SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue4Hearing impairment evaluation using brain-stem evoked response audiometry author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

INAMORATO, Elaine; MINATTI-HANNUCH, Suzanmeire N.  and  ZUKERMAN, Eliova. Papel do sono em crises de enxaqueca. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1993, vol.51, n.4, pp. 429-432. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1993000400001.

Crises de enxaqueca podem ser precipitadas por deprivação ou excesso de sono e o sono também se encontra associado ao alívio de crises de enxaqueca. Dada essa variabilidade de relação, estudamos os registros de 159 pacientes de ambulatório vistos consecutivamente no SITC. Em 121 havia referência a relação com o sono, em 55% de uma só maneira e em 45%, de mais de uma. Quando apenas um modo foi relatado, o alívio foi mais frequente (70%). 30% desse grupo de pacientes apresentavam crise de enxaqueca precipitada pelo sono, 24% por deprivação e 6% por excesso de sono. Quando eram múltiplos os efeitos do sono, eram eles os logicamente esperados em 65%: grupo «de acordo» (exemplo: crise precipitada por deprivação de sono e aliviada no início do sono). Em um segundo grupo («conflitante») a relação não era lógica, três tipos diversos de combinação do relacionamento tendo sido encontrados, possivelmente devido à participação de mais de um mecanismo fisiopatológico.

Keywords : enxaqueca; sono; fator precipitante; deprivação de sono; excesso de sono; fator de alívio; fator de piora.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English