytopathology of UFSM, derived from plants which were attacked by Eucalyptus dunni Maiden., E. viminalis Labiil. and E. nitens Maiden., collected um Canoinhas, Santa Catarina state, Brazil. The confirmation of the agent was made by the inoculation of E. viminalis seedlings, 60 cm of height, with a solution of spores of this pathogen, previously isolated and, after some weeks, the material with characteristic symptom of the disease was analyzed through reisolation, confirming the identification. It was also observed that these fungi are no much aggressive, because the attacked plants showed rapid recuperation after a few months.

Keywords: spore; isolation; culture; pathogen; fungus

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BARNETT, H. L. Ilustrated genera os imperfect fungi. 2. ed. Morgantwn: Burgess, 1969. 225 p. [ Links ]

GALLI, F. Manual de fitopatologia: princípios e conceitos. 2. ed. Piracicaba: CERES, 1978. v. 1. [ Links ]

HARTLEY, B. C. Diseases of forest: trees nuesery stock. Cicilian Conservation Carps, Washington, v. 9, n. 2, p. 32-64, 1942. [ Links ]

SUTTON, B. C. The heterogeneity of pestaloria de not section sexloculatae keebahn sensu Guba. Canadian Jornal of Botany, Manitoba, v. 47, n. 12, p. 2083-2094, 1969. [ Links ]

VIÉGAS, A. P. Alguns fungos do Brasil. Bragantia, Campinas, v. 6, n. 1, p. 19-23, 1946. [ Links ]

WOLF, F. A. The fungi. New York: Hafner, 1989. v. 1. [ Links ]

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons