SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue5Lumbar epidural anesthesia in the treatment of discal lombosciatalgia: a comparative clinical study between methylprednisolone and methylprednisolone with levobupivacaine author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

RANGEL, Viviane de Oliveira et al. Bloqueio dos nervos tibial e fibular comum em fossa poplítea com punção única utilizando o estimulador percutâneo de nervos: considerações anatômicas e descrição ultrassonográfica. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2011, vol.61, n.5, pp. 538-543. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942011000500003.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As técnicas de bloqueios de nervos periféricos têm ganhado popularidade nas últimas duas décadas, tornando-se crescente opção anestésica para a cirurgia de membros. Este estudo propõe uma técnica de abordagem dos nervos tibial e fibular comum na fossa poplítea por punção única e utilizando o estimulador percutâneo de nervos, considerando a correlação com estudo anatômico e ultrassonográfico. MÉTODO: Estudo prospectivo, observacional e aleatório realizado com 28 pacientes escalados para cirurgias no pé. Após localização dos nervos tibial e fibular comum por meio de estimulação percutânea, realizou-se punção no ponto de estímulo do nervo tibial com agulha de 5 cm (B.Braun, Stimuplex 50) e foram injetados 10 mL de levobupivacaína. A agulha foi recuada e redirecionada para o ponto de estímulo do nervo fibular comum em busca da resposta motora correspondente, injetando-se 10 mL do anestésico. Realizado estudo fotográfico da região poplítea por ultrassonografia para correlação da anatomia com a técnica utilizada. RESULTADOS: Obteve-se anestesia adequada em todos os casos. O tempo médio para a localização dos nervos tibial e fibular comum, utilizando o estimulador percutâneo de nervos, foi de 57,1 e 32,8 segundos, respectivamente, e com o estimulador de nervos foi de 2,22 e 1,79 minutos. A profundidade média da agulha para o nervo tibial foi de 10,7 mm. CONCLUSÕES: A abordagem dos nervos tibial e fibular comum com punção única na fossa poplítea utilizando o estimulador percutâneo de nervos é uma boa opção para anestesia e analgesia para cirurgias do pé.

Keywords : ANATOMIA [Nervo tibial]; ANATOMIA [nervo fibular]; EQUIPAMENTOS [Ultrassom]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS [Regional]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS [nervos periféricos e gânglios]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS [fibular comum]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS [tibial].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · pdf in English | Spanish | Portuguese