SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue3Validation of a scale for the assessment of paravertebral muscle contraction during lumbar punctureEffects of induced hypertension on brain compliance and perfusion pressure in experimental intracranial hypertension: comparison between cryogenic brain injury and subdural balloon author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

ALMEIDA, Gustavo Paiva; BOOS, Gustavo Luchi; ALENCAR, Tiago Gayer de  and  OLIVEIRA FILHO, Getúlio Rodrigues de. Latência da lidocaína a 1% para anestesia infiltrativa da pele. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.3, pp. 284-288. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000300005.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As latências T50 e T95 correspondem às medianas dos intervalos entre o término da infiltração da pele e subcutâneo com anestésico local e a ocorrência de estímulo nóxico, que garantem insensibilidade em 50% e em 95% dos pacientes, respectivamente. Este estudo avaliou o T50 e o T95 da infiltração de lidocaína a 1% para punção da pele da região lombar. MÉTODO: O estudo foi prospectivo seguindo a técnica de alocação seqüencial dependente da resposta do paciente anterior, incluindo 25 pacientes submetidos a bloqueios subaracnóideos com agulha de Quincke 25G. Lidocaína a 1%, 3 mL, foi infiltrada na pele e subcutâneo de L3-L4 ou L4-L5, com agulha de 10 mm 25G. Os intervalos de tempo decorridos entre o término da infiltração e a punção com agulha de Quincke 25G foram estabelecidos em escala logarítmica. O intervalo inicial foi de 30 segundos. Os intervalos subseqüentes dependeram da resposta do paciente anterior. Caso o paciente referisse ter sentido a punção da pele com a agulha de Quincke, o tempo de espera era aumentado para o tempo imediatamente superior no paciente seguinte. Caso contrário, era diminuído para o intervalo imediatamente inferior. O T50 e o T95 foram calculados pelas fórmulas de Dixon e Massey. RESULTADOS: As medianas (limites de 95% de confiança) do T50 e do T95 foram 25 segundos (20 - 31 segundos) e 53 segundos (33 - 85 segundos), respectivamente. CONCLUSÕES: Para obter anestesia da pele da região lombar para punção subaracnóidea em 95% dos pacientes, utilizando anestesia infiltrativa com 3 mL de lidocaína a 1%, deve-se aguardar de 33 a 85 segundos entre o término da infiltração e a punção.

Keywords : COMPLICAÇÕES, Dor [punção lombar]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Infiltrativa.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese