SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue2The União dos Homens de Cor: aspects of the black movement in the 40's and 50'sProper dimensions and emancipation: moral relations inside the sociability dynamics of free-men and slaves, Southeast, 1860-1888 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Estudos Afro-Asiáticos

Print version ISSN 0101-546X

Abstract

REIS, Letícia Vidor de Sousa. "O que o rei não viu": música popular e nacionalidade no Rio de Janeiro da Primeira República. Estud. afro-asiát. [online]. 2003, vol.25, n.2, pp. 237-279. ISSN 0101-546X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-546X2003000200003.

Neste artigo, por meio do acompanhamento do processo de legitimação do samba carioca durante as três primeiras décadas do século XX, a autora investiga de que maneira esse ritmo deixa, paulatinamente, os redutos negros e vai se firmando como nacional. Tal processo foi conflituoso e ambíguo por estar vinculado ao reconhecimento social do negro no Brasil. Dessa forma, se o ritmo fruído era o mesmo, seus significados e usos eram diversos. Observa-se, então, uma cisão na sensibilidade estética das elites do período no que se refere à essa música popular, o que provocará uma oscilação entre o elogio e o repúdio à mesma. Esta dupla perspectiva relaciona-se a um dos grandes dilemas dos intelectuais e governantes da época quanto à constituição do corpo político da Primeira República. Se, de um lado, os critérios darwinistas sociais eram um empecilho à plena incorporação do negro à esfera pública, de outro lado, as tradições culturais negras, preteridas como sinal de "decadência", eram já parte constituinte da expressão do nacional. Finalmente, investiga como esse dilema se traduziu na infrutífera tentativa de criação de uma simbologia popular por parte da jovem República, em busca de sua legitimidade política.

Keywords : música popular; Primeira República; 1900-1930; tradições culturais negras; negro; simbologia popular; samba carioca.

        · abstract in English | French     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese