SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número7Caracterização in situ e genética de Gossypium barbadense dos Estados do Pará e do AmapáEstimativa da eficiência de aplicação de água em bananeira com diferentes sistemas de gotejamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204Xversão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

GIMENEZ, Gustavo et al. Tamanho das células em bandejas para produção de mudas de morangueiro. Pesq. agropec. bras. [online]. 2009, vol.44, n.7, pp.726-729. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2009000700012.

O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do tamanho das células utilizadas na produção de mudas de morangueiro em bandejas, comparadas a mudas de raízes nuas, quanto ao tamanho inicial da planta, período de colheita e produção total de frutos. As mudas em bandejas foram produzidas a partir de pontas de estolões enraizadas em células de 26,5, 50, 100 e 150 cm3, com o substrato orgânico Plantmax HA. As mudas de raízes nuas (controle) foram produzidas em um sistema sem solo com areia como substrato. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições de 16 plantas. As mudas de bandejas com células de 100 cm3 e de raízes nuas atingiram diâmetro da coroa e massa de matéria seca de folhas e raízes mais elevadas. A produção precoce foi maior nas plantas propagadas por estolões que naquelas propagadas por raízes nuas. A produção de primavera e a total não diferiram entre os tratamentos, com média de 435 e 874 g por planta, respectivamente. A produção mais precoce de frutas foi obtida com mudas em bandejas, mesmo naquelas com células pequenas de 26,5 ou 50 cm3 de volume.

Palavras-chave : Fragaria ananassa; plantio de raiz nua; viveiro de planta; propagação vegetal.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons