SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue3BPropranolol vs flunarizine vs flunarizine plus propranolol in migraine without aura prophylaxis. a double-blind trialComparison of MRI-guided and ventriculography-based stereotactic surgery for Parkinson's disease author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

BITTENCOURT, Paulo R. M. de et al. Cirurgia de epilepsia sem EEG invasivo: resultados preliminares de um novo programa. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1997, vol.55, n.3B, pp. 542-546. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1997000400004.

No total, 42 pacientes foram submetidos a avaliação clínica, comportamental e neuropsicológica com o objetivo de eventual tratamento cirúrgico de epilepsia refratária aos tratamentos clínicos usuais. Monitorização de vídeo-EEG digital prolongado, avaliação do volume hipocampal por RM, lateralização de fala e memória pelo teste do Amobarbital (teste de Wada) foram utilizados. Dos 18 pacientes operados 12 foram submetidos a lobectomia temporal, com seguimento de 6-30 meses (média 17 meses), sendo que 8 encontram-se com melhora significativa do controle de crises, 2 com melhora parcial e em 2 não foi observada mudança substancial na intensidade e frequência de crises. Uma paciente foi submetida a lobectomia frontal direita com remissão total de crises. Cinco pacientes foram submetidos a calosotomia com graus variáveis de sucesso. Não houve mortalidade. A morbidade incluiu um hematoma subdural, uma hemiparesia transitória, um episódio de mania, uma pneumonia lobar e cefaléia tensional muscular frequente no pós-operatório imediato. Estes resultados preliminares indicam uma boa resposta do tratamento cirúrgico de epilepsia em um novo centro, com pacientes selecionados através de monitorização não invasiva.

Keywords : epilepsia; cirurgia de epilepsia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English