SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número2A estrutura e o mercado: uma análise comparativa do Plano Trienal e do PAEGInstituições financeiras sistemicamente importantes na América Latina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

VEEBEL, VILJAR  e  NAMM, ANDRA. Testando os modelos de transição na prática: os casos da Estônia e da Eslovênia. Rev. Econ. Polit. [online]. 2016, vol.36, n.2, pp.389-409. ISSN 1809-4538.  http://dx.doi.org/10.1590/0101-31572015v36n02a08.

O presente estudo baseia-se na comparação dos verdadeiros processos de transição na Estônia e na Eslovênia, em 1991-2000, com o objetivo de testar dois modelos conceituais (terapia de choque versus gradualismo) da teoria da transição na prática. Este artigo tem dois objetivos principais, estreitamente interligados. A primeira tarefa é analisar se os caminhos de reforma adotados pela Estônia e pela Eslovênia seguiram os conceitos teóricos da "terapia de choque" e "gradualismo", os modelos dos estados muitas vezes simbolizados em debates teóricos. A segunda tarefa é avaliar a capacidade dos modelos teóricos para alocar corretamente os exemplos clássicos de países para modelos de terapia de choque e gradualistas. Esta pesquisa procura mostrar quais são as vantagens e as desvantagens de uma abordagem polarizada para modelos de teoria de transição e como esses modelos podem ser melhorados.

Palavras-chave : Estônia; Eslovênia; modelos de transição.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )