SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue1Consumer preferences of genetically modified foods of vegetal and animal origin in Chile author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Food Science and Technology (Campinas)

Print version ISSN 0101-2061

Abstract

ALBARICI, Tatiane Regina  and  PESSOA, José Dalton Cruz. Efeito do tratamento térmico e da temperatura de armazenamento na aplicação da bebida de açaí pelas indústrias nutraceuticas e de bebidas. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2012, vol.32, n.1, pp. 9-14.  Epub Mar 06, 2012. ISSN 0101-2061.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612012005000026.

Este trabalho avaliou o efeito da temperatura de armazenamento nas antocianinas de polpas de açaí pasteurizadas e não pasteurizadas. Para avaliar o efeito da temperatura (0, 25 e 40 °C), os dados foram obtidos usando a polpa pasteurizada e liofilizada (PLP). Uma parte da polpa não pasteurizada e congelada (NPP) foi pasteurizada (NPP-P) a 90 °C por 30 segundos e ambas foram armazenadas a 40 °C. A redução das antocianinas totais na bebida foi avaliada pelo tempo de meia-vida (t1/2), energia de ativação (Ea), quociente de temperatura (Q10) e constante de velocidade da reação (k). O t1/2 das antocianinas da PLP armazenada a 40 °C é 1,8 vezes menor que da armazenada 25 °C e 15 vezes menor que a 0 °C, portanto quanto maior a temperatura menor a estabilidade das antocianinas. A pasteurização aumentou t1/2 6,6 vezes (10.14 horas para NPP e 67.28 horas para NPP-P).A degradação das antocianinas na NPP-P seguiu uma cinética de primeira ordem, enquanto NPP seguiu a cinética de segunda ordem, portanto o processo de pasteurização pode aumentar a preservação das antocianinas.

Keywords : Euterpe oleracea; polpa de açaí; antocianinas; degradação; pasteurização.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English