SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue2Translation and cultural adaptation of the brazilian version of Disabkids® Atopic Dermatits Module (ADM)Playing in the waiting room of a children's outpatient clinic: the view of health professionals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

MACHADO, Angelina Moda; MIASSO, Adriana Inocenti  and  PEDRAO, Luiz Jorge. Sentimento do portador de transtorno mental em processo de reabilitação psicossocial frente à atividade de recreação. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2011, vol.45, n.2, pp. 458-464. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000200022.

As terapias tradicionais têm potencial para controlar a sintomatologia psiquiátrica, mas não oferecem condições de manutenção desse controle. Assim, as modalidades terapêuticas não tradicionais se apresentam como um meio para auxiliar nessa manutenção. Este estudo objetivou levantar os sentimentos que portadores de transtornos mentais têm ao participarem de um programa de atividades de recreação. Para isso, 10 usuários de um Centro de Atenção Psicossocial após participarem de 10 sessões de Atividades de Recreação, foram submetidos a uma entrevista, que mostrou como resultados, sentimentos de prazer, tranquilidade, emoção e união, sendo possível considerar que se trata de uma atividade importante na assistência em saúde mental, influenciando favoravelmente na reabilitação psicossocial. Os sentimentos extremamente positivos apresentados, levam ao entendimento de que essa atividade tem realmente um grande potencial para auxiliar no controle da sintomatologia, oferecendo ao portador de transtorno mental mais chances de controle dos sintomas provenientes de seus transtornos.

Keywords : Transtornos mentais; Enfermagem psiquiátrica; Serviços de Saúde Mental; Recreação; Emoções.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese