SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue2DECREASING PREVALENCE OF THE ACUTE/SUBACUTE CLINICAL FORM OF PARACOCCIDIOIDOMYCOSIS IN MATO GROSSO DO SUL STATE, BRAZILRISK FACTORS OF HIV-1 VERTICAL TRANSMISSION (VT) AND THE INFLUENCE OF ANTIRETROVIRAL THERAPY (ART) IN PREGNANCY OUTCOME author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

BATISTA, Joanna d'Arc Lyra et al. Associação entre tabagismo e o uso de crack com a descontinuidade da terapia antirretroviral combinada em Recife, Pernambuco, Brasil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2014, vol.56, n.2, pp.127-132. ISSN 1678-9946.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652014000200007.

Apesar da eficácia da terapêutica antirretroviral combinada para o tratamento de pessoas vivendo com HIV/Aids, a não adesão aos medicamentos tem se tornado uma das maiores ameaças à efetividade dessa terapêutica. O objetivo desse estudo foi estimar a prevalência de uso irregular autorreferido da terapia antirretroviral e os fatores associados com essa irregularidade em pessoas vivendo com HIV. Foi realizado um estudo seccional de pessoas vivendo com HIV/Aids atendidas em dois centros de referência no Recife, Nordeste do Brasil, entre junho 2007 e outubro de 2009. Foram analisados os fatores socioeconômicos, de apoio social e de hábitos do indivíduo, ajustados através de análise de regressão logística multivariada. A prevalência de pessoas vivendo com HIV/Aids que relataram o uso irregular da terapia antirretroviral combinada (TARC) foi de 25,7%. No modelo multivariado final, o uso irregular da TARC esteve associado às seguintes variáveis: ter menos de 40 anos (OR = 1,66, IC95%: 1,29-2,13), fumantes (OR = 1,76, IC95%: 1,31-2,37) ou ex-fumantes (OR = 1,43, IC95%: 1,05-1,95) e ser usuário de crack (OR = 2,79, IC95%: 1,24-6,32). Medidas especiais devem ser direcionadas para cada um dos seguintes grupos: adultos com menos de 40 anos, fumantes, ex-fumantes e usuários de crack. Ações voltadas para a cessação do tabagismo e do crack devem ser incorporadas ao programa de controle dos infectados pelo HIV, visando promover a maior adesão aos antirretrovirais e, consequentemente, aumentar a expectativa e a qualidade de vida.

Keywords : AIDS; Adherence; Antiretroviral therapy; Associated factors.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )