SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número27"Meninos eu vi": Jota Efegê e a história da música popular"Monarquia mais dilatada que se viu no mundo": considerações sobre dimensão de domínios e imaginação política em frontispícios no império espanhol índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Topoi (Rio de Janeiro)

versão On-line ISSN 2237-101X

Topoi (Rio J.) vol.14 no.27 Rio de Janeiro jul./dez. 2013

https://doi.org/10.1590/2237-101X014027007 

Artigos

Registros privados de uma vida pública: o diário íntimo de Altino Arantes

Robson Mendonça Pereira*

Sonia Maria de Magalhães**


RESUMO

O artigo tem por objetivo apresentar as possibilidades de pesquisa contidas no diário íntimo de Altino Arantes, governador do Estado de São Paulo (1916-1920). Trata-se de uma fonte praticamente inédita guardada no Arquivo do Estado de São Paulo, que nessa análise contempla os conflitos da oligarquia paulista no alvorecer da República.

Palavras-Chave: diário íntimo; República; São Paulo; poder; oligarquia.

ABSTRACT

The article presents the research possibilities contained in the journal of Altino Arantes, governor of São Paulo State from 1916 to 1920. Stored in the Archives of the State and still unpublished, the journal contemplates the conflicts of São Paulo's oligarchy at the dawn of the Republic.

Key words: journal; Republic; São Paulo; power; oligarchy.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

1 1 Arquivo do Estado de São Paulo (Aesp). Arquivo Privado de Altino Arantes (Apaa) - lócus: AP91.01.001. Volume 1.

2 2 Francisco de Paula Rodrigues Alves (Guaratinguetá, 1848 - Rio de Janeiro, 1919), conselheiro do Império com longa experiência política, ocupou a presidência da República entre 1902 e 1906, tendo promovido uma reforma modernizadora na capital federal. Ocupou a presidência de São Paulo entre 1912 a 1916. Seria eleito presidente da República em 1918, mas impedido de tomar posse, morre no início do ano seguinte devido a complicações da gripe que havia contraído.

3 3 Natural de Macaé no estado do Rio de Janeiro, Washington Luís Pereira de Souza (1869-1957) iniciou carreira como advogado em Batatais, no interior paulista, vindo a ser eleito vereador e intendente municipal. Muda-se para a capital, sendo eleito deputado estadual em 1904. Ocupa a Secretaria da Justiça e Segurança Pública nos governos de Jorge Tibiriçá e Albuquerque Lins. Em 1914, com apoio do PRP, torna-se prefeito da capital paulista, reelegendo-se em 1916 com o apoio do governo de Altino Arantes, a quem sucede na presidência do estado em 1920.

4 4Janeiro, v. 11, n. 21, p. 125, 1998.

5 5 CALLIGARIS, Contardo. Verdades de autobiografias e diários íntimos. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 22-24, 1998.

6 6 Ibid., p. 48-49.

7 7 Ibid., p. 20-21.

8 8 ARTIÈRES, Philippe. Arquivar a própria vida. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 9-11, 1998.

9 9 GOMES, Ângela de Castro. Nas malhas do feitiço, op. cit. p. 12.

10 10 BORDIEU, Pierre. A ilusão biográfica. In: FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaína (Org.). Usos e abusos da história oral. 8. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. p. 183-191.

11 11 LEVI, Giovanni. Usos da biografia. In: FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaína (Org.). Usos e abusos da história oral, op. cit. p. 169.

12 12 FRAIZ, Priscila. A dimensão autobiográfica dos arquivos pessoais: o Arquivo de Gustavo Capanema. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 74-77, 1998.

1313

14 14 MELLO, Evaldo Cabral de. O fim das casas-grandes. In: NOVAIS, F. (coord.-geral), ALENCASTRO, Luiz Felipe (org. do volume). História da vida privada no Brasil: Império: a corte e a modernidade nacional. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. v. 2, p. 386-388.

15 15 MAGALHÃES, José Vieira Couto de. Diário íntimo. Organização de Maria Helena P. T. Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. p. 21.

16 16 CALLIGARIS, Contardo. Verdades de autobiografias e diários íntimos, op. cit. p. 46.

17 17 GETÚLIO Vargas: diário. Apresentação de Celina do Amaral Peixoto; edição de Leda Soares (Pesquisadores: Maria Celina D`Araujo, Regina Luz Moreira e Ângela de Castro Gomes). São Paulo: Siciliano; Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 1995. 2 v, p. VII-XIII.

18 18 A cópia do manuscrito original do Diário íntimo de Altino Arantes (intitulado Meu diário. Registro íntimo de fatos e impressões) encontra-se no acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo (Aesp), dividido em três lócus integrantes do Arquivo Privado Altino Arantes (Apaa), perfazendo cinco volumes encadernados. O primeiro compreende o período de 1o-5-1916 a 31-10-1917 (Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001), o segundo, de 1o-11-1917 a 7-3-1919 (Aesp. Apaa. Lócus: AP92.01.001) e, por fim, o terceiro, de 8-3-1919 a 28-4-1920 (Aesp. Apaa. Lócus: AP93.01.001).

19 19 MARQUES, Altino Arantes. Passos do meu caminho. Rio de Janeiro: José Olympio, 1958. 2 v.

20 20 Arquivo do Estado de São Paulo (Aesp). Arquivo Privado Altino Arantes (Apaa). Locus: AP91.01.001. v. 4.

21 21 Faleceu em 5 de julho de 1965, na cidade de São Paulo.

22 22 Refere-se ao trecho coberto pela antiga Companhia Mogiana de Estradas de Ferro.

23 23 SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2. ed. Prefácio de Francisco de Assis Barbosa. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 21.

24 24 SANTOS, Wanderley Guilherme dos. Ordem burguesa e liberalismo político. São Paulo: Duas Cidades, 1978. p. 89.

25 25 MARQUES, Altino Arantes. Washington Luís em Batatais. In: Washington Luís: homenagem do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. São Paulo: s.n., 1957. p. 11; LOVE, Joseph. A locomotiva: São Paulo na federação brasileira Brasileira (1889-1937). Tradução de Vera Alice Cardoso da Silva. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982. p. 406 e 408.

26 26 Ibid., p. 16-8.

27 27 Ibid., p. 9-31.

28 28 DEBES, Célio. Washington Luís: primeira parte: 1869-1924. São Paulo: Imesp, 1994. p. 45.

29 29 MARQUES, Altino Arantes. Washington Luís em Batatais, op. cit.

30 30 Neste caso, a chefia distrital da região de Ribeirão Preto, uma das mais ricas e importantes do estado, era garantida por Quinzinho, que influía na política estadual amparado também nas relações amistosas que mantinha com Washington Luís. In: PAZIANI, Rodrigo Ribeiro. Construindo a Petit Paris: Joaquim Macedo Bittencourt e a Belle Époque em Ribeirão Preto (1911-1920). Tese (doutorado em história) - Faculdade de História, Direito e Serviço Social de Franca, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Franca, 2004.

31 31 Consta uma referência ao pedido de casamento que teria sido feito em 15 de agosto de 1899. In: Aesp. Apaa. Lócus: AP92.01.001. v. 6 (15-8-1917).

32 32 MELLO, João Manuel Cardoso de. O capitalismo tardio: contribuição à revisão crítica da formação e do desenvolvimento da economia brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1982. p. 138-139.

33 33 EGAS, Eugênio. Galeria dos presidentes do estado de São Paulo e vice-presidentes. v. 2 (Período republicano 1889-1920). São Paulo: Seção de obras d' "O Estado de S. Paulo", 1927. p. 481.

34 34 FRANCO, Afonso Arinos de Melo. Rodrigues Alves: apogeu e declínio do presidencialismo. Prefácio de Francisco de Assis Barbosa. Rio de Janeiro: José Olympio; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1973. v. 2, p. 607.

35 35 Líder incontestável do situacionismo gaúcho até sua morte em 1915, Pinheiro Machado pode ser considerado um dos pilares da política federal, juntamente com o PRP e o PRM. O crescimento de seu poder se deu durante a instalação da política dos governadores, quando passou a controlar a Comissão de Verificação de Poderes do Congresso devido a seu prestígio no Senado. Estabeleceu ligações vantajosas com vários grupos políticos dos estados do Norte e do Nordeste, tendo em suas mãos suas bancadas federais. SOUZA, Maria do Carmo Campello de. O processo político-partidário na Primeira República. In: MOTA, Carlos Guilherme. Brasil em perspectiva. 6. ed. São Paulo; Rio de Janeiro: Difel, 1975. p. 188-189.

36 36 DEBES, Célio. Washington Luís, op. cit. p. 109-111.

37 37 FRANCO, Afonso Arinos de Melo. Rodrigues Alves, op. cit. v. 2, p. 607.

38 38 CASALECCHI, José Ênio. O Partido republicano paulista: política e poder (1889-1926). São Paulo: Brasiliense, 1987. p. 139-140.

39 39 SOUZA, Maria do Carmo Campello de. O processo político-partidário na Primeira República, op. cit. p. 209-212.

40 40 Rodrigues Alves pensou em indicar Altino primeiramente para ministro da Justiça de Wenceslau Braz. Cf. FRANCO, Afonso Arinos de Melo. Rodrigues Alves, op. cit. p. 775.

41 41 CASALECCHI, José Ênio. O Partido republicano paulista, op. cit. p. 147-148.

42 42 FRANCO, Afonso Arinos de Melo. Rodrigues Alves, op. cit. p. 774. Este mesmo autor compara a trajetória de rápida ascensão de Altino à de um outro político da mesma época, David Campista, o que "não lhe permitiu o amadurecimento político necessário (não confundamos isso com o amadurecimento pessoal) para que seu prestígio se impusesse realmente no meio federal, como, ao contrário, ocorreu com outro homem da sua geração, Washington Luís".

43 43 CASALECCHI, José Ênio. O Partido republicano paulista, op. cit. p. 149-150.

44 44 SEVCENKO, Nicolau. Orfeu extático na metrópole. São Paulo: sociedade e cultura nos frementes anos 20. São Paulo: Companhia das Letras, 1992. p. 24.

45 45 DOIN, José Evaldo de Mello. Capitalismo bucaneiro: dívida externa, materialidade e cultura na saga do café. Tese (livre-docência) - Faculdade de História, Direito e Serviço Social, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Franca, 2001. v. 1.

46 46 VISCARDI, Cláudia Maria Ribeiro. O teatro das oligarquias: uma revisão da "política do café com leite". Belo Horizonte: Fino Traço Editora, 2012.

47 47 LOVE, Joseph. A locomotiva, op. cit. p. 162-164.

48 48 Altino refere-se aqui à sua primeira esposa, Maria Theodora Andrade Junqueira Arantes, falecida em 12 de março de 1915, na cidade de São Paulo.

49 49 Filhos de Altino Arantes do primeiro casamento.

50 50 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1(Preliminar).

51 51 Nossa análise se restringiu ao seu diário de governo, único conhecido até o momento, inexistindo informações mais completas acerca do conteúdo dos diários da adolescência.

52 52 CALLIGARIS, Contardo. Verdades de autobiografias e diários íntimos, op. cit.

53 53 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (1o-5-1916).

54 54 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (25-6-1916).

55 55 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (28 e 29-6-1916).

56 56 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 3 (22-1-1917).

57 57 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 3 (29-3-1917).

58 58 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (29-7-1916).

59 59 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (25-7-1916). Provavelmente está fazendo referência à menarca ou primeiro fluxo menstrual de sua filha.

60 60 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 2 (4-8-1916).

61 61 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 5 (30-8-1917). Em diversos trechos Altino revela a dificuldade de criar seus filhos na ausência da esposa.

62 62 LOVE, Joseph. A locomotiva, op. cit. p. 124 e 146.

63 63 NEEDELL, Jeffrey D. Belle Époque tropical. Sociedade e cultura de elite no Rio de Janeiro na virada do século. Tradução de Celso Nogueira. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. p. 80.

64 64 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (10-5-1917).

65 65 Aesp. Apaa. Lócus: AP93.01.001. v. 12 (24-5-1919)

66 66 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (23-7-1917).

67 67 Ibid.

68 68 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (2-5-1916).

69 69 PERISSINOTTO, Renato Monseff. Estado e capital cafeeiro em São Paulo (1889-1930). Prefácio de Décio Saes. São Paulo: Annablume/FAPESP, 1999. t. I. Especialmente o capítulo XI - O Partido Republicano Paulista: da classe ao Estado, p. 165-196.

70 70 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (2-5-1916).

71 71 LOVE, Joseph. A locomotiva, op. cit. p. 163.

72 72 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (31-8-1916)

73 73 Paulo de Morais Barros ocupou a secretaria da Agricultura no governo de Rodrigues Alves entre julho de 1913 e novembro de 1915.

74 74 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (13-6-1916)

75 75 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (13-6-1917).

76 76 O senador Antonio de Lacerda Franco nasceu em Itatiba (SP), em 1853, era fazendeiro e filho do barão de Araras. Fez parte por longos anos da Comissão Diretora do PRP. Presidente e fundador do Banco União e da Cia. Telefônica de S. Paulo, era também diretor do Correio Paulistano e proprietário do jornal O Comércio de S. Paulo.

77 77 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (7-6-1916).

78 78 Aesp. Apaa. Lócus: AP92.01.001. v. 6 (6-11-1917).

79 79 Aesp. Apaa. Lócus: AP92.01.001. v. 4 (25-5-1917); v. 6 (16-11-1917). Ambos subvencionados pela Secretaria de Segurança Pública.

80 80 Aesp. Apaa. Lócus: AP92.01.001. v. 6 (22-11-1917).

81 81 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (25-5-1917).

82 82 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (3-5-1917).

83 83 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4(2-4-1917).

84 84 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 4 (8-6-1917).

85 85 FRANCO, Afonso Arinos de Melo. Rodrigues Alves, op. cit. v. 2, p. 882.

86 86 Ibid., p. 792-818.

87 87 LOVE, Joseph. A locomotiva, op. cit. p. 219-220, nota 63.

88 88 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 6 (29-11-1917).

89 89 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (23-6-1916).

90 90 Aesp. Apaa. Lócus: AP91.01.001. v. 1 (1o-7-1916).

Recebido: 25 de Março de 2013; Aceito: 13 de Agosto de 2013

*

Doutor em história pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", professor do curso de história da Universidade Estadual de Goiás, bolsista de pós-doutorado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás. Goiânia, GO, Brasil. E-mail: robsonmenper@hotmail.com.

**

Doutora em história pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", professora adjunta da Faculdade de História da Universidade Federal de Goiás. Goiânia, GO, Brasil. E-mail: soniademagalhaes@yahoo.com.br.

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License