SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número3Parasitodes associados à Anastrepha fraterculus (Diptera: Tephritidae) em frutos nativos:primeiro registro de Aganaspis nordlanderi (Hymenoptera: Figitidae) em Santa CatarinaConsumo, preferências e hábito de compra de consumidores de pêssegos e nectarinas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

FERREIRA, Eskálath Morganna Silva; MALTA, Camilla Martins; BICALHO, Jordana Oliveira  e  PIMENTA, Raphael Sanzio. Método seguro para controle da antracnose em mamão. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2018, vol.40, n.3, e-683.  Epub 10-Jul-2018. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452018683.

Este estudo teve como objetivo propor uma metodologia segura para o controle da antracnose causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides em mamão ( Carica papayaL.), além de isolar leveduras presentes, a microbiota epifítica associada a este fruto e selecioná-las como agentes de biocontrole, avaliando seu uso em protocolos de controle biológico clássico e integrado a substâncias GRAS. Para a seleção como agentes biocontroladores, os isolados obtidos foram testados quanto à capacidade de produzirem substâncias antagônicas contra C. gloeosporioides, não crescerem à temperatura de 37ºC e, posteriormente, testados quanto a seu potencial de controle. Do total de 85 isolados de leveduras obtidos, apenas o isolado UFT 5852 foi selecionado nos testes acima citados e, com isto, utilizado nos testes de controle biológico in vivo. O isolado selecionado foi identificado molecularmente por meio do domínio D1/D2, como pertencente à espécie Anthracocystis grodzinskae. Os resultados do controle biológico demonstraram que a levedura apresentou redução de severidade da doença em 93,7%, o bicarbonato de sódio em 100%, e o controle biológico integrado ao bicarbonato de sódio demonstrou redução de 84,4%. Embora a eficiência dos tratamentos com levedura e bicarbonato não tenha diferido entre si (p<0.05), bicarbonato de sódio a 1% apresentou ser a melhor estratégia observada para o controle da Antracnose produzida pelo fungo fitopatogênico C. gloeosporioides em mamão, devido ser uma estratégia acessível e de baixo custo.

Palavras-chave : leveduras epifíticas; Anthracocystis grodzinskae; Colletotrichum gloeosporioides; substâncias GRAS; controle biológico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )