SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue9The pterional craniotomy: tips and tricks author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

SA, Maria José. Fisiopatologia dos sintomas e sinais na esclerose múltipla. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2012, vol.70, n.9, pp. 733-740. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2012000900016.

A fisiopatologia dos sintomas e sinais na esclerose múltipla (EM) é um tópico pouco divulgado apesar da sua importância na abordagem dos doentes. OBJETIVO: Foi apresentar os principais mecanismos biofísicos e bioquímicos que produzem manifestações clínicas da EM. RESULTADOS: Descrevem-se os mecanismos subjacentes aos défices neurológicos nas fases de surto e progressivas, realçando as componentes inflamatória e neurodegenerativa, especialmente desmielinização, lesão axonal e alterações da condução. Serão igualmente referidos os sintomas transitórios explicados pelo fenômeno de Uhthoff, a produção de sintomas positivos, como as parestesias e o sinal de Lhermitte por hiperexcitabilidade axonal e interações efáticas, e o desenvolvimento de sintomas corticais. Apresentam-se os diversos processos de reparação neural e de recuperação funcional nas fases de remissão, como a remielinização e as alterações adaptativas por neuroplasticidade. CONCLUSÃO: O conhecimento dos mecanismos que produzem os sintomas da EM realça o papel das terapêuticas sintomáticas e de reabilitação na melhoria do bem-estar dos doentes.

Keywords : esclerose múltipla [fisiopatologia]; desmielinização; lesão axonal.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English