SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 númeroUNICOInfluência da matéria orgânica na capacidade de troca de cations do soloNematóides que parasitam a soja na região de Bauru índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Bragantia

versão impressa ISSN 0006-8705

Resumo

MENDES, Luiz O. T.. Longevidade de Dysdercus. I - Fêmeas adultas de Dysdercus mendesi bloete, em condições de laboratório. Bragantia [online]. 1956, vol.15, n.unico, pp. 43-54. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051956000100005.

Estudando a biologia de Dysdercus mendesi Bloete, em condições de laboratório, e tendo sido feitas anotações concernentes às datas de emergência e morte de 539 fêmeas adultas, foi possível fazer um estudo sôbre a longevidade dêsse inseto, naquelas condições. O efeito da temperatura, na sobrevivência do inseto, também é estudado. Verificou-se que, em média a fêmea adulta viveu 24,78 dias, em laboratório ; a temperaturas de 15-18 °C, a longevidade foi de 38,69 dias, enquanto para 24-25°C foi de somente 9,26 dias.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português