SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 número4Estudos morfológicos sobre as castas de Protopolybia chartergoides (Hymenoptera, Vespidae, Epiponini) observadas em colônias durante o estágio de produção de machosEfeitos da temperatura e do alimento no desenvolvimento de Dysdercus maurus Distant (Hemiptera, Pyrrhocoridae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Entomologia

versão On-line ISSN 1806-9665

Resumo

BECKEL, Helenara dos Santos; LORINI, Irineu  e  LAZZARI, Sonia M. N.. Método de criação de Oryzaephilus surinamensis (L.) (Coleoptera, Silvanidae) em trigo de diversas granulometrias. Rev. Bras. entomol. [online]. 2007, vol.51, n.4, pp.501-505. ISSN 1806-9665.  https://doi.org/10.1590/S0085-56262007000400016.

Oryzaephilus surinamensis é uma das espécies de insetos-praga mais comuns em grãos e outros produtos armazenados, e tem ocorrido em grandes populações em praticamente todas as unidades de armazenamento de grãos. Contudo, a criação massal deste inseto, em laboratório, para bioensaios diversos, não tem sido uma tarefa simples, em função de seu comportamento alimentar, tamanho reduzido e alta mobilidade. Assim, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um método simples e eficiente para a criação de O. surinamensis, usando grãos de trigo moídos a diversas granulometrias para obter grandes populações e estágios padronizados para bioensaios. Insetos adultos foram coletados em diversos armazéns na região sul do Brasil; 100 espécimes foram colocados em frascos de vidro, com grãos de trigo moído a diferentes graus, mantidos a 25±0.5ºC e 65±5% de umidade relativa. Os insetos foram mantidos por 10 dias para cópula e postura dos ovos, sendo então removidos. Ovos, larvas e pupas foram contados a intervalos de cinco dias; a longevidade dos adultos da segunda geração foi avaliada. Os grãos moídos a grau 20 representaram o melhor meio para a produção de progênie: 89% dos ovos foram produzidos no 5º dia; 30,5% das larvas no 10º; 43% das pupas no 30º e aproximadamente 63% dos adultos no 46º. Os adultos sobreviveram até 450 dias. A criação de O. surinamensis, nas condições descritas e transferindo os adultos após 10 dias e repondo o meio quando a população aumenta muito, produzirá um número de insetos de cada estágio suficiente para diversos bioensaios de laboratório.

Palavras-chave : Criação massal de insetos; ciclo de vida; praga de trigo armazenado; besourinho-dos-cereais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons