SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número4Tradução e validade de conteúdo do Youth Sport Value Questionnaire 2Tempo de reação de escolha de capoeiristas iniciantes e experientes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências do Esporte

versão impressa ISSN 0101-3289versão On-line ISSN 2179-3255

Resumo

DETONI, Guilherme Cesca et al. Influência do modelo alométrico na relação entre consumo máximo de oxigênio e desempenho de corredores fundistas. Rev. Bras. Ciênc. Esporte [online]. 2015, vol.37, n.4, pp.389-394. ISSN 0101-3289.  http://dx.doi.org/10.1016/j.rbce.2015.08.012.

Investigou-se o efeito do modelo alométrico na relação entre o consumo máximo de oxigênio (VO2máx) e o desempenho em corrida de longa distância. Doze corredores fundistas do sexo masculino (idade: 28,6 ± 7,4 anos; massa corporal: 67,9 ± 9,4 kg; estatura: 1,71 ± 0,7 m) foram submetidos a um teste de esforço máximo em esteira rolante para a determinação do VO2máx e a uma corrida máxima de 10.000 m. Apesar das diferenças significativas verificadas entre as formas de relativização do VO2máx (pela massa corporal total, pelo expoente alométrico amostral e pela massa corporal magra), as fortes correlações verificadas entre VO2máx e desempenho demonstram que a predição desse independe da forma de relativização da potência metabólica máxima.

Palavras-chave : Consumo de oxigênio; Escala alométrica; Locomoção; Modelo matemático.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )