SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67 issue1Executive functioning in patients with blepharospasm in comparison with patients with hemifacial spasmOlfaction and essential tremor author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

RODRIGUES, Raimundo Nonato Delgado et al. Síndrome das pernas inquietas: evolução após um ano sem tratamento. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2009, vol.67, n.1, pp. 16-20. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2009000100005.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo é avaliar a evolução de oito pacientes com diagnóstico de síndrome das pernas inquietas (SPI) após doze meses sem tratamento. MÉTODO: Estudo de coorte, retrospectivo, consistindo na aplicação da escala de gravidade da SPI (IRLS), de questionário para avaliação de mudanças ambientais ou de hábitos de vida e dosagem de ferritina sérica. Realizada comparação da pontuação IRLS obtida na consulta inicial (irls_1) e após doze meses de evolução (irls_2) e estabelecido um índice de melhora percentual (%melhora=irls_1 - irls_2 / irls_1 ' 100). Análise de correlação dos dados obtidos. RESULTADOS: Foi demonstrada correlação negativa e significativa entre a idade e a irls_2 (r= -0,9 e p=0,0018) e entre %melhora e irls_2 (r= -0,88 e p=0,0039). Encontrou-se correlação positiva e significativa entre %melhora e a idade. Houve apenas correlação negativa marginalmente não-significativa entre a dosagem de ferritina sérica e ilrs_2 (r= -0,7 e p=0,052). CONCLUSÃO: Neste grupo demonstrou-se evolução favorável da SPI após doze meses que se correlacionou positivamente com a idade dos pacientes, não tendo sido influenciada aparentemente por hábitos de vida ou mudanças ambientais.

Keywords : síndrome das pernas inquietas; IRLS; curso clínico; tratamento; idade.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English