SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue2Perceptions of a Medical Students on the Inclusion of Radiology the Teaching Degree through the Use of Active MethodologiesChallenges Associated with the Formation of the Doctor in Collective Health in the Course of Medicine of a Public University of Ceará author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Educação Médica

Print version ISSN 0100-5502On-line version ISSN 1981-5271

Abstract

BARRETO, Ricardo Monteiro de Sá et al. Validação de um Programa de Treinamento Simulado de Habilidades Laparoscópicas por Residentes de Cirurgia. Rev. bras. educ. med. [online]. 2019, vol.43, n.2, pp.106-113. ISSN 0100-5502.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-52712015v43n2rb20180088.

Introdução

Os treinamentos com simuladores para videocirurgia têm sido propostos como ferramentas de ensino, permitindo avaliação formativa de alunos em condições mais controladas e seguras.

Objetivo

Validar um programa estruturado de treinamento de endossuturas para residentes de cirurgia, por meio de duas escalas estruturadas de aquisição de habilidades laparoscópicas e da percepção dos participantes.

Métodos

Estudo experimental longitudinal quantitativo, que contou com a participação de 12 residentes de cirurgia provenientes de quatro hospitais distintos. O treinamento consistia na confecção de endossuturas com simuladores de vídeo em sete sessões num período de sete meses. A avaliação da progressão da competência técnica dos alunos foi realizada por três avaliadores, utilizando-se o Objective Structured Assessement of Technical Skills (Osats) e a Escala de Progressão de Proficiência (EPP) em Endossuturas. Os residentes usaram um questionário com escala de Likert de 1 a 5 para avaliar o programa de treinamento realizado quanto à aquisição de habilidades específicas. Foram feitos os testes de Anova e Qui-Quadrado para comparação entre variáveis. As correlações e associações entre duas variáveis numéricas foram verificadas por meio de regressão linear simples e múltipla, quando foram incluídos os fatores determinantes além do número de sessões de treinamento. Foi calculado o ranking médio para análise da escala de Likert. Foram consideradas significativas as comparações com valor de p ≤ 0,05. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição.

Resultados

Quanto ao desempenho dos residentes observado pelos avaliadores por meio do Osats, observou-se melhora estatisticamente significante na pontuação em relação aos ítens: respeito ao tecido (p = 0,006), tempo e movimento (p = 0,001), conhecimento e manuseio dos instrumentos (p = 0,002), fluxo da cirurgia (p = < 0,001), conhecimento do procedimento específico (p = 0,001), pelo teste Qui-Quadrado. Em relação ao número total de pontos pela EPP e à nota média nos testes pelo Osats modificado, o total e a nota média nos testes foram significantes (< 0,001 e < 0,001), utilizando-se o teste Kruskal-Wallis ao longo dos meses de treinamento. Na percepção dos alunos, o programa de treinamento contribuiu para o desenvolvimento de habilidades cirúrgicas, tendo como itens mais bem avaliados o manuseio de pinças e porta-agulhas e a confecção de nós. Os itens mais mal avaliados foram a hapticidade e a passada de alça. Demonstrou-se ganho significativo na aquisição de competência técnica pelos residentes durante o curso, percebido por meio dos dois instrumentos de avaliação utilizados (Osats e EPP).

Conclusão

Houve ganho significativo de habilidades pelos residentes de cirurgia ao longo dos sete meses do programa de treinamento simulado, demonstrado pelos dois instrumentos de avaliação estruturada e pela percepção dos residentes.

Keywords : Treinamento por Simulação; Laparoscopia; Internato e Residência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )