SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue2Sensibilidade e especificidade do diagnóstico clínico, sorológico e tomográfico da encefalite por Toxoplasma gondii na Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA)Avaliação de preparações antigênicas de Strongyloides stercoralis para o imunodiagnóstico da estrongiloidíase author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

OLIVEIRA, Solange Artimos de et al. Antimeasles antibodies in children submitted to different vaccination schedules. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 1993, vol.26, n.2, pp.77-82. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821993000200002.

Com o objetivo de estudar o comportamento dos anticorpos contra o sarampo após a vacinação, 684 crianças foram divididas em 4 grupos: Grupo A (341 crianças vacinadas abaixo de um ano de idade); Grupo B (101 crianças com um ano de idade); Grupo C (79 crianças com 2 doses, uma abaixo de um ano e outra com um ano de idade); Grupo D (163 crianças não vacinadas com história prévia de sarampo - grupo controle). Verificou-se que as crianças do Grupo A apresentavam baixas taxas de anticorpos protetores, sendo que em 25,9 % delas, na faixa etária de menores de dois anos, tais anticorpos não foram detectados, contra nenhum caso do Grupo C e 4,0% do Grupo B. As médias geométricas dos títulos de anticorpos HI do Grupo A foram inferiores às encontradas para os outros grupos. A idade da vacinação foi o fator de maior influência nos resultados deste estudo.

Keywords : Vacina contra o sarampo; Imunidade; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License